PAZ E FOGO!!!! SEJAM BEM VINDOS AOS NOSSO AMBIENTE VIRTUAL

quarta-feira, 22 de setembro de 2010

TEORIA DA REENCARNAÇÃO E TEOLOGIA DA RESSURREIÇÃO: EXISTE CONCILIAÇÃO?




Como catequista e como pregador da Palavra de Deus, sinto-me na obrigação de esclarecer alguns pontos da fé católica e cristã (coisa que deveria ser de todo católico, sobretudo, líderes da Igreja!). Não sou teólogo, catequeta, exegeta ou biblista. Apenas mísero e pecador mensageiro de Deus, usado pelo Espírito Santo e salvo e remido pelo sangue do Cordeiro de Deus: Jesus!

O fato é que nas turmas de Crisma e nos grupos de Oração, e quando andamos por aí pregando a Palavra de Deus, percebemos uma sede tremenda do povo de Deus quanto ao perigo e as heresias que estão sendo pregadas nas músicas, desenhos a serviço da Nova Ordem Mundial, filmes, novelas... Muitas são as perguntas feitas a respeito. O que nos fazem estudar a Palavra de Deus e o Magistério da Igreja para dar respostas sólidas às muitas indagações. Uma delas é quanto à reencarnação, que desta feita, quero que você expulse do seu coração e de sua mentalidade a anti-doutrina errônea da reencarnação. Para isso, pegue logo uma Bíblia para que possamos orientá-lo como a Palavra de Deus e a Doutrina da Igreja Católica repreende e abomina tal pensamento ou ensinamento veementemente errado.


Uma coisa, como propus na temática, é a teoria da reencarnação (que não se pode ser provada nem biblicamente e nem mesmo cientificamente!). E uma outra coisa, é a Teologia da Ressurreição. Esta, por sua vez, podemos prová-la na Palavra de Deus com inúmeras passagens e nos documentos não apenas atuais, mas desde a época da Igreja Primitiva.

Para começar essa nossa conversa doutrinal, faço-lhe uma pergunta básica: Existe a palavra reencarnação na Bíblia ou provas dela? Pense aí e procure...

Certamente a sua resposta seria um “não!”! Alguém, entretanto, poderia afirmar: Mas, Cássio, não encontramos também na Bíblia as palavras Trindade, Eucaristia, Purgatório. Muito embora, porém, não sejam encontradas essas palavras dentro da Sagrada Escritura, podemos provar que essas palavras (que se tornaram ensinamento doutrinal católico), partem de fundamentos bíblicos. Ou seja, podemos provar na Bíblia que são ensinamentos verdadeiros e que vieram da revelação de Deus. A reencarnação por sua vez, nem se quer fundamento bíblico podemos encontrá-lo para fundamentá-la na Palavra. Além disso, encontramos uma enxurrada de passagens bíblicas que a condenam e a desmentem. Vejam os apenas algumas.

Antes, contudo, quero deixar bem claro, que o objetivo desse artigo não é levantar uma cultura de ódio contra ninguém. Quero e desejo sim, orientar e tirar do erro doutrinal, os católicos, uma vez que a Bíblia nos diz que o povo de Deus se perde por falta de conhecimento (Os 4,6). Este, então está sendo pregado agora!   

A BÍBLIA CONDENA A REENCARNAÇÃO!

Como já afirmei acima, existem inúmeras passagens bíblicas que condenam a reencarnação. Antes, entretanto, vejam que já no deserto, antes de os israelitas adentrarem na terra prometida, Deus os proíbe de se comportarem iguais aos pagãos. Leia com atenção:

  “Quando tiveres entrado na terra que o Senhor, teu Deus, te dá, não te porás a imitar as práticas abomináveis da gente daquele terra. Não se ache no meio de ti quem faça passar pelo fogo seu filho ou sua filha, nem quem se dê à adivinhação, à astrologia, aos agouros, ao feiticismo, à magia, ao espiritismo, à adivinhação ou â invocação dos mortos, porque o Senhor, teu Deus, abomina aqueles que se dão a essas práticas, e é por causa dessas abominações que o Senhor, teu Deus, expulsa diante de ti essas nações. Serás inteiramente do Senhor, teu Deus. As nações que vais despojar ouvem os agoureiros e os adivinhos; a ti, porém, o Senhor, teu Deus, não o permite”.

