Pesquisar neste blog:

sábado, 20 de março de 2010

QUALQUER CRISTÃO PODE FAZER EXORCISMO?


É natural perceber essa pergunta quando pregamos sobre Senhorio de Jesus, Falsas Doutrinas ou até mesmo Nova Era e Satanismo em algum Seminário de Vida no Espírito Santo. A curiosidade surge pelo fato de haver a denúncia de algumas falsas doutrinas como superstição, astrologia (signos, horóscopos), espiritismo (e suas ramificações: macumba, candomblé, umbanda, quimbanda...), satanismo, maçonaria, etc. 

Independentemente disso, pode acontecer de um dia, cedo ou tarde, o cristão ser pegue de surpresa em qualquer momento de seu ministério de ser chamado para “expulsar” algum demônio de alguém pode está possesso.
Todo cristão é sacerdote, profeta e rei quando, em Cristo, recebeu o Sacramento do Batismo. A partir daí, ele tem todo o poder do Espírito Santo para manifestar a graça de Deus e seu poder, seja cura, milagres, expulsar demônios.
Segundo um artigo de D. Gabriele Anorth, publicado na revista Vida Pastoral italiana, janeiro de 1998, pelo seguimento as palavras de Jesus e o exemplo dos apóstolos, nos três primeiros séculos, era dada a liberdade para todos os cristãos realizarem exorcismos. Essa prática é comprovada por meio dos escritos de pessoas do porte de São Justino de Roma, Tertuliano, Santo Irineu, entre outros.
No século IV o exorcismo era largamente praticado, conservando-se a lembrança de alguns exorcistas: São Martinho de Tours e os primeiros monges, como Santo Antão, Santo Pacômio e outros. A partir de 416, o papa Inocêncio I estabelece que os exorcismos somente poderiam ser realizados com autorização de um bispo.       
Por isso, Igreja tem certo cuidado e zelo quando se trata em questões de exorcismos. Podemos dizer que existem orações de libertação (que qualquer cristão pode chegar a fazer), e a Celebração do Exorcismo (que pode ser feita somente com um sacerdote exorcista). O padre Vagner Baia, consagrado na Comunidade Canção Nova, faz parte da Associação Mundial dos Exorcistas, nos em seu livro, algumas orientações quanto a prática do Exorcismo:
            “O ministério de exorcizar os atormentados é concedido por peculiar e expressa licença do Ordinário local que, normalmente, será o próprio bispo diocesano. Essa licença só deve ser concedida a um sacerdote que se distinga pela ciência, prudência, integridade de vida e especificamente preparado para esta função. pode ser somente pelo sacerdote a quem foi conduzido o “Múnus de exorcista”, de modo estável ou para um caso sob moderação do Ordinário”. (Do Livro Liberto das Forças Ocultas, p. 89).
            Algumas observações são feitas pelo padre Vagner Baia, para tratar-se ou não, de possessão:
“Em primeiro lugar, não creia facilmente que alguém esteja possesso pelo demônio, pois pode tratar de outra doença, sobretudo psíquica... Igualmente, para não ser induzido a um erro, preste atenção aos artifícios e fraudes usados pelo diabo para enganar a pessoa, para convencer o possesso a não se submeter ao Exorcismo, diz tratar-se de doença natural ou que depende de médico ” (idem).
            Vagner Baia, ainda explica que alguns sinais podem ser comprovações de que se trata de possessão: forte aversão a Deus, ao Santíssimo nome de Jesus, à Bem Aventurada Virgem Maria e aos Santos, á Igreja, á Palavra de Deus, ás coisas, Ritos, especialmente sacramentais e imagens sacras. Os sinais de obsessão diabólica, segundo a praxe comprovada, são: falar muitas palavras numa língua desconhecida ou entender alguém que fala; manifestar coisas distantes ou ocultas; mostrar forças superiores à idade ou ás condições físicas...   
            O exorcismo deve ser feito de forma que manifeste a fé da Igreja e ninguém pode considerá-lo uma ação mágica ou supersticiosa. Deve-se tomar cuidado para que não se transforme num espetáculo para os representantes. Enquanto se faz o Exorcismo, de forma alguma se dê espaço para qualquer meio de comunicação social e que, antes de fazer o Exorcismo e depois de tê-lo feito, o exorcista e os presentes não divulguem a notícia, observando a necessária descrição.   
               O Catecismo da Igreja Católica assim descreve sua explicação quanto ao Exorcismo:

