Pesquisar neste blog:

terça-feira, 1 de dezembro de 2009

IMAGEM VERSUS ÍDOLO: A IGREJA CATÓLICA É IDÓLATRA POR TER IMAGENS?

IMAGEM VERSUS ÍDOLO: A IGREJA CATÓLICA É IDÓLATRA POR TER IMAGENS?



INTRODUÇÃO

             Há uma grande confusão na cabeça de muitos católicos quando, abordados por protestantes, eles afirmam que a Igreja Católica é idólatra e que nós já estamos todos no inferno, por conta de termos imagens em nossos templos. Esse tem sido um questionamento e estratégia usados por partes dos protestantes para arrastarem muitos católicos desconhecedores da Palavra de Deus, para suas denominações. Muitos, dessa forma, têm caído no erro, deixando a única Igreja fundada por Jesus Cristo, ao acharem que ela é a besta do Apocalipse, que o Papa é o seu anticristo e que as práticas da Igreja Católica são contrárias ao que está escrito na Bíblia Sagrada. Tudo pura ilusão e engano!!!
Vejamos uma passagem bíblica, muito usada por eles, para a nossa reflexão e estudo:
“Não farás para ti imagem esculpida, nem figura alguma do há em cima no céu, nem embaixo na terra nem nas águas debaixo da terra. Não te prostrarás diante delas e não lhes prestarás culto”. (Ex 20,4)
A primeira vista, temos a impressão de que de fato existe alguma coisa de errado em colocar imagens em igrejas e outros lugares. Todavia, quando examinamos as Sagradas Escrituras e também a prática dos primeiros cristãos transmitida até os nossos dias, pelo ensinamento da Igreja, encontramos algo diferente: Deus permitiu em determinados casos o uso de imagens, e nunca a Igreja Católica levou seus fiéis a adorá-las.


Desde os primeiros séculos dos cristãos (muitos mártires) pintaram e esculpiram imagens de Jesus, de Nossa Senhora, dos Santos e dos Anjos, inicialmente nas Catacumbas, não para adorá-las, mas para venerá-las.
As Catacumbas e as igrejas de Roma, dos primeiros séculos, são testemunhas disso. Só para citar um exemplo, podemos mencionar aqui o fragmento de um afresco da Catacumba de Priscila, em Roma, do início do século III. É a mais antiga imagem da Santíssima Virgem, uma das mais antigas da arte cristã, sobre o mistério da Encarnação do Verbo. O Catecismo da Igreja traz uma cópia dessa imagem (Ed. de bolso, Ed. Loyola, pág. 19).
Este exemplo mostra que desde os primeiros séculos, como já foi afirmado acima, os primeiros cristãos já tinham o salutar costume de representar os mistérios da fé por imagens, ícones ou estátuas.
É o caso de se perguntar, então: Será que foram eles (muitos mártires!) “idólatras” por cultuarem essas imagens? É claro que não! Eles foram santos, mártires, derramaram, muitos deles, o sangue em testemunho da fé, exatamente para não praticarem a idolatria queimando incenso ao deus imperador César.
Seria blasfêmia acusar os primeiros mártires da fé, de idólatras. Eles fizeram e pintaram as primeiras imagens.




ENTENDENDO O SIGNIFICADO DE IDOLATRIA:
ÍDOLO DIFERENTE DE IMAGEM

                    Idolatria é formada por duais palavras de origem grega: eidolon (ídolo) e latreia (adoração). Desse modo, significa que o ídolo é transformado em objeto de adoração ou morada de uma divindade. Num sentido mais amplo, também indica outras realidades que acabam ocupando o lugar de Deus: dinheiro, poder, lazer, pessoa, sexo, status, seita, demônios etc.
        O Catecismo da Igreja Católica assim define a idolatria que é pecado contra o primeiro mandamento:
“O primeiro mandamento condena o politeísmo. Exige do homem que não acredite em outros deuses além de Deus, que não venere outras divindades além da única. A Sagrada Escritura está constantemente a lembrar esta rejeição dos «ídolos, ouro e prata, obra das mãos do homem, que «têm boca e não falam, têm olhos e não vêem...». Estes ídolos vãos tornam vão o homem: «sejam como eles os que os fazem e quantos põem neles a sua confiança» (Sl 115, 4-5.8) (40). Deus, pelo contrário, é o «Deus vivo» (Js 3, 10) (41), que faz viver e intervém na história.
                     A idolatria não diz respeito apenas aos falsos cultos do paganismo. Continua a ser uma tentação constante para a fé. Ela consiste em divinizar o que não é Deus. Há idolatria desde o momento em que o homem honra e reverencia uma criatura em lugar de Deus, quer se trate de deuses ou de demônios (por exemplo, o satanismo), do poder, do prazer, da raça, dos antepassados, do Estado, do dinheiro, etc., «Vós não podereis servir a Deus e ao dinheiro», diz Jesus (Mt 6, 24). Muitos mártires foram mortos por não adorarem «a Besta» (42), recusando-se mesmo a simularem-lhe o culto. A idolatria recusa o senhorio único de Deus; é, pois, incompatível com a comunhão divina” (CIC, n. 2112-2113).
              Há quem confunda imagem com ídolo. Muitas vezes, a palavra imagem é usada de forma inapropriada. Quando ela tem o sentido de deus, ou quando ela ocupa o lugar de Iahweh, torna-se ídolo. Além de que a concepção de ídolo leva em conta que o mesmo possua um espírito. Para os povos vizinhos dos hebreus, os deuses se manifestavam por intermédio de seus ídolos. Quebrar um ídolo era um escândalo digno de morte. Para abrandar a ira dos deuses, eram-lhes oferecidos sacrifícios.
                 O fato de os hebreus não aceitarem ídolos os tornou um povo peculiar. Até mesmo os seus templos mostravam esse lado peculiar: Deus não era representado em forma de esculturas. Eles não possuíam ídolos. Os povos vizinhos não conseguiam entender um povo que era fiel a um Deus invisível.
              Quantas vezes uma pessoa se escandaliza com o uso das imagens por parte dos católicos e não percebe a presença da idolatria em sua mente e em seu coração, influenciando hábitos e costumes a ponto de fazer sombra ao próprio amor de Deus. Este é o ensinamento de Paulo em Cl 3,5:
Mortificai, pois, os vossos membros no que têm de terreno: a devassidão, a impureza, as paixões, os maus desejos, a cobiça, que é uma idolatria”.
         A idolatria é um dos mais graves pecados da criatura contra seu criador. Por quê? Significa a invasão de Deus sobre o mundo, uma diminuição da Sua glória e de Seu poder.
Comparar a proibição bíblica aos ídolos pagãos com as imagens ou estátuas usadas Igreja Católica é forçar os textos bíblicos, para levar a conclusões erradas e pecar contra a verdade. Deus condenou a adoração e o culto aos deuses pagãos. Em nenhuma Igreja Católica há estátuas ou imagens de deuses antigos ou novos. Pelo contrário, as estátuas e imagens, em nossas igrejas, recordam pessoas que realmente existiram, ás quais não se presta nenhuma adoração. Os santos representam pessoas que, em algum momento da historia cristã, tornaram conhecido, pelo exemplo de vida e palavras, o Deus único e verdadeiro. Olhando para as imagens ou estátuas e conhecendo o modo como praticaram a fé, somos desafiados a dizer: “Se eles e elas puderam viver a alavra de Deus, eu também posso”.
Até mesmo o nosso dicionário afirma que ídolo, diferenciando-o de imagem, “é uma estátua cultuada como deus ou deusa; objeto no qual se julga habitar um espírito”.

