Pesquisar neste blog:

terça-feira, 5 de outubro de 2010

ALIMENTE A TOCHA DO PRIMEIRO AMOR!

Por Cássio José
Membro da Rcc de Camocim
Grupo de Oração:  Renascer
Email: cassiouab@hotmail.com



Muitos dos que conhecem (ou conheceram) o Senhor e experimentam de seu poder e do seu amor, inicialmente, procuram geralmente mudar de vida: Há um desejo de conversão e santidade! É o fogo do primeiro amor. A vontade de fazer tudo na igreja e participar de todos os movimentos e pastorais, a renúncia ao pecado e denúncia do que é das trevas, o afastamento das práticas mundanas e desejo de evangelizar nas 24 horas, são geralmente os primeiros sintomas de um coração apaixonado pelo Senhor. Todo novo convertido passa por isso e algo a mais, de acordo com a experiência do amor pessoal que Deus vai demonstrando para cada um.





Parece que estamos pegando fogo. Tudo é motivo para louvar. Até as lágrimas descem dos nossos olhos glorificando a Deus. A alegria e a esperança parecem está de mãos dadas em todas as situações. Queremos levar a Palavra de Deus para todas as pessoas, sem nos importamos com as consequências que teremos que enfrentar. E ficamos muito felizes se formos açoitados, perseguidos e até não compreendidos e não aceitos na nossa casa por sermos de Deus. Somos chamados de loucos e alienados simplesmente por querermos seguir a Palavra de Deus e não os padrões estabelecidos por este mundo que está nas mãos do maligno, renunciar este mundo de trevas e levar a mensagem daquele que não condena e sim, ama gratuitamente. Mas não ligamos para nada disso, por que sabemos que viemos do alto, daqui não somos, por que somos estrangeiros aqui neste mundo e, embora que estejamos na carne, não vivemos segundo a carne. Passamos nossa vida na terra, mas somos CIDADÃOS DO CÉU. (CIC, n. 2796)






Uma experiência de Seminário de Vida no Espírito Santo, um Congresso Carismático ou um Grupo de Oração podem ter sido locais dos quais te fizeram passar por esse estágio da tua vida denominado por muitos como “primeiro amor”.






O que acontece, no entanto, com muitos carismáticos e cristãos, é que isso parece ser algo passageiro, momentâneo. Muitos dos que vivenciaram isso, nem se quer estão hoje no Grupo de Oração ou noutra pastoral e movimento da Igreja Católica. Perderam o gosto? Foi uma fé infantil? Foi uma alienação como dizem os críticos que não vão com a cara da Renovação Carismática Católica?






Caso você tenha sido tocado por Deus através dessa mensagem, digo-te: Se vivenciamos o primeiro amor e hoje estamos com anos de caminhada, ele deve ser alimentado diariamente. Aquele Seminário de Vida no Espírito Santo que te marcou ou o Congresso Diocesano, Estadual, Nacional ou outro evento da qual você foi tocado por Deus, não foi uma alienação inicial. Foi projeto de Deus para a tua vida. Foi propósito de revolução pessoal e busca do céu. Foi a tua resposta aos anos e anos que Deus te chamava, e finalmente, você aceitou o Senhor.






Deveríamos ser os soldados do fogo. O fogo do primeiro amor, que é a experiência de ter uma vida no Espírito. Todas as pessoas deveriam olhar para nós e perceberem que nós somos o Evangelho vivo do Cristo, não escrito com tinta, mas com o próprio Espírito Santo que é a unção que vem da parte de Deus. Se as pessoas têm sede de Deus, por que estão morrendo se ao lado delas têm homens e mulheres que são lavados e remidos pelo sangue do Cordeiro e testemunhas do Cristo Ressuscitado?






É hora de voltarmos a levar o fogo de Deus! Fogo que queima mesmo! Queima a tristeza e o vazio de nossa alma. Fogo que nos revigora e nos dá força para, de cabeça erguida, passarmos pelo sofrimento sabendo que embora que venha a noite escura, mas a alegria virá ao amanhecer. Ela virá!






Os pregadores estão mortos. Parece ter medo de pregar com ousadia e denunciar as artimanhas do diabo. O relativismo e o condicionismo tomou conta de muitos. Os ministros de música parecem cantar no velório e não no Grupo de Oração. É um louvor sem sal, parado e não toca nem mesmo no coração de uma formiga. Os acolhedores parecem está com fadiga dos que estão entrando na igreja, os jovens não se sentem a vontade e até continuam nos seus grilhões. Cadê o espírito evangélico de revolução de mundo? Foi-se embora!






Antes, as nossas conversas eram outras. Ao encontrar um irmão, dizíamos: Paz de Cristo! E se o mesmo passava por dificuldades, ali mesmo a nossa mão era imposta para fazermos uma oração pelo irmão. E em todas as horas, dizíamos: Oh glória a Deus! Tínhamos cuidado e zelo monstro com os lugares que pisávamos e com as expressões que usávamos. E o coordenador de grupo de oração? Era uma alegria muito grande quando alguém ia em sua casa para partilhar, estudar a Palavra de Deus e fazer orações. Hoje, está tudo mundanizado.






O fogo deve ser levado. O fogo deve se espalhar. Todos têm que estarem na ideologia do fogo do Espírito Santo. Quer no trabalho, em casa, na faculdade, nos lazeres, o fogo que atingir todas as pessoas. Se “quem brinca com fogo pode se queimar”, nós cristãos, não brincando, mas com a seriedade da Palavra, queremos queimar homens e mulheres, crianças, jovens e adultos, velhos e novos, com o fogo do amor de Deus e do Espírito Santo. João Batista disse que Jesus batiza com Espírito Santo e em fogo.






Os que nutrirem o fogo revigorador do Espírito Santo e do amor de Deus, não cansarão jamais. Voarão como a águia. Esse fogo arrepia a pele e traz unção. Terão sempre desejo ardente em serem de Deus e não se contaminarão com as filosofias satânicas e mundanas. Ultrapassarão as muralhas diárias de Jericó e alimentarão do maná cedido por Deus cotidianamente em cada santa Missa. Perceberão que são consagrados do Senhor e separados deste mundo de trevas. Passarão pelo martírio dos últimos dias e pelo amanhecer eterno. Unir-se-ão aos anjos de Deus no céu para cantar incansavelmente o “Hosana Nas Alturas”, adorando a Deus eternamente. Serão referenciais onde pisarem e passarão por muitas dificuldades – se alguém pregou o contrário para você, te enganaram!-, mas sentirão na alma um poder que homem nenhum e nem demônio algum podem arrancar e uma alegria eterna por que saberão que em tudo isso, está a destra poderosa de Deus a lhes assegurar bênção e proteção em todos os âmbitos de sua vida

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Total de visualizações de página