PAZ E FOGO!!!! SEJAM BEM VINDOS AOS NOSSO AMBIENTE VIRTUAL

sexta-feira, 24 de dezembro de 2010

MINISTROS DE MÚSICA DA IGREJA CATÓLICA ANUNCIAM A VINDA DE JESUS!



Por Cássio José*
Membro da RCC e da Catequese
Grupo de Oração: Renascer

Vemos hoje uma grande façanha de Deus dentro do catolicismo: músicos consagrados a Deus, muitos deles da Renovação Carismática Católica, ensinando aos ouvintes, e pregando, através delas, a Palavra de Deus e os ensinamentos de Jesus.  
O mover do Espírito está motivando os cantores católicos para, até mesmo, pregarem através da música, o anúncio profético da Segunda Vinda Gloriosa de Cristo!




Pretendemos aqui, mostrar aos leitores que os músicos da Igreja Católica não cantam apenas por cantar. Eles trazem, através da música, o que realmente os nossos ouvidos devem ouvir e gostar de ouvir: O que é agradável aos olhos de Deus! Além disso, como foi mencionado acima, temos hoje um bom número de músicas, de cantores de várias comunidades católicas e em lugares diferentes, e com estilos diferentes, nos ensinando que o Senhor Jesus voltará, além de nos indicarem os comportamentos e a postura que devemos ter enquanto Ele ainda não volta.  
Walmir Alencar, Adriana, Padre Fábio de Melo, Anjos de Resgate, Celina Borges, Monsenhor Jonas Abib, Missionário Shalom, Dunga, Salete Ferreira, dentre muitos outros, são exemplos de servos de Deus que usam a música para cumprirem o que o Senhor Jesus disse:

“Ide pelo mundo inteiro, e anunciai o Evangelho a toda criatura”.
(Mc 16,15)

Só para dá um indicativo inicial, a música “Nossa Missão”, faixa12, do CD: Mais Feliz, da missionária e cantora Adriana, assim expressa juntamente com os seguintes cantores: Dunga, Pe. Fábio de Melo, Eliana Ribeiro, Celina Borges, Eugênio Jorge, Dalvimar Gallo, Ziza Fernandes e Walmir Alencar:

Desde o ventre da minha mãe/ Já me conhecia/ Antes que eu nascesse/ Jesus me escolheu/ Hoje a minha vida/ É para o teu louvor/ Sigo anunciando/ O seu eterno amor/
Aonde mandar eu irei / Seu amor eu não posso ocultar/ Quero anunciar/ para o mundo ouvir/ que Jesus é o nosso Salvador
Grão eu estou Senhor/Por que me confiaste/ A missão de proclamar o seu eterno amor/ Mesmo sendo tão pequeno me desta autoridade/ De em seu nome anunciar/ A paz e a liberdade. 

Os cantores católicos percebem assim, que de fato, tem a missão de pregar a Palavra de Deus através da música. E muitos estão anunciando, musicalmente, a Segunda Vinda Gloriosa de Jesus.
Quando ouvimos, por exemplo, a música “Renda-se!”, do ministério Adoração e Vida, sob o comando do cantor Walmir Alencar, música lindíssima e escatológica, além de profética, percebemos o anúncio profético da Volta de Jesus. Essa letra musical é encontrada, por exemplo, no CD e DVD: Hoje Livre Sou, faixa 01:

Reina o Senhor! Toda a terra verá/ Ele voltará/ Com glória, força e poder/ Povos e nações/ Todos afluirão/ Ao ouvirem o som/ dos anjos anunciando e então/ Diante do Rei dos reis tremerão.
Glória e majestade ao rei/ Cristo Jesus/ Cordeiro santo/ Raiz de Davi/ Que amou o mundo e abriu as portas do céu/ A todo aquele que Ele redimir.
Renda-se!/ Ainda há tempo de retornar/ Renda-se!/ Vida nova receberás/ Renda-se!/ Abandone-se sem reservas/ Renda-se!/ O senhor disse e cumprirá/ Renda-se!/ Toda lágrima enxugarás/ Renda-se!/ Aquele que era, que é e que há de vir.

O ministro de música Walmir Alencar, usado pelo Espírito Santo está simplesmente afirmando uma verdade bíblica e católica: Jesus virá novamente! Não pode haver omissão por parte, também dos ministros de música, quanto ao anuncio desta verdade. Olha a diferença! Nossos ouvidos certamente têm mais gosto e desejo em ouvi esse tipo de música, por que traz consigo toda a doutrina bíblica e católica! Jesus virá outra vez para nos buscar! Isso é bíblico e não invenção musical de Walmir Alencar. Leia na tua Bíblia apenas esses seguintes textos: Jo 14,2-3; Mt 24-25; At 1,11; Lc 21,25-30; Mc 13, 24-37...
Só Para “dar água na boca” o que dizer do seguinte louvor: Então se verá/ o Filho do homem/ vindo sobre as nuvens com poder e glória/ Por que assim como o relâmpago que sai do Ocidente e mostra no Oriente/ Assim há de ser/ a Vinda do Filho do homem?
E deste: Eu louvarei (5x) o meu Senhor! João viu o número/ dos redimidos/ e todos louvavam o Senhor...
Olha só mais este pedacinho da música Celebra a Vitória de Walmir Alencar: ...Celebra a vitória/ o Senhor Jesus/ regressando (voltando) está!
            Já nos primórdios da RCC percebe-se um desejo em pregar, através da música, a Vinda de Jesus!