“Quando a Igreja pede publicamente e com autoridade, em nome de Jesus Cristo, que uma pessoa ou objeto seja protegido contra a ação do Maligno e subtraído ao seu domínio, fala-se de exorcismo. Jesus praticou-o (Mc 3, 15; 6, 7.13; 16, 17.), é d'Ele que a Igreja obtém o poder e encargo de exorcizar. Sob uma forma simples, faz-se o exorcismo na celebração do Batismo. O exorcismo solene, chamado «grande exorcismo», só pode ser feito por um presbítero e com licença do bispo. Deve proceder-se a ele com prudência, observando estritamente as regras estabelecidas pela Igreja. O exorcismo tem por fim expulsar os demônios ou libertar do poder diabólico, e isto em virtude da autoridade espiritual que Jesus confiou à sua Igreja. Muito diferente é o caso das doenças, sobretudo psíquicas, cujo tratamento depende da ciência médica. Por isso, antes de se proceder ao exorcismo, é importante ter a certeza de que se trata duma presença diabólica e não duma doença”. (Catecismo da Igreja Católica, n. 1673).


Referências Bibliográficas:

ü  Bíblia Sagrada Ave Maria;
ü  Catecismo da Igreja Católica;
ü  Católico pode ou não pode? 2 parte, padre Alberto Gambarine;
ü  Libertos das Forças ocultas, padre Vagner Baia.
                                             Cássio José
                                     E-mail: cassiouab@hotmail.com

7 comentários:

  1. Parabens pelo Blog. Muito interessante, instrutivo e integro.

    Gostei da forma como voce abordou o tema. Se restringindo nesse momento apenas a relatas fatos, nao expressando opiniao propria.

    Muito bom as fontes de pesquisa que vc utilizou e as citacoes. Parabens Cassio! Que Nosso Senhor Jesus Cristo continue te iluminando e voce siga firme como missionario de Cristo. Que orgulho encontrar jovens como voce...

    ResponderExcluir
  2. mas onde encontro o ritual do exorcismo??

    ResponderExcluir
  3. Esse relatório é de suma importância para todo o cristão que sofre com o poder maligno. precisamos mai buscar a Jesus para não passar ´por isso.

    ResponderExcluir
  4. Esse relatório é de suma importância para todo o cristão que sofre com o poder maligno. precisamos mai buscar a Jesus para não passar ´por isso.

    ResponderExcluir
  5. Preciso de ajuda! Minha família está sendo destruída e não sei o que fazer
    para ajudar! Sei que existem entidades que estão atuando para que isso
    ocorra. Não sei quem são, por isso preciso de ajuda que possa ver e
    identificar os inimigos e afastá-los da minha família e de mim. Não sei se
    é possessão ou influência maligna, mas a minha família e eu podemos ser
    destruídos (mortos) a qualquer momento! (Sem dramatização). Por favor, não
    tenho muito tempo, não tenho dinheiro pois está afetando minha vida
    financeira e estou desesperado, pois tenho muitas dívidas e estou sendo
    ameaçado. Me ajudem, Por favor! Eu imploro em nome de Deus, em nome de
    Jesus, em nome do Espírito Santo. Socorro. Falo da minha MÃE.

    Meu contato: (92)98198-3944

    Por favor! Estou desesperado.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oriento você a procurar na sua paróquia algum Grupo de Oração da Renovação Carismática Católica para fazer um acompanhamento espiritual de combate as trevas. Além disso, procure um sacerdote e peça ajuda. Deus o abençõe grandemente!!!

      Excluir
  6. Preciso de ajuda! Minha família está sendo destruída e não sei o que fazer
    para ajudar! Sei que existem entidades que estão atuando para que isso
    ocorra. Não sei quem são, por isso preciso de ajuda que possa ver e
    identificar os inimigos e afastá-los da minha família e de mim. Não sei se
    é possessão ou influência maligna, mas a minha família e eu podemos ser
    destruídos (mortos) a qualquer momento! (Sem dramatização). Por favor, não
    tenho muito tempo, não tenho dinheiro pois está afetando minha vida
    financeira e estou desesperado, pois tenho muitas dívidas e estou sendo
    ameaçado. Me ajudem, Por favor! Eu imploro em nome de Deus, em nome de
    Jesus, em nome do Espírito Santo. Socorro. Falo da minha MÃE.

    Meu contato: (92)98198-3944

    Por favor! Estou desesperado.

    ResponderExcluir

Total de visualizações de página