Pesquisar neste blog:

sábado, 8 de janeiro de 2011

NAMORO SANTO, CASAMENTO ETERNO!

 

Por Cássio José e Angélica Maria
Membros da Renovação Carismática Católica de Camocim
Ministérios: Pregação e Artes

“A mulher não pode dispor de seu corpo: ele pertence ao seu marido. E da mesma forma o marido não pode dispor do seu corpo: ele pertence à sua esposa” (I Cor 7,4)
                          

PRESSUPOSTOS AFETIVOS E SEXUAIS

O ser humano tem a necessidade de satisfazer suas carências afetiva e sexual. Contudo, essa necessidade deve ser preenchida segundo os princípios morais cristãos e bíblicos. Fora desses princípios, há sempre escravidão e infelicidade. Quando isso acontece, a liberdade é substituída pela libertinagem, gerando assim frutos que apodrecem a árvore vital dos humanos: Sua própria vida!  
            O mundo em que vivemos, unido com uma manada de porcos espirituais (os demônios e mundo das trevas), procura desestruturar o que Deus fez de mais belo para os seus filhos: a sexualidade. Nesse contexto, há sempre projetos anti-bíblicos e satânicos para devastar e gerar destruição para os que procuram uma vida de retidão e santidade. Os relacionamentos devem ser um verdadeiro reflexo da santidade de Deus e gerar felicidade plena em todos os sentidos.     


A afetividade e sexualidade são elementos importantíssimos que foram impostos pelo próprio Deus na vida de seus filhos. Em ambos, deve-se ter muito cuidado. É de fundamental importância que se tenha equilíbrio em ambos os elementos. Poderíamos afirmar que se constituem duais colunas essenciais para a solidez felicidade dos seres humanos.
“A sexualidade afeta todos os aspectos da pessoa humana, na unidade do seu corpo e da sua alma. Diz respeito particularmente à afetividade, à capacidade de amar e de procriar, e, de um modo mais geral, à aptidão para criar laços de comunhão com outro” (CIC, 2332).
Não se pode afirmar que a sexualidade existe para satisfazer os apetites da carne. Muitas pessoas tratam o sexo como o seu guia, sua Bíblia, sua Lei... São verdadeiros escravos e não conhecem a finalidade do sexo. O sexo possui duais dimensões, finalidades: unitiva e procriativa. Por isso, a importância do namoro...       

O QUE SERIA O NAMORO?

Definição de Namoro e Escolha da Pessoa Amada

            Namorar é algo muito sério, muito embora tenha sido deturpado pela sociedade atual. Exige compromisso, responsabilidade, fidelidade, respeito mútuo, companheirismo, seriedade, sentimentos sinceros e racionalismo sólido de ambas as partes.
Não se confunde com a “cultura do fica”. No fica, as pessoas, sobretudo os jovens, tratam-se uns aos outros como um copo descartável e terreno baldio. Torna-se então uma verdadeira prostituição socializada e vício físico alimentado a cada fica; acostuma-se o corpo ao prazer, desprezando os sentimentos e o desejo por algo mais sólido. Descaracteriza os sentimentos e cria-se um verdadeiro “círculo vicioso” pela sensualidade sexual.
            Embora alguns desprezem a afirmação vindoura, mas o fica é um verdadeiro truque que Satanás usa para que aconteça a destruição do namoro e, sobretudo, futuro casamento. Deus, ao contrário, deseja que os jovens tenham a experiência do namoro, que é a preparação para o casamento.
            O Namoro é justamente isso: preparação para o casamento! Não estou dizendo que a pessoa que você está namorando agora, será o seu esposo ou a sua mulher. Mas, é no namoro que se tem o discernimento e a decisão para escolher o homem ou a mulher de sua vida, o (a) que viverá com você até que a morte os separe.

Por isso o homem deixa o seu pai e sua mãe para se unir à sua mulher; e já não são mais que uma só carne” (Gn 2,24).

