Pesquisar neste blog:

sexta-feira, 24 de dezembro de 2010

MÚSICAS ESCATOLÓGICAS NO SEIO CATÓLICO:


Por Cássio José*
Membro da RCC e da Catequese
Grupo de Oração: Renascer

Toda igreja cristã aceita, sem haver dúvidas, a Vinda Gloriosa de Jesus Cristo. Retomando ainda a música Renda-se, observa-se que o autor musical certamente pegou vários trechos bíblicos e foi “costurando”, constituindo assim, a sua letra musical sob a ação do Espírito.


Em antiga música de Walmir Alencar, quando o cantor fazia parte da banda Vida Reluz, sob o título, Pisará nosso chão, no CD “Celebra a vitória”, certamente os mais antigos da RCC, sobretudo os ministros de música, lembrarão dessa música! -, percebemos que já nos primórdios de sua caminhada, havia um desejo, de Walmir Alencar, em anunciar o retorno de Jesus:

 Quando chegar o dia escolhido por Deus/ se abrirão as cortinas que revestem o céu/ e num cortejo de luz do alto os anjos virão até nós/ revestidos de sol unidos numa só voz/ Eis que a terra será tomada por grande luz/ e os olhos dos homens se abrirão para ver/ se cumprir a promessa, a palavra que um dia se ouviu/ que o Senhor voltaria no dia final/ E banhado de luz vem o Filho do homem/ descerá até nós/ pisará nosso chão sofrido/ julgará o coração/ da humanidade/ com misericórdia/
Eis que trago nas mãos este recado de Deus/ prepara o teu coração/ apressar-te ao voltar/ não sabemos o dia/ é preciso vigiar e orar/ só temos uma certeza: Jesus voltará!
E banhado de luz vem o Filho do homem/ descerá até nós/ pisará nosso chão sofrido/ julgará o coração/ da humanidade/ com misericórdia/

Poderíamos traçar até mesmo uma linha de estudo escatológico e comprová-lo através da Sagrada Escritura do que aqui é cantado por Walmir Alencar:

Ø  O dia escolhido por Deus vai chegar (o Dia do julgamento): II Pd 3,10.
Ø  Os anjos (antecipadamente prepararão e) anunciarão a Sua Vinda: Mt 25,31; I Ts 4,16.
Ø  A Promessa da Chegada de Cristo vai se cumprir: II Pd 3, 9.
Ø  Todos os olhos vão ver o Filho do Homem descer com poder e glória nesse Dia de Deus: Ap 1,7
Ø  Haverá o julgamento de toda a humanidade: Mt 25, 31-46; Ap 20,11-15
Ø  Devemos nos preparar com vigilância e oração: Lc 21,36.
Ø  O dia e a hora não sabemos: Mt 24,36.44   

 Em homenagem ao Papa João Paulo II, novamente Walmir Alencar traz em sua música Tu és Pedro, desta vez no CD: Misericórdia Infinita, característica escatológica em suas composições musicais:

Sei que teu silêncio faz mover os corações/ silêncio de profeta fala mais que mil canções/ todo chão que recebeu teu beijo e teu andar/ vive em santa espera por Aquele que virá/ canta forte a humanidade/ aos ouvidos de Deus chega a sua voz/ dando graças por ti João Paulo/ pela paz semeada entre nós/
Pra sempre cantarei/ as maravilha que Deus realizou em ti/ tu és Pedro/ fundamento da paz/ pedra que não se quebrou/ homem que não se curvou/ és em Cristo nosso bom pastor/
Pra sempre cantarei as maravilhas que Deus realizou em nós/ pela força/ do teu jeito de amar/ pedra que se enterneceu/ homem que aponta o céu/ sim, tua saudade deixará.

            Podemos ver aqui todo um respeito e reconhecimento que todo católico deveria ter para com o Papa.
Uma música mundana é capaz de por à perder uma pessoa no ensino de doutrinas erradas, contrárias a de Jesus e da Igreja! Uma canção belíssima como essa - que foi criada através do mover do Espírito Santo! - é capaz de ensinar a doutrina ensinada pelo magistério da Igreja e trazer pessoas afastadas para colo de Deus! . 
A banda Católica, Anjos de Resgate, também anuncia a volta de Jesus e de seu reinado de amor com a música: Glórias ao Rei Jesus! Observe:
           
Um grito pela paz/ recoa pelo ar: Glórias ao Rei Jesus!/ ensinado corações/O milagre de amar: Glórias ao Rei Jesus/ (Bis)
Até as nuvens que passam no ar/ irão se alegrar/ pois sobre elas/ Jesus nosso rei/ em sua glória virá!
oh aleluia,aleluia/ Deus é nosso Rei. Aleluia!/ Glória ao nosso Deus
Glórias ao Rei Jesus/ Santo dos santos!/ o seu amor reinará. Aleluia!
É tempo de orar/ e juntos vamos dar/: Glórias ao Rei Jesus!/
E desce sobre nós/ com júbilo e paz:/ Glórias ao Rei Jesus!
           