     (LEXIKON INFORMÁTICA LTDA. Ídolo. In: O dicionário Aurélio eletrônico-século XXI. Versão 3.0).
“A expressão ‘imagem’ refere-se primeiro à imagem esculpida na madeira ou talhada na pedra, somente mais tarde também à imagem de fundação (Is 40,19; 44,10)”.

A religião dos judeus acabou proibindo a confecção de ídolos tanto de pessoas como de animais, apesar de alguns arqueólogos identificarem algumas imagens em sinagogas dos séculos 3 a 6 d.C. O AT proíbe a confecção de ídolos de Deus que uma pessoa poderia fabricar para si. O primeiro e o segundo mandamento não condenam os artistas plásticos da época, muito menos suas conseqüentes obras de arte. “O que se proíbe, isso sim, é que o homem fabrique uma imagem de Deus e lhe preste culto”. Em outras palavras, eles proibiam a confecção de ídolos que uma pessoa pudesse adorar como se fosse um Deus.

O OBJETIVO DA PROIBIÇÃO DA CONFECÇÃO DE ÍDOLOS


Na Torah, justamente no complemento do mandamento no decálogo e na introdução do Deuteronômio, é que o objetivo da proibição da confecção de ídolos fica mais claro. A complementação referida em Ex 20,4: Não farás para ti imagem esculpida, nem figura alguma do há em cima no céu, nem embaixo na terra nem nas águas debaixo da terra. Não te prostrarás diante delas e não lhes prestarás culto, “enumera os âmbitos dos quais a imagem não deve ser tomada e estende, com isso, a proibição de imagens expressamente a todas as esferas do mundo, pois a tripartição circunscreve a totalidade do mundo” (SCHMIDT,W.H. Opus citatum, 146).
Nesse mesmo sentido, o Deuteronômio destaca ainda o mandamento, quando proíbe a confecção de qualquer ídolo de homem, mulher ou animal (Dt 4,12-20); por mais que o Senhor Deus os tenha feito à sua imagem e semelhança.


A BÍBLIA E A QUESTÃO DAS IMAGENS

“Não farás para ti imagem de escultura representando o que quer que seja do que está em cima no céu, ou embaixo na terra, ou nas águas debaixo da terra. Não te prostrarás diante delas para render-lhes culto, porque eu, o Senhor, teu Deus, sou um Deus zeloso, que castigo a iniqüidade dos pais nos filhos, até a terceira e a quarta geração daqueles que me odeiam” (Deuteronômio 5, 8-9).Outras: Lv 19,4; Nm 33,51-52; Dt 4,25-26; 27,14s; Sl 115,4-8; Is 2,20; 31,7... Esta é a proibição de se fabricar imagens esculpidas.
Podemos destacar 2 aspectos principais do porquê de entender as Palavras dessa passagem bíblia, dentre outras demais, quanto a proibição de se fabricar imagens:

1. DEUS NUNCA SE REVELOU DE MODO VISÍVEL, por isso seria difícil representá-lo por meio de alguma figura:

As narrações que aparecem no AT, nos deixa muito claro que Iahweh não permite que o ser humano o veja face a face, ele foge do olhar das pessoas. (Conf. Gn 2,21;15,12; Ex 12,22-23; 2Rs 4,4.33)
Além de os homens mais íntimos de Deus, como Moisés (Ex 3,6) e o profeta Elias (I Rs 19,13), esconderem o seu rosto da presença de Deus, os próprios serafins (Is 6,2), temem olhar para o rosto glorioso de Deus e desviam dele o olhar.
Não é possível fazer uma imagem de alguém que não se viu (Dt 4,15-18; Ex 20, 19.22; Dt 4,12; 5,23). Segundo a tradição judaica, qualquer pessoa que visse a Deus (Iahweh) face a face poderia morrer (Ex 21,19; 33,20; Jz 6,22s; 13,22; Is 6,5; Jr 30,21). Moisés viu Deus, mas pelas costas (Ex 33,23).

2. Além disso, existia A REALIDADE RELIGIOSA DOS POVOS COM OS QUAIS OS ISRAELITAS TINHAM CONTATO:

As nações circunvizinhas do povo israelita era politeísta e suas divindades eram representadas pelas mais diferentes imagens. Deus não queria ser confundido com nenhuma delas.
Em muitas religiões da Antiguidade, as pessoas acreditavam que as divindades se revelavam por intermédio de uma presença permanente nos ídolos que as representavam. Até mesmo os hebreus poderiam cometer tal erro. Muitas vezes essas religiões “não entendiam as imagens como o lugar onde Deus reside, mas como o próprio Deus”. (SCHMIDT,W.H. Opus citatum, 146).

É importante não perder de vista o fato de que a proibição diz respeito a imagens ou estátuas das divindades pagãs ou ídolos, principalmente por se tratarem de representações de seres humanos que nunca existiram, animais, astros ou outros elementos da natureza:
Tende cuidado com a vossa vida. No dia em que o Senhor, vosso Deus, vos falou do seio do fogo em Horeb, não vistes figura alguma. Guardai-vos, pois, de fabricar alguma imagem esculpida representando o que quer que seja, figura de homem ou de mulher, representação de algum animal que vive na terra ou de um pássaro que voa nos céus, ou de um réptil que se arrasta sobre a terra, ou de um peixe que vive nas águas, debaixo da terra. Quando levantares os olhos para o céu, e vires o sol, a lua, as estrelas, e todo o exército dos céus, guarda-te de te prostrar diante deles e de render um culto a esses astros, que o Senhor, teu Deus, deu como partilha a todos os povos que vivem debaixo do céu.” (Dt 4,15-19).
Mais tarde, por meio dos profetas, foi condenado o culto ou a adoração a homens vivos, aos quais se atribuía origem divina. Por exemplo, os reis da Babilônia, os faraós do Egito e mais tarde os imperadores romenos.
Percebemos assim a diferença entre ídolo e imagem. A idolatria existe quando se atribui a divindade ou poderes sobrenaturais a uma imagem. O verdadeiro católico sabe que as imagens não têm poderes divinos, nem virtudes pelas quais devem ser adoradas. O uso de imagens ou estátuas na Igreja Católica segue a orientação bíblica dada pelo próprio Deus em diversas ocasiões. Nesses casos o uso era para efeito decorativo e para utilizar a arte como meio para despertar a atenção para Deus.
O povo de Deus vivia na terra de Canaã, cercado de povos pagãos que adoravam ídolos em forma de imagens (Baals, Moloc, etc). Era isso que Deus proibia terminantemente.
A prova de que Deus não condena a fabricação de imagens e sim de ídolos, é que nós encontramos na Palavra de Deus; onde o próprio Deus, em alguns momentos da história do povo israelita, dá ordens pra que se faça a confecção de imagens e não de ídolos. Vejamos algumas passagens bíblicas para o nosso estudo:

 Quando foi construída a arca da aliança, foi dito a Moisés:

Farás também uma tampa de ouro puro, cujo comprimento será de dois côvados e meio, e a largura de um côvado e meio. Farás dois querubins de ouro; e os farás de ouro batido, nas duas extremidades da tampa, um de um lado e outro de outro, fixando-os de modo a formar uma só peça com as extremidades da tampa. Terão esses querubins suas asas estendidas para o alto, e protegerão com elas a tampa, sobre a qual terão a face inclinada. Colocarás a tampa sobre a arca e porás dentro da arca o testemunho que eu te der. Ali virei ter contigo, e é de cima da tampa, do meio dos querubins que estão sobre a arca da aliança, que te darei todas as minhas ordens para os israelitas.” (Êxodo 25,17-22; Ex 37,7; I Rs 6,23; II Cr 3,10).

