Pesquisar neste blog:

sexta-feira, 24 de julho de 2015

Livro infantil mostra história de amor entre dois príncipes e princesa que se recusa a casar



“Os Príncipes e o tesouro”, do professor universitário Jeffrey A.Miles, é um dos primeiros livros infantis com temática gay da história. Tudo começa como um conto de fadas típico: o Rei decide que está na hora da filha, Elena, “encontrar um marido”. Mas as semelhanças param por aí. A princesa, logo avisa o pai: “Eu não estou pronta para casar!” Elena é sequestrada por uma bruxa e o Rei, desesperado, lança um desafio aos súditos: Quem salvar a princesa ganhará “a mão” dela. Dois lindos homens começam a busca – não porque querem se casar e sim porque adoram um desafio. Enfrentam vários perigos e se apaixonam. Resgatam Elena, que confessa: quer tudo na vida, menos se casar com um príncipe. O final é feliz: Gallant e Earnest se casam, com direito a cerimônia religiosa.  A história é classificada como infantil mas, pelo apelo e conceito revolucionário, pode ter ser lida por todas as idades e se tornar  um ótimo instrumento para nós, pais, apresentarmos as “novas famílias” aos nossos filhos.
“Está na hora de você encontrar um marido”, disse o rei. “Mas eu não estou pronta para casar!”, gritou a princesa

“Está na hora de você encontrar um marido”, disse o rei. “Mas eu não estou pronta para casar!”, gritou a princesa
Jeffrey A. Miles é gay e professor da Universidade do Pacífico, na Califórnia, Estados Unidos. Em entrevista ao site Advocate.com lembrou da própria infância e como os livros de contos de fadas que lia quando pequeno não tinham nada a ver com o que sentia: “Eu sempre ficava triste quando percebia que o príncipe somente se apaixonava pela princesa. Histórias como aquelas não se encaixavam com a minha vida e eu me entristecia, porque nunca aconteceria comigo.” Um dia se perguntou: “Por que não existem príncipes gays ou princesas lésbicas? Por que um lindo príncipe não pode casar com outro lindo príncipe? Por que uma donzela não pode ser resgatada por uma linda princesa? Por isso decidi criar uma história de príncipe e príncipe”, contou.
O autor comenta também como o livro foi recebido: ” A recepção ao livro pelos casais gays foi ótima! Os casais heterossexuais também adoraram a história. Eles disseram que o livro abriu caminho para que conversassem com seus filhos sobre casamento entre pessoas do mesmo sexo. No livro os príncipes não se beijam, apenas ficam de mãos dadas e se abraçam, e eles acharam que a história foi contada do jeito certo para as crianças pequenas”, disse. Sobre a reação das crianças, o autor disse que elas gostam da história da mesma forma que se encantam pelas outras histórias infantis: “As crianças percebem que o amor pode acontecer entre duas pessoas, independentemente delas serem do mesmo sexo. Fiquei fascinado sobre como é fácil para elas entenderem e como ainda é difícil para os adultos”, completou.
E se engana quem pensa que Jeffrey A. Miles teve dificuldade em publicar a história. “Os Príncipes e o Tesouro” está, segundo o escritor, disponível em 137 países. Eu comprei facilmente a versão em inglês pelo meu iPad por 6.99 dólares. E não vejo a hora de contar a história de Elena, Gallant e Earnest para o Samuca. A continuação do livro já está escrita e se chamará “Os Príncipes e o Dragão”. Além de muita aventura vai mostrar Gallant e Earnest começando a própria família junto com os filhos, um casal de gêmeos. Aliás, alguém conhece uma aventura maior que a de criar filhos?
À esquerda, Ernest e Gallant são nomeados príncipes pelo rei, que pergunta: “Qual de vocês quer casar com a princesa?”. Os dois respondem: “Nós não queremos casar com a princesa. Queremos NOS casar.” À direita o casamento dos dois
À esquerda, Ernest e Gallant são nomeados príncipes pelo rei, que pergunta: “Qual de vocês quer casar com a princesa?”. Os dois respondem: “Nós não queremos casar com a princesa. Queremos NOS casar.” À direita o casamento dos dois

DO BLOG SOMOS ESTRANGEIROS AQUI NA TERRA:

Infelizmente, estamos numa geração em que muitos livros já estão fazendo apologia ao casamento gay, ao homossexualismo, a Ideologia do Gênero! O próprio Senado Federal brasileiro já tentou aprovar medidas para levar para as nossas crianças Kit Gay, e o PNE já abre brechas para que a Ideologia do Gênero se estabilize como uma nova disciplina para o currículo escolar do Fundamental I!

Vamos orar e jejuar mais amados irmãos! E que os pais não se calem ante as ações do Governo nos ambientes educacionais! 

Um comentário:

Total de visualizações de página