Não se escolhe qualquer pessoa para morar conosco pelo resto de nossas vidas! É algo muito sério e deve-se ter muito cuidado para não machucar o coração. Quando se compra um sapato, por exemplo, tem-se todo um cuidado para que se esteja de acordo com os nossos gostos. Com a nossa “moda”. Com o nosso jeito de ser. Que nos deixe satisfeitos quando vamos a algum lugar, a alguma festividade, nos ambientes em que estivermos. A final de contas, ninguém quer passar vergonha ou desconforto ao usar um simples par de sapatos. Além do mais, não se observa somente a estética, por que pode acontecer de chegarmos em casa e ao usarmos, pode ocorrer de provocar dor e desconforto. Estou mentindo? Pois é! Agora imagine aí escolher a pessoa que ficará 24 horas dos nossos dias para o resto de nossa vida. É algo que deve ser muito bem trabalhado, analisando assim, cada atitude, cada gesto, cada palavra, cada momento...
Se você gosta somente das coisas de Deus, muito cuidado para não se corromper com uma pessoa mundana que te arrastará ao mundo, desconvertendo-te. Se você gosta de ouvir somente conversas cristãs, muito cuidado para não se deparar com alguém que pode vir a encher os teus ouvidos de imundícies. Se você preserva o teu corpo com castidade, guardando-te e reservando-te assim para a pessoa que você espera, muito cuidado para que não surja um príncipe que venha a se transformar num sapo. Há uma filosofia que diz que: “Qualquer um pode ser príncipe, basta ter um belo cavalo!” É, menino... Não se engane. Cuidado pra não cavalgarem pelas estradas de uma DST ou gravidez indesejada.  

Vou colocar aqui uma situação pra você refletir:

“Você é um membro fervoroso da Igreja de Deus e der repente conhece alguém que não conhece o Senhor e nem tem uma vida segundo a Palavra de Deus. Despreza a Santa Missa, não vai para o Grupo de Oração, não quer papo em rezar o terço ou se confessar. Então você pensa: Eu vou ser instrumento de Deus para mudar a vida dessa pessoa. Ótimo! Mas, você percebe já em certo tempo no namoro, a dureza de coração dessa pessoa e conclui que ele(ela) não quer esse negócio de Igreja. E aí? Você vai se expor ao ridículo? Você vai para o grupo de oração e pra Santa Missa enquanto essa pessoa vai para as festas? Você vai acompanhá-lo nas festas só por que é o(a) seu(sua) namorado(a)? Você acha isso correto mesmo? Cadê a tua vida de caminhada e a tua intimidade para com o teu Deus? Ele tem que te dá valor e perceber que tem que mudar, caso você queira um namoro cristão (Entenda!!!!)! Tem muita gente no Grupo de Oração e na Renovação Carismática Católica com vida dupla e se diz servo de Deus. (Oh mentira do cão!)
Ou você se enquadra no mundo dessa pessoa ou essa pessoa se enquadra no seu mundo cristão e de seguimento a Palavra de Deus! Ninguém pode servir a dois senhores (Mt 6,24!) Digo-lhe sem nenhum pingo de dúvida, dando-te este conselho: Prefira a segunda opção e não se curve diante da primeira. É preferível você sofrer de uma só vez do que passar a vida toda em sofrimento. Já parou para pensar como seria no casamento: Você indo pras coisas de Deus e essa pessoa indo pras coisas do mundo? Complicado não?! Pois é no namoro que isso já tem que se resolver. Caso você venha a diagnosticar que isso não vai acontecer no namoro, não espere mudança somente no casamento, pois será muito mais difícil e complicado isso acontecer. Prova disso, é que muitos afirmam: “Você já me conheceu assim? Não reclame então!”.
Termine o namoro para não machucar mais ainda o seu coração. Deus não deseja ver os seus filhos sofrendo. Até na área afetiva, ele quer te dá felicidade plena. E não se preocupe que Deus preparou alguém para te fazer feliz. Só não faça é se enganar. Procure ter compromisso com alguém que te dê respeito e amor. Que não te faça sofrer. Que tenha fidelidade desde as pequenas coisas. Que tenha compromisso contigo e que te faça feliz. Para isso, reze, reze, reze, e também faça jejuns...   
  