No CD: Um só coração, dessa mesma banda, encontramos a música Exaltado entre as nações, faixa 07. Mais uma vez Anjos de Resgate anuncia Vinda Gloriosa de Jesus. Veja a canção abaixo:

Glória!/ Todas as nações cantem vitória/ Pois Deus está por vir em sua glória/ A terra tremerá/ O mundo inteiro se prostrará a ti/ Cantando glória ao Deus que é comunhão oh corpo e sangue de Jesus cantemos/
Aleluia! Adorado em canções/ Aleluia!/ Exaltado entre as nações/Aleluia!/ Honra e glória a ti meu rei/ Pelos séculos dos séculos/ Amém!

A missionária e cantora da Comunidade Canção Nova, Salete Ferreira, no CD Tudo Passa, traz duais canções que apontam para a Vinda de Jesus. As músicas são: Tudo passa e Por entre aclamações:

Tudo passa/ Tudo passa/ Tudo vai passar/ Só não muda o amor de Deus que é Pai/ Nem a morte nem a dor nem a solidão pode superar o amor de Deus por mim/
Só Deus não passará/ Só Deus permanecerá/ Só Deus/ Seu amor que vive em mim/
Só Deus não passará/ Só Deus permanecerá/ Só Deus/ Ele voltará
Oh Senhor teu corpo e sangue/ Minha redenção/ Aliança por toda a eternidade/ vem agora oh meu Deus tomar o meu coração/ Pois sem ti nada posso realizar/
Só Deus não passará/ Só Deus permanecerá/ Só Deus/ Seu amor que vive em mim/
Só Deus não passará/ Só Deus permanecerá/ Só Deus/ Ele voltará

[Música “Tudo Passa” de Salete Ferreira. CD: Tudo Passa]

Por entre aclamações o Senhor ressuscitou/ O Senhor ressurgiu ao toque da trombeta/
Adoremos a Deus/ Louvores/ Por entre aclamações Ele virá/
Por entre aclamações o Senhor se elevou/ O Senhor subiu ao toque da trombeta/ 
Adoremos a Deus/ Louvores/ Por entre aclamações Ele virá/
Por entre aclamações o Espírito se derramou/ O senhor renova a face da terra/
Adoremos a Deus/ Louvores/ Por entre aclamações Ele virá/
Por entre aclamações o Senhor retornará/ O Senhor virá ao toque da trombeta/ Com os anos com os santos/ com a virgem mãe de Deus/ Renderemos louvores àquele que venceu/
Adoremos a Deus/ Louvores/ Por entre aclamações Ele virá/

[Música: Por entre aclamações de Salete Ferreira do mesmo CD]

A ministra de música, chamada Adriana, muito conceituada no público católico e que inclusive, cantou para o Papa Bento XVI com um outro cantor da RCC do Brasil, Eugênio Jorge, nos diz em uma de suas belas músicas, intitulada “Nova Jerusalém”:

Sei que Jesus voltará/ Mas não me pergunte: “Quando será?”/ Eu só sei dizer/ Que quando isso acontecer/ Eu irei sim para o céu/ Céu, um céu de luz/ Pra Nova Jerusalém/ Encontrar-me com o Rei/ Eu vou, vou adorar/ Aquele que deu-me a eterna Salvação /
Sei que esse dia será/ motivo de grande alegria/ pois os que se entregam a Jesus de corpo e alma irão subir/ para a glória eterna/ ...  
Enquanto ele não voltar/ eu vou viver mais e mais/ como quem espera o Salvador/ que virá/ Sim, virá!/ E me levará/ e te levará para o céu...

Olha que espetáculo! Essa letra é doutrinal e escatológica ao mesmo tempo! Doutrinal, por que ensina algo bíblico e lindíssimo, por se tratar de uma esperança dos cristãos: A volta de Jesus e nossa moradia eterna no céu, a Nova Jerusalém. E isso, foi o mover da vida da Igreja Primitiva: Eles ansiavam para que Jesus voltasse logo. E escatológica, por que essa doutrina/catequese/ensinamento, diz respeito a ensinamentos dos últimos tempos, evidenciando a Segunda Vinda de Cristo.
Poderíamos fazer uma análise bem aprofundada da música, como por exemplo: No céu, encontraremos com o nosso Rei para adorá-lo, isso acontecerá na Nova Jerusalém que descerá do céu (Ap 21, 1-9), irão subir somente os que se entregarem ao Senhor Jesus de corpo e alma...
Entretanto, como essa música não é o nosso único objeto de estudo, analisaremos aqui apenas três pontos fundamentais: Jesus voltará? Quando? Qual deve será a nossa postura, nesta terra, enquanto ele não volta?
Pros que desejam aprender sobre a Vinda de Jesus, ela é simplesmente, perfeita, muito embora, deva ser aprofundada! Mas quanto ao meio que foi usado, a música, ela comporta um verdadeiro estudo escatológico.
Veja: a ministra católica já chega afirmando, já no início da música, na primeira frase, seguramente, que Sabe - por tanto tem convicção! - que Jesus voltará!
Só aqui, ela já repreende todas as afirmações falsas e satânicas dos que, também nos dias de hoje, afirmam que Jesus está tardando, afirmando sendo vã e falsa a sua promessa de que virá outra vez. Observe que a Palavra de Deus já atentava para isso:

“O Senhor não retarda o cumprimento de sua promessa, como alguns pensam, mas usa de paciência para conosco. Não quer que ninguém pereça, ao contrário, quer que todos se arrependam”.
(II Pd 3, 9)

Sabei antes de tudo o seguinte: nos últimos tempos virão escarnecedores cheios de zombaria, que viverão segundo as suas próprias concupiscências. Eles dirão: Onde está a promessa de sua vinda? Desde que nossos pais morreram, tudo continua como desde o princípio do mundo.”
(II Pd 3, 3-4).

Essa deve ser a nossa convicção: Jesus, de fato, voltará! Leia:

Na casa de meu Pai há muitas moradas. Não fora assim, e eu vos teria dito; pois vou preparar-vos um lugar. Depois de ir e vos ter preparado um lugar, voltarei e vos levarei comigo, para que, onde eu estou, também vós estejais”.

(João 14, 2-3)

Será que Jesus estava brincando? É, por acaso, uma promessa que não concretizará em cumprimento? Muitos, hoje, pensam e ensinam isso! Coitados! Serão pegues de surpresa, não por culpa do Senhor e de sua Igreja, quando o Dia Final chegar. Quanto a nós, os que aguardam a volta de Jesus, será motivo de muita alegria.
Uma segunda afirmação espetacular é que ela reconhece, e não tem medo de afirmar isso, por ser uma revelação bíblica, a seguinte certeza: Não sabemos nem o dia, nem a hora!

.../Mas não me pergunte: Quando será?/

Isso, no entanto, tem sido um meio fortíssimo para que muitas pessoas sejam conduzidas ao erro.
Uma profecia acerca do acabamento do mundo foi por água abaixo por uma seita formada por 15 pessoas e liderada por uma doméstica chamada de Michigan, Marion Keech, que segundo ela, extraterrestres afirmaram pra eles que o mundo ia se acabar no dia 21 de dezembro de 1954 com uma inundação. Eles esperavam então o resgate de uma nave espacial que viria buscá-los para que eles não sofressem com o fim do mundo por meio da grande inundação. O fato é que nesse dia após esperarem 5 horas e nada de inundação chegar e nem sinal algum acontecer, Marion foi contactada por extraterrestres que afirmaram uma novidade: o grupo ali reunido, com poder de sua crença, espalhara tanta luz que Deus cancelara a destruição do mundo.
Percebemos aí uma grande ilusão do homem que escuta tudo e todos, menos a Palavra de Deus!
Uma reportagem publicada pela revista Veja, no mês de novembro de 2009, nos mostra várias profecias acerca do fim do mundo, anunciadas por algumas pessoas, e que, não aconteceram. Vejamos algumas pra nossa reflexão:
   
ü  1524 – QUEM E O PREVIU:
Astrólogos previram que o fim do mundo começaria com uma inundação em Londres no dia 1 de Fevereiro.
O QUE ACONTECEU:
No dia, nem chuvisco. Disseram que houve um erro de cálculo de 100 anos. O fim do mundo seria em 1624

ü  1533 – QUEM E O QUE PREVIU:
Melchior Hoffmann, profeta anabatista, previu que, um milênio e meio depois da morte de Cristo, o mundo seria consumido em chamas.
O QUE ACONTECEU:
Foi preso e morreu na cadeia.

ü  1537 – QUEM E O QUE PREVIU:
O astrólogo francês Pierre Turrel achou quatro datas para o fim do mundo: 1537, 1544, 1801 e 1814.
O QUE ACONTECEU:
Nunca se viu notícias de alguém que tenha errado mais.

ü  1648 – QUEM E O QUE PREVIU:
  O judeu Sabbatai descobriu que ele mesmo era o Messias e viria em 1648.
O QUE ACONTECEU:
Mudou a data para 1666. Preso, converteu-se ao islamismo.

ü  1736 – QUEM E O QUE PREVIU:
O teólogo inglês William Wilson previu que o fim seria em Londres em 13 de Outubro. O rio Tâmisa ficou atulhado de barcos para fugir da inundação.
O QUE ACONTECEU:
De novo, nem choveu.

ü  1843 – QUEM E O QUE PREVIU:
O adventista William Miller anunciou o Apocalipse para 3 de abril, depois 3 de julho, depois 21 de março de 1844, e por fim, 22 de outubro.
O QUE ACONTECEU:
Viveu para ver todos esses erros. Morreu 5 anos depois do fracasso da previsão do último fracasso.

ü  1881 - QUEM E O QUE PREVIU:
Egiptólogos preveram o começo do fim do mundo para 1881.
O QUE ACONTECEU:
Realizaram as contas, e deu 1936. Refizeram-nas outra vez, e deu 1953.  