 (Deuteronômio 18, 9-14)

Caso fosse permitida por Deus a crença e adesão às práticas errôneas e abomináveis (adivinhação, astrologia, agouros, feitiçaria, magia, espiritismo, invocação aos mortos) e etc, Deus não teria orientado o Seu povo a renunciar a pratica de tais atos. O que vemos na contemporaneidade, no entanto, é a crença numa teoria diabólica e irracional. Olha o que diz a Bíblia no que diz respeito ao número de vidas:

“Como está determinado que os homens morram uma só vez, e logo em seguida vem o juízo, assim Cristo se ofereceu uma só vez para tomar sobre si os pecados da multidão, e aparecerá uma segunda vez, não, porém em razão do pecado, mas para trazer a salvação àqueles que o esperam”. (Hebreus 9,27-28)

A reencarnação pressupõe justamente uma pluralidade de vidas em que uma só alma perpassa ou transmigra por vários corpos. Como isso é possível se a Palavra de Deus afirma que existe uma só vida e um juízo particular e um juízo final?

Quando Jesus morre naquela cruz, um dos ladrões se converte. Ele diz a Jesus: “Lembra-te de mim quando tiveres entrado no teu reino” (Lc 23,42). Jesus logo responde: “Hoje mesmo estarás comigo no paraíso” (Lc 23,43). Se existisse reencarnação, Jesus não teria afirmado o que afirmou, e sim algo do tipo: você vai passar por várias reencarnações para entrar no meu Reino. Dê umas voltinhas pelos espaços da terra. Agora você é uma alma penada!

Os espíritas, no entanto, nem no céu e nem no inferno acreditam. Para eles a crucificação de Jesus não foi sacrifício para a remissão dos pecados e salvação das almas. Eles não aceitam essas verdades bíblicas. Preferem acreditar e aceitar nas mentiras do diabo de que eles têm que se reencarnarem. Ou não tem juízo ou são irracionais.

Por que então, os católicos, aceitam com tanta facilidade essa doutrina (sobretudo assistindo as novelas imundas), que está levando muitas almas a terem contato com demônios e podem, no futuro eterno, nadarem no lago de fogo do inferno? Você já parou para pensar que você pode ser mais um desses otários contemporâneos? É meu querido, o diabo cria nomes chiques pros escravos dele.

***

Quando a pessoa morre não há mais possibilidade nenhuma de comunicação com os vivos. Primeiro, por que quem está nos ares ou são anjos ou são demônios (Ef 6,12; Jo 1,51) e não “almas penadas” como dizem algumas pessoas por aí. Segundo, quando alguém morre não há mais racionalidade em si mesmo. Como então ela pode voltar ou comunicar-se com um vivo? Veja o que diz a Bíblia Sagrada:

“Os vivos sabem que hão de morrer, mas os mortos não sabem mais nada; para eles não há mais recompensa, porque sua lembrança está esquecida”. (Eclesiastes 9,5)

“Tudo que tua mão encontra para fazer, faze-o com todas as tuas faculdades, pois que na região dos mortos, para onde vais, não há mais trabalho, nem ciência, nem inteligência, nem sabedoria”. (Eclesiastes 9,10)

Se não há mais trabalho, nem ciência, nem inteligência, nem sabedoria, quem então se comunica com os vivos nos terreiro de macumba ou nos lugares propostos pelo espiritismo através de um médium, por exemplo? A Bíblia responde! Veja:

O que não é de espantar. Pois, o próprio Satanás se transfigura em anjo de luz” (II Cor 11,14).
Devemos assim, tomar muito cuidado com as heresias e práticas ensinadas pelo espiritismo. Paulo ainda afirma nessa mesma passagem, que não somente Satanás se transfigura em anjo de luz, mas também, os outros demônios (II Cor 11,15). Você ainda vai permitir ser enganado por algum médium afirmando está conversando com um ente querido seu quando na verdade pode ser um demônio? “O pai da mentira é o diabo”! (João 8,44)

Na parábola do rico e do pobre Lázaro, encontramos uma outra verdade bíblica para desmascarar a mentira diabólica de que existe reencarnação e de que os homens vivos podem se comunicar com os mortos:

Além de tudo, há entre nós e vós um grande abismo, de maneira que, os que querem passar daqui para vós, não o podem, nem os de lá passar para cá”.
(Lc 16,26)

Jesus é bem claro e direto quando afirma que HÁ UM GRANDE ABISMO e que os vivos não podem se comunicar com os mortos e nem o contrário.

Ainda no Antigo Testamento encontramos no livro de Jó e no livro dos Salmos:

“Mas quando o homem morre, fica estendido... as águas correm do lago, o rio se esgota e seca; assim o homem se deita para não mais levantar. Durante toda a duração dos céus, ele não despertará”.