Observações: A cinco capítulos atrás, Deus já não havia proibido terminantemente a confecção de imagens esculpidas (Ex 20,4)? Como agora, o mesmo Deus manda Moisés fazer 2 querubins, ainda mais de ouro? Não seria contradição de Deus? Além disso, Deus iria falar do meio dos querubins para instruir os israelitas? Por Que Deus não fala de outro lugar? Tem que ser do meio dos querubins? Ele não é um Deus invisível?
Outro exemplo:
Farás o tabernáculo com dez cortinas de linho fino retorcido de púrpura violeta, púrpura escarlate e de carmesim, sobre as quais alguns querubins serão artisticamente bordados.” (Ver Ex 26, 1-31)

 Também recebeu a ordem de fazer uma serpente de bronze para que os israelitas, ao olharem para ela, fossem curados do veneno das serpentes:

E o Senhor disse a Moisés: “Faze para ti uma serpente ardente e mete-a sobre um poste. Todo o que for mordido, olhando para ela, será salvo.” Moisés fez, pois, uma serpente de bronze, e fixou-a sobre um poste. Se alguém era mordido por uma serpente e olhava para a serpente de bronze, conservava a vida” (Nm 21, 8-9).

Observação: Será que Deus não tinha outra maneira para curar o povo que havia sido picado por serpentes? Moisés não realizou as dez pragas com o seu cajado? Não saiu água da rocha com o poder de Deus, através do cajado de Moisés? E o mar vermelho não foi aberto com o poder de Deus, através do cajado de Moisés? Além disso, não seria estranho o poder de Deus manifestar o seu poder através de uma serpente de bronze? Estranhíssimo não???


 Davi dá ao seu filho Salomão os planos de Deus para a construção do Templo Santo de Jerusalém:

Dentre todos os meus filhos - pois o Senhor me deu muitos - ele escolheu meu filho Salomão, para fazê-lo assentar sobre o trono do reinado do Senhor em Israel. É Salomão, teu filho, disse-me ele, que construirá minha casa e meus átrios, porque eu o escolhi por filho e ser-lhe-ei um pai. do altar dos perfumes, em ouro fino, com o peso; o modelo do carro, dos querubins de ouro que estendem suas asas para cobrir a arca da aliança do Senhor. Tudo isso, disse Davi, todos os modelos destas obras, foi o Senhor quem me ensinou por um escrito de sua mão. Disse Davi a Salomão, seu filho: Sê forte e, corajosamente, mete mãos à obra! Não temas nada e não te amedrontes; pois o Senhor Deus, meu Deus, estará contigo; ele não te desamparará, nem te abandonará até que tenhas acabado tudo o que se deve fazer para o serviço do templo”. (I Cr 28, 5-6.18-20)

Observação: Temos aqui as ordens dadas pelo próprio Deus para a construção do Templo de Jerusalém. Era Davi, quem queria construí-lo. Mas, o próprio Deus manda que seja Salomão. Entendamos: Foi o próprio Deus quem deu todos os modelos do templo escrito pela própria mão de Deus.


 O Templo de Jerusalém, segundo a Palavra de Deus, ficou detalhadamente decorado com imagens:

Fez no santuário dois querubins de pau de oliveira, que tinham dez côvados de altura. Cada uma das asas dos querubins tinha cinco côvados, o que fazia dez côvados da extremidade de uma asa à extremidade da outra. Mandou esculpir em relevo em todas as paredes da casa, ao redor, no santuário como no templo, querubins, palmas e flores abertas”. (I Rs 6, 23-24.32)

“Nos painéis enquadrados de molduras, havia leões, bois e querubins, assim como nas travessas igualmente. Por cima e por baixo dos leões e dos bois pendiam grinaldas em forma de festões”.

Observação: Temos aqui no Templo de Jerusalém, imagens de querubins, plantas (palmas e flores), leões, bois... Acaso não são imagens esculpidas? E Salomão por acaso não conhecia as ordens de Deus da proibição de se fabricar imagens? Por que Deus não pôs fogo no Templo de Jerusalém por ter imagens esculpidas?

 No templo de Jerusalém havia uma bacia de bronze para a purificação dos sacerdotes. Nessa bacia havia 12 imagens de touros:
Hirão fez também o mar de bronze, que tinha dez côvados de uma borda à outra, perfeitamente redondo, e com altura de cinco côvados; sua circunferência media-se com um fio de trinta côvados. Por baixo de sua borda havia coloquíntidas em número de dez por côvado; elas rodeavam o mar, dispostas em duas ordens, formando com o mar uma só peça. Este apoiava-se sobre doze bois, dos quais três olhavam para o norte, três para o ocidente, três para o sul e três para o oriente. O mar repousava sobre eles, e suas ancas estavam para o lado de dentro. A espessura do mar era de um palmo; sua borda assemelhava-se à de um copo em forma de lírio; sua capacidade era de dois mil batos” (I Rs 7,23-26).

Observação: Salomão pede para Harã (um amigo que faz trabalhos em bronze) construir dentro do Templo, 12 bois. Era necessário construir um tanque para os sacerdotes purificarem as mãos e os pés antes de entrar no lugar sagrado, senão poderiam morrer. Hirão construiu um, que parecia uma piscina (mar de bronze). Em cada lado, erigiu três imagens de bois. São quatro lados, por tanto, 12 imagens. Neste caso, não se tratava de ídolos. Salomão manda fazer representações aceitáveis para o culto. Veja também: Ex 20,17-21; II Cr 4,1-5.

O CATECISMO DA IGREJA CATÓLICA ESCLARECE SOBRE A PROIBIÇÃO DE SE FABRICAR IMEGME ESCULPIDA (ÍDOLOS)

Transcrevemos abaixo o texto que está no CIC com relação ao primeiro mandamento, no que diz respeito às imagens esculpidas. Acompanhe:
«Não farás para ti nenhuma imagem esculpida...»
2129. Esta imposição divina comportava a interdição de qualquer representação de Deus feita pela mão do homem. O Deuteronômio explica: «Tomai muito cuidado convosco, pois não vistes imagem alguma no dia em que o Senhor vos falou no Horeb do meio do fogo. Portanto, não vos deixeis corromper, fabricando para vós imagem esculpida» do quer que seja (Dt 4, 15-16). Quem Se revelou a Israel foi o Deus absolutamente transcendente. «Ele é tudo», mas, ao mesmo tempo, «está acima de todas as suas obras» (Sir 43, 27-28). Ele é «a própria fonte de toda a beleza criada» (Sb 13, 3).
2130. No entanto, já no Antigo Testamento Deus ordenou ou permitiu a instituição de imagens, que conduziriam simbolicamente à salvação pelo Verbo encarnado: por exemplo, a serpente de bronze a arca da Aliança e os querubins.
2131. Com base no mistério do Verbo encarnado, o sétimo Concílio ecumênico, de Niceia (ano de 787) justificou, contra os iconoclastas, o culto dos ícones: dos de Cristo, e também dos da Mãe de Deus, dos anjos e de todos os santos. Encarnando, o Filho de Deus inaugurou uma nova «economia» das imagens.
2132. O culto cristão das imagens não é contrário ao primeiro mandamento, que proíbe os ídolos. Com efeito, «a honra prestada a uma imagem remonta ao modelo original» e «quem venera uma imagem venera nela a pessoa representada». A honra prestada às santas imagens é uma «veneração respeitosa», e não uma adoração, que só a Deus se deve:
«O culto da religião não se dirige às imagens em si mesmas como realidades, mas olha-as sob o seu aspecto próprio de imagens que nos conduzem ao Deus encarnado. Ora, o movimento que se dirige à imagem enquanto tal não se detém nela, mas orienta-se para a realidade de que ela é imagem».

