Pesquisar neste blog:

sábado, 23 de outubro de 2010

HÁ UM LUGAR ONDE OS SONHOS NÃO SE ABORTAM!


Por Cássio José
Membro da RCC e da Catequese
Grupo de Oração: Renascer

Abraão tinha 75 anos de idade quando Deus o chamou para emigrar de sua terra e sair de sua parentela para seguir os passos e os lugares que Deus o havia preparado (Gn 12,1-7). O projeto de Deus era tornar o seu nome abençoadamente grande e através dele, vir toda uma raça de homens, mulheres e crianças que venham a reconhecer a unicidade do grande Deus “Eu Sou” (Ex 3,14). Além disso, pelo fato de ser nômade, Deus prometeu uma terra e uma grande descendência. Deus prometeu a Abraão um filho, o filho da promessa!
Geralmente todo sonho surge de alguém que está em situação de impossível e não há possibilidade alguma de realizá-lo. Foi assim com Abraão. Ele já era velho e sua mulher era estéril. Tinham, humanamente, a possibilidade de gerarem um filho? Não! Entretanto, Deus tem o poder de tirar água da rocha! O primeiro passo que Abraão teve para perseguir esse sonho foi uma fé de despojamento! Além disso, alguém lhe fez uma promessa. O sonho de ter um filho era certamente uma felicidade sem igual para um homem hebreu. Nenhum seguidor da promessa de Deus passa pela vergonha e nem pela humilhação! Cedo ou tarde, ele sabe que a promessa se cumprirá! E embora todos digam que “não”!, mas pra ele é “sim”! 
Muitas pessoas hoje neste mundo contemporâneo não tem a coragem de perseguir aquilo que o próprio Deus planejou para a sua vida: O sonho de Deus é que nós sonhemos com o Sonho dEle!
As pessoas estão sonhando errado. Estão buscando no lugar errado. Não existe vitória, sem antes, passarmos pela luta. E todo suor derramado e lágrima descida dos olhos, podem regar os sonhos que estão sendo abortados por este mundo e por suas ideologias satanizadas. O sonho é o nosso combustível. É a esperança de mudança na nossa vida, em que os rumos do nosso viver podem melhorar. É o que nos leva a lutar pelo melhor!
Em um determinado momento da vida de Abraão e Sara, parece que eles não acreditavam no sonho de Deus ou queriam fazer realizar o sonho do jeito deles e no tempo deles. Sara propôs a Abraão para que este se deitasse com sua escrava Agar, e assim o fruto deste relacionamento, seria considerado filho de Abraão e Sara. Eles queriam realizar o sonho do jeito deles quando na verdade, Deus já havia preparado tudo.
Assim acontece conosco: Nós queremos atropelar a promessa que Deus nos fez. E do nosso jeito! É a prática do imediatismo. Tudo tem que ser na nossa hora e do nosso jeito. Errado! Nós não somos donos dessa promessa. Nós estamos aguardando essa promessa. E ela será cumprida. Tudo é no tempo de Deus. Como Pai que ama, ele sabe exatamente o momento adequado para que nós contemplemos com os nossos olhos aquilo que foi prometido pelos Seus lábios.     
Não desistamos! É hora de persistir! Tá demorando? Louve a Deus e aguarde a hora certa. Estão dizendo que não vai dá certo? Não escute essas vozes e sim a Voz daqu’Ele que diz: Eu estou do teu lado! Já estão proferindo a tua derrota e te fazendo derramar lágrimas? Não tem problema! Derrame as lágrimas necessárias para regar a árvore dos teus sonhos. Até mesmo chorando, nós acreditamos que o impossível acontecerá: “O choro pode durar uma noite, mas a alegria vem pelo amanhecer”! (Sl 30,6). Embora que as coisas não estejam bem, olhemos para Aquele que andou por sobre as águas e acalmou a tempestade!
Diferente do que andam pregando por aí, nós não estamos sós! Existe um Deus que realiza em nós maravilhas e não desiste de nós. Ele não aborta sonhos. Ele realiza o impossível de tornar os nossos sonhos realidade. E embora que as circunstâncias digam que não, ele vem em nosso favor para cumprir em nós a sua vontade!
Se você recebeu uma promessa de Deus, e eu sei que você recebeu várias, não venha a abortá-las! Não permita que as pessoas, as situações ou circunstâncias, abortem o sonho que Deus tem para a tua vida! “Nenhum dos teus planos pode ser frustrado”. (Jó 42,2)
Há sim um lugar onde os sonhos não se abortam: É no Senhor!

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Total de visualizações de página