(Jó 14,10-12)

“Porque no seio da morte não há quem de vós se lembre; quem vos glorificará na habitação dos mortos?”
(Sl 6,6)

Um outro ponto que podemos indagar quanto à reencarnação, é que ela não tem fundamentação científica, por que hoje eu posso me reencarnar num corpo de operário, em uma outra reencarnação num docente de quatro filhos e assim por diante. Qual seria então minha personalidade. Há aí, uma “despersonalização” da pessoa humana.  
  
O Catecismo da Igreja Católica ainda afirma que não existe arrependimento nem para os anjos após terem caído, e nem para os homens após a morte (CIC, n. 393).

Como cristãos devemos alertar uns aos outros. O que está sendo pregado pelos meios de comunicação e pelas falsas doutrinas, é uma verdadeira epidemia espiritual contra a Teologia da Ressurreição. Os quatro Evangelhos mostram claramente que o Senhor Jesus ressuscitou ao terceiro dia para que nós também possamos ressuscitar no último dia. Satanás sabendo que não tem mais jeito procura impedir-nos de conhecer a Verdade para aceitarmos a sua mentira. Não demos crédito a tais heresias! É hora de desligar a televisão e ler a Sagrada Escritura. Renuncie assistir a qualquer novela enquanto há tempo e se converta o mais rápido possível. Nós temos um Deus imenso e maravilhoso. Não há nem como trocá-lo por demônios ou doutrinas que só trazem destruição e morte. Diga pra si mesmo: Eu sou do Senhor Jesus e O aceito como o meu único Senhor e absoluto Salvador. Procure um sacerdote católico e vá se confessar e não falte mais a Santa Missa, que é o verdadeiro congresso de cura e libertação por que temos a Mesa da Palavra e o Corpo e Sangue de Nosso Senhor Jesus Cristo.

 Glória a Deus! Louve você também.

Cássio José

Um comentário:

  1. Meu caro amigo, está claro o teu total despreparo no domínio do assunto, antes de condenares algo, pelo menos adquira algum conhecimento sobre tal, ou então encontre argumentos que pelo menos não possam ser usados contra os seus próprios.

    Queres falar em comprovação de uma teoria?
    Segundo o dicionário, "TEORIA é o conhecimento descritivo puramente racional. O substantivo theoría significa ação de contemplar, olhar, examinar, especular. Também pode ser entendido como forma de pensar e entender algum fenômeno a partir da observação.", portanto, tendo em mãos este simples artefato vossa senhoria saberia por exemplo, que nem sempre um teoria fica comprovada por meios físicos ou científicos, tal qual sua BÍBLIA, que aparentemente se refere à alguma TEORIA com fundamento ou não em âmbito científico, e já aproveitando o gancho de estarmos falando dela, não querendo colocar em xeque o conteúdo dela, mas creio que pelos argumentos dela você desconheça suas possibilidades de tradução, posto que na época de sua origem ainda nem existir a palavra RESSURREIÇÃO, esta palavra foi introduzida algumas boas décadas depois e seu conteúdo original vinha sim entendido como sendo REENCARNAÇÃO (ainda assim não era a tradução exata, porém era a mais fiel ao princípio que estava exposto), assim como também nas principais traduções da Bíblia não virem com nada personificando o Diabo, vinha sim como tendo forças ou energias maléficas, tanto que se pagarmos o nome Lúcifer, sua tradução mais precisa seria "Aquele que trás luz", ou então "Estrela da manhã" que era a estrela q enunciava o começo do dia ou, claro, que traria a luz, o que me faz lembrar que na Bíblia, o próprio Cristo já havia sido chamado assim.

    Atualmente existem mais de 900 traduções com significados diferentes e divergentes entre si, mas é claro que como alguém que pensa tanto em apenas instruir os outros o senhor já deve ter estudado muito e por isto sabe afirmar que depois de centenas de anos e centenas de traduções é exatamente a SUA Bíblia, e com a SUA compreensão que são corretas, está comprovado que ela esta certa em...... ãnnn...... bom, devem ter tido alguma experiência de alguma maneira que ninguém conheça para comprovar, porque tudo que eu me lembro que existe é exatamente o que existe entre católicos, evangélicos, kardecistas budistas ou qualquer outra religião, todas possuem APENAS FÉ, mas isto também não deve existir, afinal não existe nada que comprove sua existência...

    ResponderExcluir

R@DIO BEATITUDES

Total de visualizações de página