A IGREJA CATÓLICA E A IDOLATRIA

Desde sua origem a Igreja católica condenou de modo veemente qualquer tipo de idolatria. Uma das dificuldades do Cristianismo durante o Império romano foi justamente a sua posição contrária às divindades pagãs e ao culto ao imperador como sendo deus. O Cristianismo foi considerado inimigo de Roma, seus seguidores foram perseguidos. Por causa da fidelidade ao Deus único, revelado por Jesus Cristo, muitos cristãos forma condenados à morte, os quais formam chamados de mártires. No século II d.C. começa o costume de celebrar cerimoniais religiosas junto ao túmulo dos mártires, e de modo especial era celebrado o dia do seu nascimento para a glória (dies natalis). Esse procedimento era para manter vivo o testemunho do martírio sofrido pela fidelidade ao Deus vivo e verdadeiro, que em Jesus Cristo nos salvou.
Uma das provas históricas do culto prestado aos mártires ficou preservada nas catacumbas de Roma. Eram apenas cemitérios subterrâneos, mas guardaram um tesouro riquíssimo de pinturas, esculturas e inscrições. Todo esse patrimônio ajuda-nos a entender os hábitos e costumes dos primeiros cristãos. As catacumbas são definidas como “o berço do Cristianismo e o arquivo das origens”. Nelas não encontramos somente a descrição histórica das perseguições sofridas pela Igreja primitiva, mas são um dos melhores modos para voltar às raízes ou origens do Cristianismo. Nos túmulos dos cristãos e mártires encontram-se inscrições como: “Mártires santos, bons e benditos, ajudai a Ciríaco”, “Santos Mártires, lembrai-vos de Maria”; “Genciano, fiel em paz... Que me tua No século VIII, sob influência do judaísmo e do islamismo, surgiu um movimento herético que se pôs a combater o uso das imagens. Eram os iconoclastas. O grande e principal defensor do uso das imagens na época, foi o santo e doutor da Igreja S. João Damasceno (de Damasco), falecido em 749, o qual foi muito perseguido por se manter fiel e defensor dessa santa Tradição cristã.

A fim de dirimir as dúvidas sobre a questão, o Papa Adriano I (772-795) convocou o II Concílio Ecumênico de Nicéia, que se realizou de 24/09 a 23/10/787. Assim se expressou o Concílio, resolvendo para sempre a questão:
“Na trilha da doutrina divinamente inspirada dos nossos santos Padres, e da Tradição da Igreja Católica, que sabemos ser a tradição do Espírito Santo que habita nela, definimos com toda a certeza e acerto que as veneráveis e santas imagens, bem como a representação da cruz preciosa e vivificante, sejam elas pintadas, de mosaico ou de qualquer outra matéria apropriada, devem ser colocadas nas santas igrejas de Deus, sobre os utensílios e as vestes sacras, sobre paredes e em quadros, nas casas e nos caminhos, tanto a imagem de Nosso Senhor, Deus e Salvador, Jesus Cristo, quanto a de Nossa Senhora, a puríssima e santíssima mãe de Deus, dos santos anjos, de todos os santos e dos justos” (Catecismo da Igreja Católica, nº 1161).
Essas palavras, por serem de um Concílio da Igreja, são ensinamentos oficiais e infalíveis, e não podemos colocá-los em dúvida. O grande S. João Damasceno dizia: “A beleza e a cor das imagens estimulam a minha oração. É uma festa para meus olhos, tanto quanto o espetáculo do campo estimula meu coração a dar glória a Deus “ (nº 1162).

O nosso Catecismo explica que: “A imagem sacra, o ícone litúrgico, representa principalmente Cristo. Ela não pode representar o Deus invisível e incompreensível; é a encarnação do Filho de Deus que inaugurou uma nova “economia” das imagens”( 1159).