3. OBEDIÊNCIA DESSES MINISTROS COM A DOUTRINA DA IGREJA:
 
Essa pregação escatológica, é próprio da doutrina católica. A Missa, por exemplo, também tem uma dimensão escatológica (CIC 1000, 1130, 1136-1138, 1326, 1370, 1402-1425):

“Na liturgia da terra, participamos, saboreando-a de antemão, na liturgia celeste, celebrada na cidade santa de Jerusalém, para a qual nos dirigimos como peregrinos e onde Cristo está sentado à direita de Deus, como ministro do santuário e do verdadeiro tabernáculo; com todo o exército da milícia celestial, cantamos ao Senhor um hino de glória; venerando a memória dos santos, esperamos ter alguma parte e comunhão com eles; e aguardamos o Salvador, nosso Senhor Jesus Cristo, até que Ele apareça como nossa vida e também nós apareçamos com Ele na glória”.

(Catecismo da Igreja Católica, n. 1090)

Prova disso na própria Santa Missa, é que na liturgia se canta o Hosana, que será o hino dos eleitos de Deus, os que habitarão o céu por toda a eternidade, que já aqui na terra nós cantamos, em toda Santa Missa:


Hosana, Hosana,
Hosana ao nosso Rei. (2x)
Glorificarei teu nome, ó Deus
Com cânticos te celebrarei.
És santo ó Pai.
És santo ó Pai.
A Ti todo o louvor.
Bendito o que vem em nome do Senhor.
O céu e a terra proclamam teu louvor.
Te exaltarei.
Te exaltarei.
Darei o meu louvor.
Hosana, Hosana,
Hosana ao nosso Rei. (4x)

[Do CD: Pérolas em Canções, música Hosana, faixa 05, de Eugênio Jorge]

Muito embora cantado no presente, todas as vezes que Celebramos a Paixão, Morte e Ressurreição de Jesus – a Santa Missa!, a maioria dos verbos deste lindíssimo Hino de Louvor estão no futuro: glorificarei, com cânticos te celebrarei, te exaltarei, darei o meu louvor.
Desta forma, como diz o Catecismo da Igreja Católica e o Documento de Aparecida, nós já estamos em comunhão com a liturgia celeste, embora estando, ainda, nesta terra:

“Os que desde agora a celebram, para além dos sinais, já estão na liturgia celeste, em que a celebração é toda festa e comunhão”.

(CIC, n. 1136)

“A Igreja peregrina vive antecipadamente a beleza do amor que se realizará no final dos tempos na perfeita comunhão com Deus e com os homens”.

[Documento de Aparecida, n. 160]

Quanto a Vinda de Jesus, que não é um achismo, veja o que é que o sacerdote católico pronuncia na Oração Eucarística no tempo do Advento:

 “Na verdade, é justo e necessário, é nosso dever e
salvação dar-vos graças, sempre e em todo lugar, Senhor, Pai santo, Deus eterno e todo-poderoso, por Cristo, Senhor nosso.
Revestido de nossa fragilidade, ele veio a primeira vez para realizar seu eterno plano de amor e abrir-nos o caminho da salvação.
Revestido de sua glória, ele virá uma segunda vez para conceder-nos em plenitude os bens prometidos que hoje, vigilantes, esperamos.
Por essa razão, agora e sempre, nós nos unimos aos anjos e a todos os santos, cantando (dizendo) a uma só voz....”(Prefácio do Advento I).

Notamos claramente na doutrina litúrgica, nesse prefácio do advento, pregado pela Igreja Católica, e ministrado em todas as Missas durante todos os anos, dois aspectos importantíssimos que envolvem o período adventista:
   
1.      A lembrança e o fato de reviver a Encarnação de Jesus Cristo: O seu nascimento! O Natal do Senhor. Um menino nos foi dado. Aleluia! Aleluia! (A primeira Vinda de Jesus, quando nos trouxe a salvação morrendo no madeiro da cruz);
2.       O fato de que, Jesus virá uma segunda vez; e, enquanto isso não acontece, devemos ser VIGILANTES e, estarmos ESPERANDO a sua volta com toda a santidade.

E ainda tem católicos com vergonha de pregar a Segunda Vinda de Jesus! Isso foi propriedade e pregação da Igreja Católica desde a sua época primitiva, o que, muitas vezes, deixa a desejar nos dias de hoje.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

R@DIO BEATITUDES

Total de visualizações de página