Pesquisar neste blog:

quinta-feira, 21 de julho de 2011

A Experiência com a Pessoa do Espírito Santo



Por Cássio José
Membro da Renovação Carismática Católica de Camocim e da Catequese
Servo de Deus no Grupo de Oração Renascer

Foi algo ineditamente indescritível. Estas linhas que você está lendo são apenas uma espécie de tradução ou transcrição do poder de Deus. Se a mídia divulga a torta e a direita as piores atitudes do ser humano e propaga abertamente os projetos satânicos através de novelas, filmes, propagandas, desenhos...  Por que eu que sou um servo de Deus não posso vir como testemunho através desse texto falar as maravilhas que Deus fez usando a minha própria língua (At 2,11)?   
Já vi isso em alguns momentos nas épocas remotas da RCC (acredito que estava ainda no embrião da fé), por parte de alguns servos que seguiram outros caminhos. Dizem alguns cristãos na atualidade que para sentir a presença do Espírito de Deus não necessita-se de gritos, pulos, revira-olhos nas orações...
Concordo plenamente nessas colocações de alguns. Mas, creio piamente que devemos obedecer a voz do Espírito de Deus, pois ele sonda os nosso anseios e desejos, e conhece as intenções mais profunda dos nossos corações (Rm 8,26-28), sabendo o que devemos pedir por não sabermos pedir bem! Por tanto, se um dia você me vê pregar pulando ou soltando alguns gritos, certamente, é porque o Espírito Santo está conduzindo-me a fazê-lo. Não podemos engaiolar o Espírito Santo, pois ele não é o nosso robô em que através da nossa fé nós podemos controlá-lo. Quem faz é Ele. É Ele quem ordena, manda e desmanda.    
Se as obras da carne não agradam a Deus (Rm 8,8), eu prefiro mil vezes ser conduzido pelo Espírito igual o fez Jesus de Nazaré (Mt 4,1), para que tudo seja feito para a glória de Deus (I Cor 10,31).
Foi no núcleo do dia 20 de julho de 2011. Estávamos na Igreja de São Pedro: os servos do Grupo Renascer. E eu, o pior de todos, estava lá no meio. “O negócio começou a pegar fogo”! Isso mesmo: o Espírito Santo já estava impactantemente com o seu poder fazendo-nos ter intimidade com Deus. A oração fluía e eu me deixei impulsionar-me pela oração que vinha do Espírito. De repente, minha língua orava em línguas estranhas. Mas orar em línguas estranhas já é naturalidade da minha alma. Orar, cantar e interceder com gemidos inexprimíveis. Entretanto, o volume, timbre, maneira, sentimento de oração em línguas estranhas (humanamente não sei!), eram bem diferentes. Eu não sabia se o céu havia descido ou se eu lá já estava. Profecia em línguas ou o quê? Eu bem sei o que foi, mas não vou aqui falar porque intimidade é intimidade: é só entre eu e Deus! Não se intrometa!?         
A experiência com o Espírito Santo se dá de muitas maneiras variadas e diferentes. Apesar de haver irmãos que digam que se tem que chorar, sentir arrepio no corpo, formigamento nas mãos, manifestação de Carismas (I Cor 12, 4-11); mas num simples abralo ou sorriso pode-se perceber a experiência de alguém que tem o Espírito Santo.
E o que é a experiência?
O termo vem do latim experientia. Segundo o Aurélio, significa ato ou efeito de experimentar. No campo filosófico, temos a noção de que é o conhecimento de que nos é transmitido pelo sentido.   
Meu querido (a), eu tive a experiência de que a minha língua pronunciou uma falácia que não é da terra, pelo fato de que nem a linguística, fonologia ou fonética podem tornar a ser um estudo humanamente entendido. Mas eu entendi e experimentei.
A experiência de ter o Espírito Santo na nossa vida transcende (vai além) da nossa razão humana e do nosso emocionalismo. Não tem médico ou estudioso do campo das ciências deste mundo que venham a compreender. No entanto, os que pertencem a Jesus e que são lavados e remidos pelo Sangue do Cordeiro de Deus compreendem muito bem, pois estão na terra, mas experienciam as coisas do céu.
Os que têm a graça de fazer parte de algum grupo de oração da Renovação Carismática Católica e de qualquer outro movimento ou pastoral da Igreja que se deixam conduzir pelo Espírito Santo e tem intimidade com o Senhor sabem do que estão lendo.
Para que tenhamos a experiência com o Espírito Santo basta sermos humildes e pedir com a abertura de coração. Não é somente algo dogmativo com a Trindade como fazer alguns líderes da Igreja Católica. Não! Apesar de ser algo do dia a dia há a possibilidade de experimentarmos o poder de Deus em nós, apesar de sermos pecadores. Nós podemos ter visões espirituais, revelações das mais profundas em que só há no coração de Deus. Você pode muito bem está simplesmente andando por aí e de repente, em um santo mistério de Deus, ir por outro rumo e encontra-se com alguém para ser instrumento de Deus para a vida dessa pessoa.
Entretanto, não podemos nos enganar: Satanás está sapateando na vida de muitos cristãos engajados, no entanto, que servem o seu próprio ventre. São verdadeiros Judas modernos que estão nos altares das igrejas, mas que servem a Satanás e o seu reino. Dizer ser normal o pecado e são os primeiros a profanarem o Corpo e Sangue de Nosso Senhor Jesus Cristo e a desviarem os que querem ser santos.
Você pode ter a experiência com a Pessoa do Espírito de Deus assim como muitos podem ter a experiência com o pecado e o próprio Satanás.
Deus é capaz de fazer com que, apesar de haver um predominante relativismo na Igreja de Deus, os cristãos venham a experimentá-lo como Ele o é! E disso eu posso testemunhar!!!
Ao lermos Ato 2, 1-4 podemos perceber “línguas de fogo”, “oração em línguas estranhas”...
Ao lermos todo o livro de Atos dos Apóstolos, bem como a Sagrada Escritura por completa, podemos constatar curas através do simples fato de alguém sentir a sombra de Pedro, anjos guardando a Igreja de Deus e rompendo os grilhões das prisões daqueles que foram presos por anunciarem abertamente a Palavra de Deus, 3 mil e 5 mil pessoas se converterem com apenas uma pregação no poder, unção e autoridade em Deus, escamas dos olhos se abrindo, serpentes mordendo os servos de Deus e morrerem ao invés de matarem...
Será que tudo isso ficou preso somente a Igreja Primitiva? Deus se condiciona ao tempo por acaso? O Espírito Santo a caso está algemado nos dias de hoje ou se encontra engaiolado?
Nós podemos sim sentir o tremendo e temendo poder de Deus através de seu Espírito! E não me venha dizer que estamos desfigurando a Trindade ou que o Pai e o Filho estão com ciúme. Isso é conversa para católico frouxo dormir!?
Se você pedir agora mesmo o Espírito Santo de Deus e abrir o teu coração com confiança e humildade, você pode sentir o Espírito Santo no teu ministério e vida pessoal, além de ser um destemido instrumento em suas mãos.               
Se o Espírito Santo é a alma e o Mestre da Igreja por que tantos clérigos se deixam levar pelo seu achismo e relativismo religioso? A tua salvação e o céu também são relativos? Então por que não deixa as veste sacerdotais e voltas de uma vez para a tua vidinha?
O que nos faz ser de Deus enquanto Jesus não volta ainda, é o Espírito Santo! Tenhamos experiência com Ele e sejamos felizes, bem aventurados!  


Nenhum comentário:

Postar um comentário

Total de visualizações de página