Pesquisar neste blog:

sábado, 19 de junho de 2010

Futebol tem enorme potencial evangelizador, afirma Bispo.


Em uma entrevista dada a conhecer pela Conferência Episcopal do Chile o Bispo Auxiliar de Santiago, Dom Cristián Contreras Villarroel, assinalou que “na grande maioria de jogadores de futebol encontramos expressões de religiosidade” que constituem “um potencial evangelizador enorme”.
 
Antes do encontro no qual o Chile derrotou a Honduras pela mínima diferença, o Prelado assinalou que os jogadores “entram no campo de esportes fazendo o sinal da cruz. Fazem um gol e o dedicam ao céu com o sinal da cruz. Nesses gestos há um potencial evangelizador enorme. Pergunto-me como podemos acompanhar os jovens jogadores de futebol”.
“Poder-se-ia estabelecer um serviço a eles desde alguma de nossas Vicarias e com as direções dos clubes. Algo poderíamos oferecer a respeito, uma pastoral do esporte. Acredito que há pessoas como o grande tenista Jaime Fillol, (o ex- jogador de futebol) Arturo Salah e tantos outros que poderiam ajudar-nos neste serviço”, acrescentou.
Do mesmo modo, Dom Contreras recordou que “o esporte e o futebol em particular fazem um bem enorme ao desenvolvimento integral das pessoas” por isso “todo seminarista e sacerdote deve praticar algum esporte, embora seja a bicicleta estática, como é meu caso atual”.
Seguidamente, o Prelado se referiu ao tema das torcidas e assinalou que este é um “fenômeno ao que não devemos tirar relevância e que deve ser abordado desde várias perspectivas: a exclusão social, a necessidade de ter referências associativas e que lhes proporcionem identidade aos jovens, a violência física entre elas e também a violência verbal para os jogadores”.
Ao ser perguntado sobre o Mundial África do Sul 2010 no qual participa a seleção de seu país, o Bispo Auxiliar de Santiago assinalou que é um bem “ver tantas seleções procurando sua classificação à outra fase e a alegria das pessoas”.

por: ACI

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Total de visualizações de página