S. Tomás de Aquino (1225-1274) também defendia o uso das imagens, afirmando: “O culto da religião não se dirige às imagens em si como realidades, mas as considera em seu aspecto próprio de imagens que nos conduzem ao Deus encarnado. Ora, o movimento que se dirige à imagem enquanto tal não termina nela, mas tende para a realidade da qual é imagem“( 2131).
As imagens sempre foram usadas por Jesus e pelos Apóstolos como instrumentos eficazes e reveladores da realidade invisível: para anunciar o Reino de Deus usaram imagens de lírios, pássaros, sal, luz, etc., coisas que estimulavam a compreensão do abstrato através de imagens retiradas do mundo concreto. São Paulo também ensina que o Deus invisível tornou-se visível em Jesus Cristo (cf. Cl 1,15).
A controvérsia iconoclasta, inspirada por correntes judaizantes e heréticas nos séculos VIII e IX, que condenava o uso das imagens, terminou com a reafirmação do culto dessas no Concílio de Nicéia II, em 787.
Os Reformadores protestantes rejeitaram as imagens por causa dos abusos do fim da Idade Média; Lutero, porém, se mostrou bastante liberal com as imagens; não as proibia. Ultimamente entre os luteranos a atitude diante das imagens tem sido submetida a revisão. Lutero disse em 1528:
“Tenho como algo deixado à livre escolha as imagens, os sinos, as vestes litúrgicas… e coisas semelhantes. Quem não os quer, deixe-os de lado, embora as imagens inspiradas pela Escritura e por histórias edificantes me pareçam muito úteis… Nada tenho em comum com os Iconoclastas (quebradores de imagens)” (Da Ceia de Cristo).
S. Clemente de Alexandria († antes de 215) dizia que: “O próprio homem é a imagem viva de Deus”, eis o argumento que repete, acrescentando ainda um adágio freqüente na Igreja antiga: “Viste teu irmão, viste teu Deus” (Stromateis I 19 e II 15, PG 8,812 e 1009).
Os cristãos foram percebendo que a proibição de fazer imagens no Antigo Testamento era apenas uma questão pedagógica de Deus com o povo de Israel. As gerações cristãs foram compreendendo que a realidade da Encarnação do Verbo como homem, visível, indicava que eles deveriam subir ao Invisível passando pelo visível que Cristo apresentou aos homens. Assim, começaram a representar e meditar as fases da vida de Jesus e a representação artística das mesmas começaram a surgir como um meio valioso para que o povo fiel se aproximasse do Filho de Deus.
É relevante notar que já nas antigas Catacumbas de Roma, os antigos cemitérios cristãos, encontram-se diversos afrescos geralmente inspirados pelo texto bíblico: Noé salvo das águas do dilúvio, os três jovens cantando na fornalha, Daniel na cova dos leões, os pães e os peixes restantes da multiplicação efetuada por Jesus, o Peixe (Ichthys), que simbolizava o Cristo …
Note que esses cristãos dos primeiros séculos ainda estão debaixo da perseguição dos romanos. E eles faziam imagens e pintavam figuras. Será que eram idólatras por isso? É lógico que não, eles morriam às vezes mártires exatamente para não praticarem a idolatria, reconhecendo César como Deus e lhe queimando incenso. Ora, se os nossos mártires usavam figuras pintadas, é claro que elas são legítimas.
Nas Igrejas as imagens tornaram-se a “Bíblia dos iletrados”, dos simples e das crianças, exercendo grande função catequética. Alguns escritores cristãos nos contam isso.
S. Gregório de Nissa (†394) escreveu:
“O desenho mudo sabe falar sobre as paredes das igrejas e ajuda grandemente” (Panegírico de S. Teodoro, PG 94, 1248c).
S.João Damasceno, doutor da Igreja, grande defensor das imagens no Concilio de Nicéia II, disse:
“O que a Bíblia é para os que sabem ler, a imagem o é para os iletrados” (De imaginibus I 17 PG, 1248c).
“Antigamente Deus, que não tem corpo nem face, não poderia ser absolutamente representado através duma imagem. Mas agora que Ele se fez ver na carne e que Ele viveu com os homens, eu posso fazer uma imagem do que vi de Deus.”
“A beleza e a cor das imagens estimula minha oração. É uma festa para os meus olhos, tanto quanto o espetáculo dos campos estimula o meu coração para dar glória a Deus” (CIC, 1162).
“Como fazer a imagem do invisível? … Na medida em que Deus é invisível, não o represento por imagens; mas, desde que viste o incorpóreo feito homem, fazes a imagem da forma humana: já que o inviável se tornou visível na carne, pinta a semelhança do invisível” (I 8 PG 94, 1237-1240).
“Outrora Deus, o Incorpóreo e invisível, nunca era representado. Mas agora que Deus se manifestou na carne e habitou entre os homens, eu represento o “visível” de Deus. Não adoro a matéria, mas o Criador da matéria” (Ibid. I 16 PG 94, 1245s).
O Papa São Gregório Magno († 604), doutor da Igreja, escreveu a Sereno, bispo de Marselha, que ordenou quebrar as imagens:
“Tu não devias quebrar o que foi colocado nas Igrejas não para ser adorado, mas simplesmente para ser venerado. Uma coisa é adorar uma imagem, outra coisa é aprender, mediante essa imagem, a quem se dirigem as tuas preces. O que a Escritura é para aqueles que sabem ler, a imagem o é para os ignorantes; mediante essas imagens aprendem o caminho a seguir. A imagem é o livro daqueles que não sabem ler” (epist. XI 13 PL 77, 1128c).
O Concílio de Nicéia II (787), com base nos sólidos argumentos de grandes teólogos como São João Damasceno, doutor da Igreja, reafirmou a validade do culto de veneração (não adoração) das imagens. O Concílio distinguiu entre Iatréia (em grego adoração), devida somente a Deus, e proskynesis (veneração), tributável aos santos e também às imagens sagradas na medida em que estas representam os santos ou o próprio Senhor; o culto às imagens é, portanto, relativo, só se explica na medida em que é tributado indiretamente àqueles que as imagens representam. Assim se pronunciaram os padres conciliares:
“Definimos … que, como as representações da Cruz …, assim também as veneráveis e santas imagens, em pintura, em mosaico ou de qualquer outra matéria adequada, devem ser expostas nas santas igrejas de Deus (sobre os santos utensílios e os paramentos, sobre as paredes e de quadros), nas casas e nas entradas. O mesmo se faça com a imagem de Deus Nosso Senhor e Salvador Jesus Cristo, com as da … santa Mãe de Deus, com as dos santos Anjos e as de todos os santos e justos. Quanto mais os fiéis contemplarem essas representações, mais serão levados a recordar-se dos modelos originais, a se voltar para eles, e lhes testemunhar … uma veneração respeitosa, sem que isto seja adoração, pois esta só convém, segundo a nossa fé, a Deus” (sessão 7, 13 de outubro de 787; Denzinger-Schönmetzer, Enchridion Symbolorum nº 600s).
Note, então, que muito antes da Reforma Protestante, a Igreja já tinha estudado o uso das imagens; isto foi há cerca de 750 anos antes da Reforma.
A sagrada Tradição da Igreja, sempre assistida pelo Espírito Santo (cf. Jo14,15.25; 16,12-13) sempre reconheceu o valor pedagógico e psicológico das imagens como um auxílio para a vida de oração.
Todos os santos da Igreja, em todas as épocas, valorizaram as imagens. Santa Teresa de Ávila († 1582), ao ensinar as vias da oração às suas Religiosas, dizia :
“Eis um meio que vos poderá ajudar… Cuidai de ter uma imagem ou uma pintura de Nosso Senhor que esteja de acordo com o vosso gosto. Não vos contenteis com trazê-las sobre o vosso coração sem jamais a olhar, mas servi-vos da mesma para vos entreterdes muitas vezes com Ele” (Caminho de Perfeição, cap. 43,1).
Enfim, Deus não proibiu imagens de maneira absoluta; mas proibiu imagens de ídolos para serem adorados. Sabemos que uma meia verdade é pior do que uma mentira. Não se pode interpretar a Bíblia lendo apenas alguns versículos sobre um determinado assunto; é preciso ler todos os versículos da Bíblia que falam do mesmo assunto para que a interpretação seja correta.
O perigo da interpretação fundamentalista é este: fixar os olhos em um único versículo e querer tirar daí uma interpretação definitiva de uma verdade religiosa. Cai-se no erro.

CONSIDERAÇÕE FINAIS:

A proibição do Ex 20,4 e do Dt 4,15-16 aplica-se às imagens culturais. Tanto no Êxodo como no Deuteronômio, a proibição de imagens refere-se às imagens de deuses estrangeiros e não de qualquer espécie de desenho, pintura ou escultura. Trata-se de ídolos e de figuras de deuses falsos que tomavam formas de pessoas, animais, astros, etc. Tanto é assim que o mesmo Deus mandou Moisés fazer uma serpente de bronze. Essa imagem de serpente era prefiguração de Jesus pregado na cruz: João 3,14-15. Além disso, Deus determinou a Moisés fazer dois querubins para cobrirem o propiciatório: Ex 25,18-20. Salomão, quando construiu o templo, mandou fazer também querubins e outras figuras variadas, entre elas leões e bois: I Re 7,29. Nem por isso, o templo foi desagrado de Deus. Com essas proibições, Deus procurava proteger o pequeno povo de Israel, cercado de tantos povos idólatras e ele mesmo propenso à idolatria, do perigo dessa mesma idolatria. Portanto, ao recriminar os católicos, os protestantes deveriam primeiramente provar que as imagens de Jesus Cristo, Maria Santíssima e dos santos são realmente imagens daqueles deuses estrangeiros. Uma coisa é imagem, outra é ídolo. O mesmo Deus que proibiu fazer imagens (de ídolos) mandou fazer imagens (não de ídolos), como a serpente de bronze, os querubins.