ü  1914 – QUEM E O QUE PREVIU:
Testemunhas de Jeová esperavam o fim do mundo para 1914. Fracassaram na previram e apontaram o fim do mundo para 1974.
O QUE ACONTECEU:
Fracassou também a previsão futura para 1975.

De fato, a própria Palavra de Deus nos assegura que o dia e a hora ninguém sabe, exceto o Pai. Devemos assim está diariamente vigiando:

Vigiai, portanto, pois não sabeis em que dia virá o vosso Senhor”. (Mt 24, 42)

Vigiai, pois visto que não sabeis quando o Senhor da casa voltará, se a tarde, se a meia-noite, se ao cantar do galo, se pela manhã, para que, vindo de repente, não vos encontre dormindo. O que vos digo, digo a todos: vigiai” (Mc 13, 35-37).

Vigiai pois, em todo o tempo, orando, para que possais escapar de todas essas coisas que hão de acontecer, e estar em pé na presença do Filho do homem” (Lc 21, 36).

Santo Agostinho, Bispo e Doutor da Igreja, já no século V, exortava os cristãos quanto aos que receiam a Segunda Vinda de Cristo:

“Quem não tem inquietação aguarda a segunda vinda de seu Senhor. Pois que amor a Cristo é esse que teme a sua chegada? Irmãos, não nos envergonhemos! Amamos e temos medo de sua vinda. Será que amamos? Ou amamos muito mais nossos pecados? Odiemos, por tanto, estes mesmos pecados e amemos aquele que virá castigar os pecados. Ele virá, quer queiramos, quer não. Se ainda não veio, não quer dizer que não virá. Virá em hora que não sabes; se te encontrar preparado, não haverá importância não saberes”.
 [Do livro Alimento Sólido, professor Felipe Aquino, pág. 61]

Muitas pessoas têm medo quando se fala da Vinda de Jesus não simplesmente por ter medo pelo medo em si. Mas por que sabem que Jesus virá buscar os seus santos. E como eles estão numa vida mergulhada no pecado, sem quererem sair dela, temem serem julgados.
Olha que ensinamentos, essa simples e singela música, está nos ensinando! Mas não pára por aqui. Além de afirmar que primeiro: “Jesus voltará!”, e segundo: “Que não se sabe quando será isso”!, ainda tem mais doutrina bíblica e escatológica nesta letra de música. Observe o seguinte trecho musical:

Enquanto Ele não voltar/ eu vou viver mais e mais/ como quem espera o Salvador/ que virá/ Sim, virá!/ E me levará/ e te levará para o céu...

            Essa parte da música pressupõe a resposta que muitas pessoas no mundo de hoje estão perguntando: E nesse tempo de espera, qual deve ser o nosso comportamento, a nossa postura? Ou seja: O que devemos fazer enquanto Jesus não volta? E a cantora, musicalmente, responde: Enquanto Ele não voltar/ eu vou viver mais e mais/ como quem espera o Salvador/ que virá/ Sim, virá!/ E me levará/ e te levará para o céu...
            De fato, esse deve ser o nosso comportamento: Enquanto o Senhor Jesus não vem ainda, nós devemos viver mais e mais como quem espera o Senhor. E de que maneira deve ser essa espera?
 Aqui eu trago um trecho de uma outra música católica, desta feita, de autoria do Monsenhor Jonas Abib, fundador da Comunidade Católica Canção Nova, intitulada: Que santidade de vida!, para ajudar nesta linha de raciocínio:

Que santidade de vida!/ Que homens devemos ser/ Pois se tudo no céu e na terra/ O senhor chamará/ Que respeito para com Deus!/ Que luta devemos travar!/ No novo céu e na nova terra/ iremos morar/
Que é feito de sua promessa?/ Perguntam e zombam de Deus/
Mas o Senhor virá/ Ele não tardará/ Que eu seja santo, santo, santo/ Pois Deus é santo, santo, santo/ Que a santidade da minha vida/ apresse o Senhor e Ele logo virá.  
           
Essa é que deve ser a nossa postura:

“O Deus da paz vos conceda santidade perfeita. Que todo o vosso ser, espírito, alma e corpo, seja conservado irrepreensivelmente para a vinda de nosso Senhor Jesus!”
(I Ts 5,23)

            A Sagrada Escritura nos revela que somente os santos irão para o céu (Hb 12,14), sendo essa a nossa vocação primordial! E tanto a missionária Adriana quanto o monsenhor Jonas Abib, nos advertem que, enquanto Jesus não volta devemos viver mais e mais, em santidade, como quem espera o Salvador que, sem dúvida, virá para nos levar para o nosso lugar que é o céu!
 Observamos aqui o desejo cuidadoso, dos servos de Deus na música, de não somente pregarem o retorno de Jesus, mas o ensino de como deve ser a nossa postura enquanto Jesus não volta.
 Desta maneira, não temos uma pregação de pavor, de medo como acontece no protestantismo. A própria Adriana nos revela, usando fundamentos bíblicos, que será motivo de grande alegria pros que estão aguardando Jesus, quando Ele voltar, e não de medo:

 Sei que esse dia será/ motivo de grande alegria/ pois os que se entregam a Jesus de corpo e alma irão subir/ para a glória eterna/ ... 

