Pesquisar neste blog:

quarta-feira, 28 de setembro de 2011

JMJ deu a Madrid um ganho de mais de 215 milhões de dólares. Onde estão os críticos?



ACI


A capital espanhola foi a mais beneficiada depois da celebração da Jornada Mundial da Juventude (JMJ) Madrid 2011, que obteve um benefício econômico de mais de 200 milhões de dólares.
A Confederação de Empresários de Madrid estimou o benefício econômico obtido depois da visita do Papa Bento XVI a Madrid em 216 milhões de dólares (160 milhões de euros).
Por sua parte, a Comunidade de Madrid estimou que a JMJ gerou um incremento de 199 milhões de dólares (148 milhões de euros) no Produto Interno Bruto da região.
A contribuição que a JMJ realizou à cidade capital da Espanha também foi reconhecida pelo Consistório madrilenho, que distinguiu a cidade capital com o Prêmio de Turismo da Cidade de Madrid por sua contribuição à projeção internacional de Madrid, e a nomeou ademais Patrimônio Nacional.
Ao receber o prêmio, o Arcebispo de Madrid, Cardeal Antonio María Rouco Varela, disse que “a acolhida de Madrid foi fundamental para o êxito da Jornada. A amabilidade e simpatia com que foram acolhidos os peregrinos mostram o reflexo humano da cidade, que é o que mais surpreendeu os assistentes à JMJ”.

Crescimento em todos os níveis

Depois da JMJ a cidade de Madrid experimentou um crescimento histórico das visitas de estrangeiros de 42 por cento em relação ao mesmo dado de agosto de 2010, conforme a Pesquisa de Movimentos Turísticos em Fronteiras, do Ministério de Indústria Comércio e Turismo.
A Confederação de Comércio de Madrid assegurou que este fato permitiu dar uma imagem de Madrid como cidade “acolhedora e capaz de fazer grandes eventos”.

A valoração que os peregrinos realizaram da capital espanhola é muito positiva. Em uma pesquisa realizada pelo GAD3 revela que o índice de satisfação sobre a cidade é altíssimo. 80,3 por cento de pesquisados assinalou que gostaram “muito” ou “bastante” das ruas e monumentos de Madrid.
75,8% deles manifestou que recomendará outras pessoas a viajarem à Espanha e 47,6 por cento de pesquisados assegurou que este evento, ademais, melhorou a imagem que tinham do país.
A JMJ Madrid 2011 também se destacou pelo impacto mediático alcançado. A televisão foi o meio preferido para segui-la com mais de 12 milhões de pessoas que viram os especiais das cadeias espanholas só entre a quinta-feira e o domingo 21 de agosto, último dia da Jornada.
Do mesmo modo, em quase uma semana perto de 5 mil jornalistas creditados para a ocasião divulgaram os eventos da JMJ.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Total de visualizações de página