Cássio José. E-mail: cassiouab@hotmail.com











REFERÊNCIAS BIBLIOGRÁFICAS:

 AQUINO, Felipe Rinaldo Queiroz. De 1949 – Por que sou católico? – 17. ed. Lorena: Cleofas, 2008.
 Bíblia Ave Maria. A Bíblia Católica online v 2.0 (Visite:www.bibliacatolica.com.br)
 Bíblia Sagrada:
Ave Maria;
CNBB;
Bília de Jerusalém;
Nova Tradução na Linguagem de Hoje: Tradução de João Ferreira de Almeida.
 Catecismo da Igreja Católica
 LIMA, Cleodon Amaral de. A proibição de fabricar ídolos: estudo exegético de Êxodo 20,1-6 e Deuteronômio 5,5-1 – 1. ed. – São Paulo: Rideel, 2006.
 LEXIKON INFORMÁTICA LTDA. Ídolo. In: O dicionário Aurélio eletrônico-século XXI. Versão 3.0).
 Endereços eletrônicos consultados:
http://blog.cancaonova.com/felipeaquino/category/imagens/
http://somosestrangeirosaquinaterra.blogspot.com/
http://caiafarsa.wordpress.com/

20 comentários:

  1. Este comentário foi removido pelo autor.

    ResponderExcluir
  2. que lindo nao sao idolatras entao !!!!! apenas sao devotos!!!!!

    Deus disse nao adoraras a outros a nao ser a ele.. leia um pouco sobre o consilio de miseia antes de posta uma idiotice dessas na net catolicos !!!!!
    e outra ave maria cheia de graça>>> rogai <<<< por nos pecadores ou seja pedindo a alguem que nao é Deus ...... entre outros santos que tem o mesmo estilo de resa ou oraçao.
    na igreja catolica a mais resa para imagens do que para Deus . apocalipsce 22 veciculo alguma coisa rs e sara lançado no lago de fogo os feiticeiros " os que adoram orixas etc" idolatras " os que resam para imaguens etc." obs: orixa da agua é a mesma ave maria da igreja catolica a achada pelos pescadores na agua .......

    vejamos outra pasagem Deus diz ninguem que vai ao ceu vouta é impossivel ops aqui fica legal por que entao todo os catolicos veem a ave maria deles aparecendo ave maria aparecida aparecida do nort do sull da africa kkkk etc por que isso e o capeta seus acefalos ...
    obs: nao tenho religiao

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Vc não tem religião nem instrução, basta ver a quantidade de erros com que vc escreve. Vai aprender a ler para depois interpretar a Sagrada Escritura.

      Excluir
  3. REVELAÇÃO/EXORTAÇÃO
    Urge difundirmos na terra, a certeza de que Jesus Cristo já vive agindo entre nós, espargindo a luz do saber em sí, criando Irmãos Espirituais, e a nova era Cristã. Eu não minto, e a Espiritualidade que esperava pela sua volta, pode comprovar que digo a verdade. Por princípio, basta recompormos as 77 letras e os 5 sinais que compõe o título do 1º. livro bíblico, assim: O PRIMEIRO LIVRO DE MOISÉS CHAMADO GÊNESIS: A CRIAÇÃO DOS CÉUS E DA TERRA E DE TUDO O QUE NÊLES HÁ: Agora, pois, todos já podem ver que: HÁ UM HOMEM LENDO AS VERDADES DO SEU ESPÍRITO: ÊLE É O GÊNIO CRIADOR QUE ESSA AÇÃO DE CRISTO: (LC.4.21) – Então passou Jesus a dizer-lhes: Hoje se cumpriu a escritura que acabais de ouvir: (JB.14.17) – O Espírito da verdade que o mundo não pode receber, porque não no vê, nem conhece, vós o conheceis; porque Ele habita convosco e estará em vós.(MT.14.27) – Tende ânimo! Sou Eu: Não temais: (JB.2.5) – Fazei tudo o que Ele vos disser, (JB.5.27) – porque é o Filho do Homem: – Regozijai-vos, pois, e fazei jus ao poder que o Nosso Espírito traz às Almas Justas, para a formação da verdadeira Cristandade.

    (MT.26.24) – O FILHO DO HOMEM VAI, COMO ESTÁ ESCRITO A SEU RESPEITO, MAS AI DAQUELE POR INTERMÉDIO DE QUEM O FILHO DO HOMEM ESTÁ SENDO TRAIDO! MELHOR LHE FÔRA NÃO HAVER NASCIDO:

    E, ao recompormos as 130 letras e os 7 sinais que compõem esse texto, todos já podem ler, saber, e entender quem é o Filho do Homem:

    E O FILHO DO HOMEM É O ESPÍRITO QUE TESTA AS ALMAS DO HOMEM E DA MULHER, NA VERDADE DO SENHOR, COMO CRISTO: E EIS A PROVA QUE O FILHO DO HOMEM FOI TREINADO NA LEI CRISTÃ:

    (MC.14.41) – Chegou a hora, o Filho do Homem está sendo entregue nas mãos dos pecadores: E hoje, quem desejar interagir conosco na obra comum da nossa criação, deve fundamentar-se n`A Bibliogênese de Israel; que já está disponível na internet (Editora Biblioteca 24x7). E quem não quiser, pode continuar vivendo de esperança vã, assistindo passivamente a agonia da vida terrena, à par da auto-destruição do nosso planeta...

    ResponderExcluir
  4. Eu oro para que a verdade seja revelada a você, pois querer negar que Deus nega tanto ídolos quanto imagens de escultura é totalmente sem fundamento. Satanás é o pai de todo engano e mentira, ela escravizou muitos povos no passado pela idolatria de outros deuses, e hoje só fez transferir isso para os "santos", que não passam de pedaços de metal, madeira, cerâmica...feitas pela mão do homem.

    Entenda que a igreja verdadeira de Jesus começou a ser corrompida quando o miserável rei Constantino se uniu a ela, a partir disso a igreja foi se afastando do modelo bíblico, o batismo foi alterado, a igualdade entre os crentes sumiu (passou a existir clero e povão)...

    Deus não dá a glória dEle a ninguém, ninguém, ninguém, nem ao mais correto homem ou mulher na terra, pois todos pecaram. Só Jesus é Santo.

    ResponderExcluir
  5. “O que a Bíblia é para os que sabem ler, a imagem o é para os iletrados” (De imaginibus I 17 PG, 1248c).

    Para os iletrados há a oração, a cura física, a manifestação do poder de Deus. A bíblia diz que Pedro era iletrado, mas em nenhum momento cita-se que ele necessitou de imagem alguma para conhecer a Deus ou para testemunhar dEle para as pessoas.

    ResponderExcluir
  6. Você entrou em contradição em tudo que falou,só a graça viu
    de gênesis a apocalipse fala como DEus abomina a idolatria de IMAGENS,falsos Deus.Diz ainda que não prestam culto a essas imagens e não recorrem a eles que nada podem fazer,pois para sair do lugar precisam ser carregados ja que são feitos de um pedaço de madeira isso é uma piada!!!

    São como a palmeira, obra torneada, mas não podem falar; necessitam de quem os leve, porquanto não podem andar: não tenhais receio deles, pois não podem fazer mal, nem tão pouco têm poder de fazer bem.
    Jeremias 10:5

    ResponderExcluir
  7. Uma coisa eu sei, JESUS DISSE: TUDO QUE PEDIRES PEÇA EM MEU NOME E A ORAÇÃO DA AVE MARIA DIZ ASSIM: AVE MARIA MAE DE DEUS ROGAI POR NÓS? MARIA FOI UMA GRANDE SERVA É NOSSA IRMÃ E ESTÁ ESPERANDO O JULGAMENTO DOS SANTOS
    NAO PODE FAZER NADA POR NINGUEM, SÓ JESUS.