            Esse trecho musical está em concordância bíblica. Pois foi justamente isso que o Senhor Jesus nos afirmou:

“Quando começarem a acontecer essas coisas, reanimai-vos e levantai a vossa cabeça: por que se aproxima a vossa libertação.”
(Lc 21,28)

MINISTROS DE MÚSICA DA IGREJA CATÓLICA ANUNCIAM A VINDA DE JESUS!



Por Cássio José*
Membro da RCC e da Catequese
Grupo de Oração: Renascer

Vemos hoje uma grande façanha de Deus dentro do catolicismo: músicos consagrados a Deus, muitos deles da Renovação Carismática Católica, ensinando aos ouvintes, e pregando, através delas, a Palavra de Deus e os ensinamentos de Jesus.  
O mover do Espírito está motivando os cantores católicos para, até mesmo, pregarem através da música, o anúncio profético da Segunda Vinda Gloriosa de Cristo!



sábado, 18 de dezembro de 2010

RECEBE A HONRA: ALINE BRASIL DE NOVO! FOGE CÃO!!!

Aline Brasil canta "Em Nome de Jesus" no Louvemos o Senhor!

CONVERSA DE MSN! KKK! CUIDADO COM OS PERIGOS DA NET!


Túlio diz: olá!

Paola diz:
olá!

Túlio diz:
de onde fala?

Paola diz:
BH, e vc ?

Túlio diz:
também.... sua família é daqui?

Paola diz:
sim, mas meus pais são italianos.

Túlio diz:
legal. vc deve ser bonita...

Paola diz:
aí, eu não posso responder...  seria muito convencida.. . hihihihihihi! !!! =)

Túlio diz:
vc é modesta, heim! me fala como você é

Paola diz:
sou branca…

Túlio diz:
huuum..

Paola diz:
cabelo castanhos, lisos…

Túlio diz:
tô gostando…..:P

Paola diz:
lábios carnudos parecidos com o da Angelina Jolie…

Túlio diz:
uaaaau!

Paola diz:
e olhos verdes.

Túlio diz:
caramba!!!!! ! manda uma foto, manda uma foto!

Paola diz:
tá bom, aceita aí o arquivo…


Carregando…


… 

.


… 

...


...

...
...
...
...
...
...
...
...
...
...
...
...
...
...
...
...
...
...
...

 
....

  Download completo!

cid:006e01c90d34$a842f270$0e00a8c0@ProartDesign.local 

Túlio : Silêncio completo..... .
Túlio está offline.





kkkkkkkkkkkkkkkk





 













………………..,-~*’`¯lllllll`*~,
…………..,-~*`lllllllllllllllllllllllllll¯`*-,
………,-~*llllllllllllllllllllllllllllllllllllllllllll*-,
……,-*llllllllllllllllllllllllllllllllllllllllllllllllllllll.\
….;*`lllllllllllllllllllllllllll,-~*~-,llllllllllllllllllll\
…..\lllllllllllllllllllllllllll/………\;;;;llllllllllll,-`~-,
…...\lllllllllllllllllllll,-*………..`~-~-,…(.(¯`*,`,
…….\llllllllllll,-~*…………………)_-\..*`*;..)
……..\,-*`¯,*`)…………,-~*`~.………….../
……...|/.../…/~,…...-~*,-~*`;……………./.\
……../.../…/…/..,-,..*~,.`*~*…………….*...\
…….|.../…/…/.*`...\...……………………)….)¯`~,
…….|./…/…./…….)……,.)`*~-,……….../….|..)…`~-,
……/./.../…,*`-,…..`-,…*`….,---…...\…./…../..|……...¯```*~-
…...(……….)`*~-,….`*`.,-~*.,-*……|…/.…/…/…………\
…….*-,…….`*-,...`~,..``.,,,-*……….|.,*...,*…|…...\
……….*,………`-,…)-,…………..,-*`...,-*….(`-,…………\
..............f`-,………`-,/…*-,___,,-~*….,-*……|…`-,.....\
--~--~---------~--~----~------------~-------~--

COLISÃO! Por Aline Brasil: Missionária e cantora católica!

quinta-feira, 16 de dezembro de 2010

NORMALIZAÇÃO E SOCIALIZAÇÃO DO PECADO



No livro bíblico de Gênesis, vemos logo no capítulo 3, o que os biblistas intitularam como “A culpa original” (A origem do mal - Bíblia Pastoral, A queda – Bíblia de Jerusalém). É na verdade, a explicação bíblica de como o pecado entrou no mundo e quem foi o seu autor. Tudo o que Deus havia feito era muito bom (Gn 1,4.10.12.18.21.25.31), e Deus o fez com amor (Ef 1,4). Fez também um jardim denominado o jardim do Éden que era símbolo da comunhão feliz entre Deus e a humanidade, através do primeiro casal (Adão e Eva). Esse era o desejo de Deus: Ter comunhão e aliança com a humanidade para esta ser feliz verdadeiramente. A única ordem, mandamento ou lei era simplesmente não comer do fruto proibido por ter a morte como uma de suas consequências:

MARIA MADALENA E SEU ENCONTRO PESSOAL COM JESUS

Por Cássio José
Membro da RCC e da Catequese
Grupo de Oração: Renascer
Email: cassiouab@hotmail.com



Quem teria coragem de dar uma “segunda chance” a uma pessoa que, aos olhos da sociedade, não tem mais jeito? Será que a nossa misericórdia comporta um desejo de justiça e igualdade para com todos?

Certo dia o Senhor Jesus estava no templo ensinando sobre o Reino de Deus! E de repente, alguém atrapalha seu ensinamento: Os escribas e os fariseus levam-lhe uma mulher que fora apanhada em adultério. E o homem? Por que não o levaram também? Sociedade machista? Sim, sociedade e fé machista!

O maravilhoso, quando lemos o evangelho de João no capítulo 8, versículos de 1 a 11, é que a manifestação do amor de Deus aconteceu através de um olhar, sem haver condenações nem preconceitos. Jesus foi capaz de defender aquela mulher, sendo que, era o único que tinha direito e autoridade para apedrejá-la: Ele não tinha pecado!

Não duvido de que os escribas e fariseus deviam ter uma vida um tanto desrespeitosa a Deus e a dignidade das mulheres: Será que ela não fora aproveitada por nenhum deles que ali estavam ou parentes não presentes?

A Palavra de Deus nos afirma que os piores e marginalizados foram os escolhidos de Deus: Abraão era filho de um pagão; Moisés era gago; Mateus, cobrador de impostos; Zaquel, chefe dos cobradores de impostos; Paulo, perseguidor dos cristãos...

Nós somos muito amados por Deus. E esse Deus não nos deixa sozinhos um segundo sequer (Mt 28,20). Não importa se passamos pelo fogo ou pela água. Não seremos nem queimado e nem afogados (Is 43,2), por que onde a planta do nosso pé pisar, lá estará Deus conosco (Js 1,9). Olha o que diz a Palavra do Senhor:



Pode uma mãe esquecer-se daquele que amamenta? Não ter ternura pelo fruto de suas entranhas? E mesmo que ela o esquecesse, eu não esqueceria nunca. Eis que estás gravada na palma de minhas mãos, tenho sempre sob os olhos suas muralhas”.

(Is 49, 15-16)

Tendo o nosso nome gravado em suas mãos, como pode Deus esquecer-se de nós? Todas as vezes que olhar para a própria mão vai encontrar lá o nosso nome escrito. Já parou para pensar nisso? Que Deus é esse? É o Deus que nos ama:

Deus é amor”. (I Jo 4,16b)

Com efeito, Deus amou de tal maneira o mundo que lhe deu seu Filho único, para que todo o que nele crer não pereça, mas tenha a vida eterna”.

(Jo 3,16)

Madalena não teve culpa de ser o que era e de está no lugar que estava. Entretanto, no céu, o nosso Deus está assentado em seu trono e não foge do seu olhar tudo o que acontece conosco e seus projeto elaborado desde toda a eternidade.

Observemos o que diz a Palavra inicialmente:

Ao romper da manhã, voltou ao tempo e todo o povo veio a ele. Assentou-se e começou a ensinar”.

(Jo 8,2)

A vida de Maria Madalena era “uma verdadeira noite de trevas, traiçoeira”. Mas Jesus, que é o Sol da nova manhã, preparou para Madalena uma restituição do seu dia. O sol novamente nasceu e ela pode contemplar o brilho do novo dia.

Olha o que diz o Salmo 30,6 em algumas traduções:

“O choro pode durar uma noite, mas a alegria vem ao amanhecer”.

Foi isso que o Senhor preparou para Maria Madalena. Embora ela estivesse numa noite escura, Aquele que prepara uma nova manhã projetou vida nova para Madalena. E no templo, que é o lugar dos filhos de Deus. Talvez ela nunca tivesse entrado no templo por ser indigna. Mas ali estava Aquele que era o pró Ela sabia que seria morta apedrejadamente. De fato ela foi morta: Morreu para o pecado e para a vida do passado! O que passou, passou! Ela não deve mais nada a ninguém! Jesus queimou o livro do passado de sua vida, dando-lhe um novo livro para que ela podesse reescrever uma vida diferente do que tinha levado antes e testemunhar para todos que uma nova criatura agora ela é. Eita Jesus! Esse é o nosso Deus! O Deus que restitui, que inaugura, que reescreve. Ele nos ama! Foi rompida a vida velha e a nova manhã nasceu, brilhou.

