Pesquisar neste blog:

segunda-feira, 19 de abril de 2010

Papa chora com vítimas de abusos sexuais.

Folha de S.Paulo



O papa Bento 16 rezou e chorou ontem, 18, com oito vítimas de abuso sexual cometidos por padres católicos, em Malta, e prometeu que a igreja está fazendo “tudo o que está em seu alcance” para levar a julgamento os responsáveis e “proteger os jovens”, anunciou o Vaticano.



“Foi emocionante. Todos choraram”, afirmou Lawrence Grech, uma vítima hoje com 37 anos, após ter participado do encontro com o papa, em seu último dia de visita à ilha.



O encontro, anunciado somente após seu encerramento, foi o primeiro gesto de Bento 16 desde que a recente onda de escândalos de pedofilia tomou conta da Igreja Católica. O papa já havia se encontrado com vítimas de abusos em ao menos outras duas ocasiões: nos EUA e na Austrália, ambos em 2008.



Segundo o Vaticano, o papa “rezou com eles [...], ficou profundamente emocionado com suas histórias e expressou vergonha por aquilo que as vítimas e suas famílias sofreram”.



“Perdi minha fé nos últimos 20 anos”, disse Grech. “Eu lhe disse: “Você não pode preencher o vazio, preencher o que os padres tiraram de mim quando eu era jovem. Esta experiência [de encontrar o papa] irá mudar minha vida. Agora posso dizer à minha filha: “Eu acredito’”, concluiu, em lágrimas.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Total de visualizações de página