    ResponderExcluir
  8. ...vamos ver o que diz em 1°. Timóteo 2
    Que quer que todos os homens se salvem, e venham ao conhecimento da verdade.
    Porque há um só Deus, e um só Mediador entre Deus e os homens, Jesus Cristo homem.
    ...se você pedir para alguém que esteja vivo fazer uma oração por você, é uma coisa, pedir para alguém que já morreu, vai ser difícil que te atenda ou que interceda por você....
    Habacuque 2 v. 18
    Que aproveita a imagem de escultura, depois que a esculpiu o seu artífice? Ela é máscara e ensina mentira, para que quem a formou confie na sua obra, fazendo ídolos mudos

    Jeremias 10:1-16
    Ouvi a palavra que o SENHOR vos fala a vós, ó casa de Israel.
    Assim diz o SENHOR: Não aprendais o caminho dos gentios, nem vos espanteis dos sinais dos céus; porque com eles se atemorizam as nações.
    Porque os costumes dos povos são vaidade; pois corta-se do bosque um madeiro, obra das mãos do artífice, feita com machado;
    Com prata e com ouro o enfeitam, com pregos e com martelos o firmam, para que não se mova.
    São como a palmeira, obra torneada, porém não podem falar; certamente são levados, porquanto não podem andar. Não tenhais receio deles, pois não podem fazer mal, nem tampouco têm poder de fazer bem.
    Ninguém há semelhante a ti, ó SENHOR; tu és grande, e grande o teu nome em poder.
    Quem não te temeria a ti, ó Rei das nações? Pois isto só a ti pertence; porquanto entre todos os sábios das nações, e em todo o seu reino, ninguém há semelhante a ti.
    Mas eles todos se embruteceram e tornaram-se loucos; ensino de vaidade é o madeiro.
    Trazem prata batida de Társis e ouro de Ufaz, trabalho do artífice, e das mãos do fundidor; fazem suas roupas de azul e púrpura; obra de peritos são todos eles.
    Mas o SENHOR Deus é a verdade; ele mesmo é o Deus vivo e o Rei eterno; ao seu furor treme a terra, e as nações não podem suportar a sua indignação.
    Assim lhes direis: Os deuses que não fizeram os céus e a terra desaparecerão da terra e de debaixo deste céu.
    Ele fez a terra com o seu poder; ele estabeleceu o mundo com a sua sabedoria, e com a sua inteligência estendeu os céus.
    Fazendo ele soar a sua voz, logo há rumor de águas no céu, e faz subir os vapores da extremidade da terra; faz os relâmpagos para a chuva, e dos seus tesouros faz sair o vento.
    Todo o homem é embrutecido no seu conhecimento; envergonha-se todo o fundidor da sua imagem de escultura; porque sua imagem fundida é mentira, e nelas não há espírito.
    Vaidade são, obra de enganos: no tempo da sua visitação virão a perecer.
    Não é semelhante a estes aquele que é a porção de Jacó; porque ele é o que formou tudo, e Israel é a vara da sua herança: SENHOR dos Exércitos é o seu nome

    ResponderExcluir
  9. João 14:6
    Disse-lhe Jesus: Eu sou o caminho, e a verdade e a vida. Ninguém vem ao Pai, senão por mim.
    Quando for orar, peça direto aquele que realmente vai interceder por você, aquele que desceu dos céus e aos céus retornou, ou você conhece mais alguém que tenha descido do céu também além de Jesus Cristo?

    Sabe por que os(as) religiosas, que tem e adoram suas "imagens", os "santos", não aceitam a verdade da Palavra de Deus?
    Quantas e quantas vezes, você fala sobre a idolatria e ninguém aceita, por vezes discordam, se enfurecem com você, dizendo:

    "Ah! Mas essa é a minha fé, é o que eu acredito e não vou mudar minha opinião de jeito nenhum!"
    A Bíblia, a Palavra de Deus, explica o por que isso acontece. É bem clara!
    De novo
    Jeremias 10:8
    Mas eles todos se embruteceram e se tornaram loucos: ensino de vaidades é o madeiro.....

    1 Coríntios 8:6
    Todavia para nós há um só Deus, o Pai, de quem é tudo e para quem nós vivemos; e um só Senhor, Jesus Cristo, pelo qual são todas as coisas, e nós por ele
    Será tão difícil enxergar uma coisa tão esclarecida pela palavra....

    ResponderExcluir
  10. O senhor parou alguma vez para ouvir a voz de Deus enquanto medita em Sua palavra? Abra o seu coração e mente e permita que o Espirito Santo te revele a verdade. O fim está próximo e Deus abomina a idolatria. Não se apegue em tradições ou argumentos para defender essa idéia. A verdade e muito simples, e e revelada para os puros de coração. Que Deus o abençoe!

    ResponderExcluir
  11. O LIVRO DA VIDA
    (ES.12)
    (JB.6.45) – ESTÁ ESCRITO NOS PROFETAS: (IS.34.16) - BUSCAI NO LIVRO DO SENHOR E LEDE (ES.87.8) – AO ESPÍRITO DO NOSSO SANTO GUIA, NESTE MEU SER QUE É PREDESTINADO, RECOMPONDO ESSES CARACTERES, DESSA FORMA: (148 letras e 8 sinais)
    (JB.19.28)- Depois, vendo Jesus que tudo já estava consumado para se cumprir a Escritura, disse: (1SM.12.3) – Eis-me aqui, (DN.9.24) – para dar fim aos pecados, para expiar a iniqüidade, para trazer a justiça eterna:(JB.8.25) – Que é que desde o princípio vos tenho dito? (LC.12.2) Nada há encoberto que não venha a ser revelado; e oculto que não venha a ser conhecido:(LE.3.1) – Tudo tem o seu tempo determinado, e há tempo para todo propósito debaixo do céu; (2PE.3.4) porque desde que os pais dormiram, todas as cousas permanecem como desde o principio da criação:(AP.14.13) Então, ouvi uma voz do céu, dizendo: Escreve: (BC.4.4) – Ditosos somos, ò Israel; porque as cousas que agradam à Deus nos são manifestas: (JS.1.8) – Não cesses de falar deste livro da lei, antes, medita nele dia e noite, pára que tenhais cuidado de fazer segundo tudo quanto nele está escrito; (JB.13.15) – porque eu vos dei o exemplo, para que, como eu vos fiz, façais vós também: (LC.16.17) – E é mais fácil passar o céu e a terra do que cair um til sequer da lei: (ÊX.3.6) – Disse mais: Assim dirás aos filhos de Israel: (EC.24.32) – Tudo isto é o livro da vida, e o testemunho do Altíssimo, e o conhecimento da verdade: (IS.46.8) – Lembrai-vos disto e tende ânimo, tomai-o à sério, ó prevaricadores; (EC.28.7) – porque a corrupção e a morte estão a cair sobre aqueles que quebrantam os mandamentos do Senhor: – (IS.24.5) – Na verdade a terra está contaminada por causa dos seus moradores, porquanto transgridem as leis, violam os estatutos e quebram a aliança eterna: (SL.14.3)–Todos se extraviaram e juntamente se corromperam; (SL.106.33)- pois foram rebeldes ao Espírito de Deus, e Moisés falou irrefletidamente: (RM.6.19) - Falo como Homem por causa da fraqueza da vossa carne: (LC.16.9) – E eu vos recomendo: Buscai n’A BIBLIOGÊNESE DE ISRAEL, o poder do saber viver sob a proteção de Deus; (RM.8.22) – porque sabemos que toda a criação, a um só tempo geme, e suporta angustias até agora:
    ESCREVI ESSE RESUMO, AGINDO COMO UM DOS SANTOS PROFETAS, LENDO NOSSO CARATER, E CRIANDO O LIVRO QUE DÁ SENTIDO À SANTA VIDA, PELO SENHOR DEUS: ESSE SÁBIO PROFETA É CRISTO, E TEREIS PODER: (IL.148.8)

    ResponderExcluir
  12. Se converta e se arrependa do pecado para que seja salvo!
    Idolatria é pecado!!!