Muitas vezes somos também julgados e condenados pelas pessoas. Mas, se temos um Deus que nos ama e nos dar uma nova chance, que pode vir a ser a última, por que continuar no erro? Para que esperar pro dia de amanhã se podemos ter vida nova, hoje? Deixe-se ser amado e transformado pelo Senhor!

Jesus tira água da rocha! Anda sobre o mar! Abre-o para que passemos a pé enxuto! Acalma a tempestade e transforma a água em vinho! Caminha sobre as águas e nos faz caminhar juntos ao segurar a sua mão!

No dia em que ela sabia que ia ser morta, foi o dia escolhido por Deus para que ela vivesse de novo. Esses dias difíceis que estamos vivenciando são preparação, além de servirem de aprendizagem, para uma nova manhã.

Eis que estou à porta e bato! Ap 3,20

                                                                                                 Por Cássio José
Membro da Rcc e da Catequese
Grupo de Oração: Renascer
Email: cassiouab@hotmail.com



O Menino-Deus já nasceu a 2010 anos atrás em Belém, numa manjedoura em meio a um conjunto de situações difíceis que Maria e José, infelizmente, tiveram que suportar. Tudo isso, para mostrar ao mundo que o Rei que nascera, não tinha o seu poderio em meio a estruturas de riqueza e fama e, sim, de humildade e obediência a Deus para os homens. E isso, não tira a sua soberania, uma vez que Jesus é o “Chefe dos reis da terra” (Ap 1,5).

Mas, aqui estamos nós! O advento chega-se ao fim e aproxima-se o Natal do Senhor.

Ele já nasceu, claro!,Cumpriu sua Missão, morreu numa cruz, ressuscitou ao terceiro dia com glória e majestade (pois a pedra não foi capaz de prendê-lo no túmulo e nem as forças do inferno capaz de impedi-lo de ressuscitar), subiu aos céus e está sentado à direita de Deus Pai, todo poderoso, donde há de vir para julgar os vivos e os mortos e o seu Reino não terá fim.

segunda-feira, 13 de dezembro de 2010

A Aids e o preservativo: Uma questão de honestidade científica e de Moral natural

 

A Aids e o Preservativo*
Por Monsenhor Michel Schooyans, PhD, PhLD, STD

Traduzido do espanhol por Vladimir Lachance

A qualificação moral do uso do preservativo é um problema de honestidade científica e de moral natural. A Igreja tem não somente o direito, mas também o dever de pronunciar-se sobre este tema.

É bem conhecido que algumas pessoas contraíram a AIDS sem ter tido a menor responsabilidade moral. Esta enfermidade pode ter sido transmitida por causa de uma transfusão de sangue, um erro médico ou devido a outros contatos acidentais. Há também membros das equipes médicas que tratam dos soropositivos e que contraem o mal ao dedicar-se a estes [enfermos].
Estes não são os casos que examinaremos aqui. Nos ocuparemos das declarações formuladas nestes últimos anos e emitidas por diversas personalidades conhecidas no mundo acadêmico e/ou eclesiástico, na maioria dos casos moralistas e padres. Os chamaremos ‘dignitários’. Nos absteremos de citá-los pelo nome para evitar personalizar o debate e para concentrar nossa atenção sobre a discussão moral.


Falso pastor que fundou mais de 140 igrejas pelo Brasil é preso em São Borja (RS)

Um total de 146 igrejas evangélicas fundadas até 2007, um veículo furtado e um volume ainda não contabilizado de bens e dinheiro arrecadados em golpes. Essa é a ficha criminal resumida de Sabino Saldanha, 51, que seria natural de Soledade (RS). A Polícia Federal e a Brigada Militar de São Borja (560 km de Porto Alegre) ainda não conseguiram checar de qual cidade, afinal, é o suspeito de estelionato, já que ao menos quatro carteiras de identidade falsas foram encontradas no momento da prisão em flagrante
.Saldanha –que, em São Borja, se apresentava como pastor Laércio Alves da Silva– foi preso na noite de quinta (9) no município gaúcho. A prisão aconteceu em um galpão onde ele se preparava para ministrar aulas e após dias de monitoramento de suas atividades. O falso pastor foi encaminhado ao presídio estadual de São Borja.
A prisão foi efetuada pela Brigada Militar. Segundo o chefe do setor de Inteligência da corporação, sargento Gibi Coski, o falso pastor foi encontrado graças a uma denúncia anônima. “A partir daí, começamos a pesquisar na internet e vimos que ele tinha mandados de busca  no Tocantins, em Rondônia e em São Paulo.”
A busca online ainda auxiliou a Brigada em mais duas descobertas: a de um veículo Gol encontrado no galpão onde aconteceu o flagrante –o carro, segundo a polícia, consta como furtado no Paraná– e de vários documentos das igrejas que foram fundadas por ele.
“Pelo que apuramos até o momento, os mandados eram de três Estados, mas ele teve problemas de apropriação indébita e estelionato também no Distrito Federal, Paraná, Rio de Janeiro, Goiás e São Paulo. Não param de ligar pessoas que foram fiadoras dele nesses Estados e que tomaram calote”, contou o policial.
Os golpes variavam do requerimento de doação de áreas para construção de igrejas e de centros de recuperação de dependentes químicos, que nunca foram construídos, a bingos e outros tipos de captação para projetos. As terras doadas, por exemplo, eram vendidas sem qualquer interesse assistencial. A PF confirmou que um inquérito para apurar os crimes foi instaurado.
Fonte: Uol notícias

sexta-feira, 19 de novembro de 2010

OS CRISTÃOS SÃO ESTRANGEIROS NESTA TERRA?