Santidade no Namoro

Todo cristão é chamado a ser santo (Lv 19,2; 11,44s; Ex 22,30; I Ts 4, 3.7; I Pd 1,16). Essa é a nossa vocação!
Dois corações quando estão em fase de conhecimento (que é sobre tudo na época do namoro), devem perceber que é momento de muito respeito e compromisso para com o outro. Cultivar a santidade no namoro significa romper com todos os padrões que o mundo está oferecendo para aceitarem a vontade que vem de Deus em purificar o relacionamento dos dois.
Pra que se tenha um namoro santo, os dois jovens (tanto o homem quanto a mulher), têm que desejarem a santidade. Não pode ser o contrário, não pode ser um e o outro não. E nem tão pouco nenhum dos dois. O Namoro santo seria o namoro cristão.
Vamos diferenciá-lo do namoro mundano:

  • Namoro Mundano: Os dois ou um dos dois estão vivenciando as coisas da carne. Festas, farras, baladas, curtições são normais; julgando e afirmando de “quadrados e radicais” os que dizem ou pregam o contrário. Deixam-se levar pelo prazer sexual, alimentando-o encontro após encontro com toques, gestos... Tratam-se assim como um copo descartável e animais ferozes prontos para engolir a presa. Não importa o cuidado pelo coração do outro. Não há compromisso e nem respeito pelo companheiro. O importante é saber que se está “namorando” com alguém independentemente de quem seja para cultivar seus afetos e alimentar seu ego, sem que haja nenhum interesse pelo futuro do namoro (o Matrimônio). Abraços compromissados e expressões comprometedoras que nunca deveriam ser usados para outra pessoa em hipótese alguma, uma vez que se tem um compromisso de namoro com alguém, torna-se normal para todas as garotas (ou rapazes) e não faz mal algum. “Ninguém é de ninguém!” sempre dá umas voltinhas pelo pensamento de um dos dois ou dos dois, desrespeitando assim, a pessoa que se diz ser amada. Fidelidade não está no seu vocabulário, uma vez que pelo menos entre os amigos comenta-se das gatinhas da cidade armando até, em pensamentos, a maneira de como seria o ato sexual. Não há espaço para aceitar as verdades bíblicas e da Igreja quanto à castidade, virgindade, respeito pelo corpo do próximo. Eu sempre tenho razão e você está sempre errado... Há! Na lua de mel, só há a lua mesmo!!!

  • Namoro Santo: O Namoro santo é para aqueles que querem preservar todo o seu ser, primeiramente, para Cristo e para a sua Igreja. Não se preocupam com o seu eu, e sim com o do próximo, procurando fazer a vontade do Senhor. Para os dois (e não somente para um dos dois), há sempre o desejo de fazer a vontade de Deus em todas as coisas do namoro. Procuram decidir tudo em harmonia e em Oração para o bem comum dos dois. Há no coração de ambos, um desejo profundo de fazer o outro feliz. A fidelidade torna-se a coluna em todos os momentos e o respeito pelos sentimentos e pelo corpo do outro vem em primeiro lugar. Seriedade e companheirismo andam de mãos unidas para criar um clima de harmonia em todas as horas. Quando chega a provação e a tribulação, há sempre a atitude de está ao lado do outro para chorar e orar junto, louvando a Deus. Quando não há palavras, o olhar e a companhia já é o suficiente para acalmar a tempestade. Expressões de amor e cuidado com as palavras é um desafio para todas as horas. Evita-se o prazer físico para que se preserve para o casamento. A castidade torna-se uma coroa incorruptível para os dois. Ambos procuram está de bem para com o outro e servir a Deus. Não há olhares para mais ninguém e nem alimenta-se conversas comprometedoras em hipótese alguma para qualquer pessoa além da que é dona o nosso coração. O amor existe para aperfeiçoar os erros de ambos os corações. Não existe somente o sentimentalismo barato demonstrado em algumas palavras do tipo: Eu te amo!, mas, ama-se, de verdade, em cada atitude e em cada momento seja alegre ou triste, seja saudável ou doentio. Não se olha o status, o dinheiro, o físico; mas, “aquilo que está invisível aos olhos”...  Mais um detalhe: No namoro santo, há sempre o fato de eu ser reconquistado e de eu reconquistar a pessoa amada dia após dia. E claro, o objetivo último do namoro é tornar o outro feliz preparando-se para o matrimônio em que se constitui a família, deixando a ato sexual somente para ou para a partir desse momento.              
                

