Pesquisar neste blog:

domingo, 30 de janeiro de 2011

Breve Estudo Bíblico: Comunidade


TEMA: COMUNIDADE – “Todos os fiéis viviam UNIDOS e tinham TUDO EM COMUM.
                                                                                                              

 (Atos dos Apóstolos 2,44)


Por Cássio José
Membro da Renovação Carismática Católica de Camocim
E da Catequese
Grupo de Oração: Renascer





O desejo de Deus sempre foi “a vivência em unidade entre os homens para com a criação e para consigo mesmo”. Quando Deus criou todas as coisas (Gn 1- 2,4), viu que tudo era bom (Gn 1,4.10.12.18.21.25) e as fez para o homem (Gn 1,26.31). Havia harmonia e intimidade do homem para com Deus (Gn 3,8a) e para com a criação feita pelo Senhor. Além do mais, ao estabelecer o Sacramento do Matrimônio, ao criar a primeira mulher, Eva, o Senhor faz com que tudo estivesse perfeito e acontecesse a harmonia comum entre a humanidade e Deus, o homem e a criação e o homem para com o próprio homem. Tudo está perfeito porque Deus é perfeito e fez todas as coisas perfeitas. Está aí o sonho de Deus: a plena felicidade do homem no jardim. Temos então, uma COMUNIDADE UNIVERSAL E PERFEITA.      
            O Catecismo da Igreja Católica nos ensina que a criação “é a obra comum da Santíssima Trindade”(CIC, n. 292). Ela, por tanto, deve ser o nosso modelo e espelho de comunidade.
No entanto, com a entrada do pecado no mundo (Gn 3), quebra-se a “unidade comum” feita por Deus , a ponto de o homem cometer pecados absurdos e abomináveis como fratricídios (Gn 4, 1-16), promovendo o dilúvio (Gn 6-9). Com a tentativa de construção da Torre de Babel (=confusão, Gn 11,1-9), percebemos que acontece a diversidade de povos e línguas diferentes por falta de unidade dos homens entre si; o que é restaurado na cruz do calvário quando Jesus expande a salvação para todos os povos (Jo 3,16-17) e os une no Reino de Deus, pátria de todos os homens, no dia de Pentecostes (Jl 3,1-2;At 2,5-12), congregando a assembleia das nações no céu (Ap 7,9-10;CIC, n.1045).       
            VIVER EM COM UNIDADE é desafiador e complexo, porque cada um tem personalidade, identidade, desejos e sonhos diferentes e veio de um contexto diferente do outro. Contudo, devemos entender que a vontade de Deus é que todos sejam UM, assim como o Pai, está em Jesus e Jesus está no Pai. Deverá acontecer entre nós uma verdadeira comunidade de homens e mulheres que sejam PERFEITOS NA UNDADE (Jo 17,21.23). Desta forma, haverá DESPOJAMENTO E RENÚNCIA DE SI MESMO para entender e amar o outro (Rm 13,8-10;Gl 5,14):
A multidão dos fiéis era UM SÓ CORAÇÃO E UMA SÓ ALMA. Ninguém considerava exclusivamente seu o que possuía, mas tudo entre eles era comum.
(At 4,32)
            Esta passagem de Atos dos Apóstolos deve ser a palavra de ordem para todos os batizados! Devemos ser o oposto do que o mundo é, no que diz respeito ao egoísmo e individualismo pregados pelas ideologias e filosofias da modernidade. Prova disso, é que em toda Santa Missa rezamos o “Pai Nosso”, e não, o “Pai Meu”.
            Quando Paulo vai fundando as COMUNIDADES, vemos no Brasil e no mundo um desdobramento da VIDA NO ESPÍRITO, promovido pela Renovação Carismática Católica, através de muitas comunidades católicas, sejam de vida ou de aliança, percebemos da parte de Paulo ORIENTAÇÕES FEITAS EM SUAS EPÍSTOLAS, o que a Igreja faz nos dias de hoje através de seu Magistério (cartas apostólicas, constituições dogmáticas, cartas encíclicas...).Devemos obedecer a voz dos pastores da Igreja (Ef 6,5-8). Quanto, às novas comunidades que vão surgindo, assim expressa o Documento de Aparecida:
  “Nesse contexto, também os movimentos e novas comunidades são a oportunidade para que muitas pessoas afastadas possam ter a experiência de encontro vital com Jesus Cristo, e assim recuperar a sua identidade batismal e sua participação na vida da Igreja. Neles podemos ver a multiforme presença e ação santificadora do Espírito”. (Documento de Aparecida, n. 312)

Com a ajuda do Espírito Santo, construiremos a civilização do amor, na vivência em comunidade, segundo as orientações da Igreja e sendo fiéis a vontade de Deus, seguindo o exemplo e modelo da Comunidade Perfeita: A SANTÍSSIMA TRINDADE. Muitos embora o mundo pregue o contrário, com o seu achismo, individualismo, egoísmo e doutrina; há servos de Deus nesta terra, que estão incendiando este mundo com o Amor do Pai, o Senhorio de Jesus e o poder impactante do Espírito Santo.   

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Total de visualizações de página