 Por Cássio José
Membro da Rcc e da Catequese
Grupo de Oração: Renascer
Email: cassiouab@hotmail.com

Partindo do pressuposto de que viemos de Deus e para Deus voltaremos, poderíamos chegar a conclusão de que somos sim estrangeiros nesta terra, neste mundo. Estrangeiros por que as coisas deste mundo não podem nos agradar e que, o que devemos buscar nesta vida são as coisas do alto e não as da terra (Cl 3,1-2). Claro que ao afirmar isso, não podemos cair na besteira de nos afastarmos das pessoas e do mundo físico por penarmos em “irmos logo pro céu”. O dia e a hora pertencem ao Pai e não à nossa vontade e querer. Entretanto, não podemos ser “otários” (perdão pela expressão!), de pensarmos que podemos “pintar e bordar”, deixando o arrependimento e desejo de mudança e vida nova pra última hora. Deus é bom e misericordioso, mas também é justo. Não podemos esquecer que Jesus voltará como justo juiz.
Ao lermos a Palavra de Deus e por ela “dar uma volta”, percebemos pela História da Salvação, que os homens e mulheres de Deus preferiram escolher por ter uma vida de consagração e santidade ao Senhor. Estavam no mundo físico, mas não no império de Satanás, mundo das trevas, por pertencerem unicamente a Deus (Dt 18,13).
Muitas vezes encontramos muitos cristãos contemporâneos tendo uma vida dupla como se isso fosse perfume agradável aos olhos de Deus. Membros da Igreja e, muitos deles líderes, se justificam em “pregações de achismo” e estilo de uma vida mundana deturpadora da Palavra de Deus, por não terem vergonha na cara e coragem de dar testemunho do Cristo Ressuscitado e realmente procurarem mudança de vida. Temos a mania de nos escondermos nos status religiosos que nos são proporcionados.
Na verdade, quando afirmamos que nesta terra somos estrangeiros, é por que a nossa meta é o céu e o nosso olhar deve encontra-se fixamente naquele que está assentado no trono celestial, Jesus Cristo, nosso Senhor (Hb12,2). Não estamos falando aqui de deixarmos de estudar, trabalhar, namorar, fazer faculdade, gastar biblicamente nossa liberdade e dinheiro... Estamos mostrando simplesmente que existe o Reino de Deus e o Reino das trevas. E que embora nem todos acreditem, há neste mundo uma grande ação diabólica em afastar os filhos de Deus do seu real lugar para uma vida podre de pecado e estragadamente distante de Deus. Desta forma ou somos luz ou trevas e, automaticamente, estamos imersos no Reino de Deus ou reino das trevas.     
Por isso que não podemos ter contato com as coisas deste mundo, com a vida de pecado e com a comunhão dos demônios (I Cor 10,20), sob pena de estarmos servindo a dois senhores (Mt 6,24), quando na verdade deveríamos estar inconformados com este mundo (Rm 12,2).        
Sabendo então que não somos daqui, o que devemos fazer? Simples. Clamarmos dia e noite a direção do Espírito Santo assim como Ele o fez com Jesus (Mt 4,1), para que quer comamos ou bebamos ou façamos qualquer outra coisa, que tudo seja feito para a glória de Deus (I Cor 10, 31). Desta forma seremos santos e irrepreensíveis diante de Deus aguardando a Vinda gloriosa de Jesus.
Nós não estamos órfãos. Somos filhos adotivos de Deus por termos a graça do Espírito Santo em nossa vida. É hora de deixar Ele ministra os nossos dias e desafios. Além disso, temos a Palavra de Deus que é “lâmpada para os nossos pés e luz para o nosso caminho” (Sl 118.105). Então, vamos degustá-la sempre. A Igreja é a nossa mãe educadora e está com os pastores, os padres, que dia e noite estão a nos acolher e nos pastorear. E mais: Podemos ser livres do pecado para caminharmos nas promessas de Deus.
O que falta mais? Ou você quer ser filho das trevas, estando preso neste mundo que passa com suas paixões e ilusões? Eu prefiro ser filho do céu e ter a minha cidadania conquistada pelo sangue do Cordeiro e ter o meu nome escrito no livro da vida. E quando Jesus voltar então? Eeeeita Deus! Vai ser alegria praqueles que hoje estão se preparando e desespero pros que não querem nada com o Senhor. áh... E se eu for arrebatado antes, não vai te carona no meu pé.   

Total de visualizações de página