ELEMENTOS IMPORTATES PARA QUE SE TENHA UM NAMORO SANTO:

Ø  AMOR;
Ø  DIÁLOGO;
Ø  RESPEITO MÚTUO;
Ø  FIDELIDADE;
Ø  COMPANHEIRISMO;
Ø  COMPROMISSO SINCERO E VERDADEIRO PARA COM O OUTRO;
Ø  ORAÇÃO E LEITURA DA PALAVRA JUNTOS;
Ø  RENÚNCIA DOS DESEJOS FÍSICOS QUANTO A SEXUALIDADE;
Ø  COLOCAR DEUS EM PRIMEIRO LUGAR;
Ø  CASTIDADE.


DICAS PARA SE TER UM NAMORO SANTO:

  1. Fugir de todo mal humor e irritação;
  2. Corrigir os outro com carinho;
  3. Nunca grite com o outro;
  4. Não jogue no rosto do outro os erros que ele fez no passado;
  5. Não seja displicente com o outro;
  6. Saiba reconhecer o seu erro quando errar;
  7. Nunca se separem brigados um para com o outro;
  8. Aprendam a combinar as coisas;
  9. Não envolva os familiares nos problemas do namoro;
  10. Quando necessário, esteja pronto a sofrer pelo outro.

Livros bíblicos como Cântico dos cânticos e Tobias são importantes para nos trazer orientação.

Reflita as seguintes passagens bíblicas: Gn 2, 18- 25; Ct 4,12; Ef 5, 21-33; I Cor 7,14   


Mateus 7, 24-27: CONSTUA SEU NAMORO SOBRE A ROCHA!

Não podemos esquecer em hipótese alguma que o namoro é um momento preparatório para o Matrimônio. Não se pode brincar de namorar como se fosse um passatempo. Não podemos ser padronizados pelas filosofias pregadas pelo mundo e sim enquadrarmo-nos naquilo que nos ensinou o Senhor Jesus. Para um futuro santo casamento, deve-se ter um presente santo namoro. Vejamos o que diz a Palavra de Deus com relação a construção de um casa sólida:

Aquele, pois, que ouve estas minhas palavras e as põe em prática é semelhante a um homem prudente, que edificou sua casa sobre a rocha.Caiu a chuva, vieram as enchentes, sopraram os ventos e investiram contra aquela casa; ela, porém, não caiu, porque estava edificada na rocha. Mas aquele que ouve as minhas palavras e não as põe em prática é semelhante a um homem insensato, que construiu sua casa na areia. Caiu a chuva, vieram as enchentes, sopraram os ventos e investiram contra aquela casa; ela caiu e grande foi a sua ruína.
Muitos Matrimônios estão se desabando porque os alicerces foram o desrespeito a pessoa amada e a falta de compromisso, além de tudo o que comentamos aqui na parte de o que pode ser entendido, de acordo com a Palavra de Deus de namoro santo. O Manual do amor é I Cor 13!

Um comentário:

  1. Cara,eu sou tua fa de carterinha!
    so tenho uma palavra pra te dizer.OBRIGADA

    ResponderExcluir

Total de visualizações de página