    ResponderExcluir
  13. Caro camarada como pode os santos fazerem algo por nós se Deus é onipotente, onisciente e onipresente?
    o que precisamos lembrar dos santos são as coisas que eles deixaram escritas e as obras que eles fizeram em nome de JESUS, e que essa mesma autoridade foi dada a nós...

    “oni” (onisciente, onipresente, onipotente). O prefixo “oni” significa “todo”. Assim, temos:

    - Onisciente: Aquele que possui todo o conhecimento, toda a ciência.
    - Onipresente: Aquele que está presente em toda parte.
    - Onipotente: Aquele que pode todas as coisas.

    Fica claro pela análise do significado destas palavras, que só há um que se encaixa plenamente em seus significados: Deus! E é justamente assim que Deus se revela na Bíblia. Um Deus que tem o conhecimento de tudo, portanto onisciente; um Deus que está em todos os lugares, portanto onipresente; um Deus que pode tudo, portanto onipotente."

    ResponderExcluir
  14. D I V I N A C O N V O C A Ç Ã O
    (MC.12.10) AINDA NAO LESTES ESTA ESCRITURA:(SL.108.7) DISSE DEUS NA SUA SANTIDADE: (ÊX.4.22) ISRAEL É MEU FILHO, MEU PRIMOGÊNITO; (IS.49.3) POR QUEM HEI DE SER GLORIFICADO: (IS.30.12) PELO QUE ASSIM DIZ O SANTO DE ISRAEL:
    Todo Cristão desperto deve ingressar no ciclo da Nova Ordem Mundial, que chega com a criação do Reino de Deus na terra:
    (MT.25.34) VINDE, BENDITOS DE MEU PAI! ENTRAI NA POSSE DO REINO QUE VOS ESTÁ PREPARADO DESDE A FUNDAÇÃO DO MUNDO: (JB.6.27) TRABALHAI, NÃO PELA COMIDA QUE PERECE, MAS PELA QUE SUBSISTE PARA A VIDA ETERNA, A QUAL O FILHO DO HOMEM VOS DARÁ; PORQUE DEUS, O PAI, O CONFIRMOU COM O SEU AMOR: (IS.42.21) FOI DO AGRADO DO SENHOR, POR AMOR DA SUA PRÓPRIA JUSTIÇA, ENGRANDECER A LEI E FAZE-LA GLORIOSA; (LC.12.32) PORQUE O VOSSO PAI SE AGRADOU EM DAR-VOS O SEU REINO; (1CO.15.45) POIS ASSIM ESTÁ ESCRITO: (JB.14.17) O ESPIRITO DA VERDADE, QUE O MUNDO NÃO PODE RECEBER, PORQUE NAO NO VÊ, NEM O CONHECE; VÓS O CONHECEIS, PORQUE ELE HABITA CONVOSVO E ESTARÁ EM VÓS; (PV.1.4) PARA DAR AOS SIMPLES PRUDÊNCIA, E AOS JOVENS CONHECIMENTO E BOM SISO; (1PE.4.17) PORQUE A OCASIÃO DE COMEÇAR O JUIZO PELA CASA DE DEUS É CHEGADA:
    (RM.13.11) E DIGO ISTO A Vós OUTROS QUE CONHECEIS O TEMPO, QUE JÁ É HORA DE VOS DESPERTARDES DO SONO; (2PE.3.4) PORQUE, DESDE QUE OS PAIS DORMIRAM, TODAS AS COUSAS PERMANECIAM COMO DESDE O PRINCIPIO DA CRIAÇÃO: (HB.5.11) A ESSE RESPEITO TEMOS MUITAS COUSAS QUE DIZER E DIFICIL DE EXPLICAR; PORQUANTO VÓS TENDES TORNADO TARDIOS EM OUVIR: (LC.16.9) E EU VOS RECOMENDO: Estudai e praticai os fundamentos cristãos, que temos divulgado através da internet, em particular no blog de Arnaldo Ribeiro ou Israel e no Site: arnaldoouisrael: (TB.5.21) FAZEI BOA JORNADA, E DEUS SEJA CONVOSCO NO VOSSO CAMINHO, E O SEU ANJO VÁ EM VOSSA COMPANHIA:

    ResponderExcluir
  15. D I V I N A C O N V O C A Ç Ã O
    (MC.12.10) AINDA NAO LESTES ESTA ESCRITURA:(SL.108.7) DISSE DEUS NA SUA SANTIDADE: (ÊX.4.22) ISRAEL É MEU FILHO, MEU PRIMOGÊNITO; (IS.49.3) POR QUEM HEI DE SER GLORIFICADO: (IS.30.12) PELO QUE ASSIM DIZ O SANTO DE ISRAEL:
    Todo Cristão desperto deve ingressar no ciclo da Nova Ordem Mundial, que chega com a criação do Reino de Deus na terra:
    (MT.25.34) VINDE, BENDITOS DE MEU PAI! ENTRAI NA POSSE DO REINO QUE VOS ESTÁ PREPARADO DESDE A FUNDAÇÃO DO MUNDO: (JB.6.27) TRABALHAI, NÃO PELA COMIDA QUE PERECE, MAS PELA QUE SUBSISTE PARA A VIDA ETERNA, A QUAL O FILHO DO HOMEM VOS DARÁ; PORQUE DEUS, O PAI, O CONFIRMOU COM O SEU AMOR: (IS.42.21) FOI DO AGRADO DO SENHOR, POR AMOR DA SUA PRÓPRIA JUSTIÇA, ENGRANDECER A LEI E FAZE-LA GLORIOSA; (LC.12.32) PORQUE O VOSSO PAI SE AGRADOU EM DAR-VOS O SEU REINO; (1CO.15.45) POIS ASSIM ESTÁ ESCRITO: (JB.14.17) O ESPIRITO DA VERDADE, QUE O MUNDO NÃO PODE RECEBER, PORQUE NAO NO VÊ, NEM O CONHECE; VÓS O CONHECEIS, PORQUE ELE HABITA CONVOSVO E ESTARÁ EM VÓS; (PV.1.4) PARA DAR AOS SIMPLES PRUDÊNCIA, E AOS JOVENS CONHECIMENTO E BOM SISO; (1PE.4.17) PORQUE A OCASIÃO DE COMEÇAR O JUIZO PELA CASA DE DEUS É CHEGADA:
    (RM.13.11) E DIGO ISTO A Vós OUTROS QUE CONHECEIS O TEMPO, QUE JÁ É HORA DE VOS DESPERTARDES DO SONO; (2PE.3.4) PORQUE, DESDE QUE OS PAIS DORMIRAM, TODAS AS COUSAS PERMANECIAM COMO DESDE O PRINCIPIO DA CRIAÇÃO: (HB.5.11) A ESSE RESPEITO TEMOS MUITAS COUSAS QUE DIZER E DIFICIL DE EXPLICAR; PORQUANTO VÓS TENDES TORNADO TARDIOS EM OUVIR: (LC.16.9) E EU VOS RECOMENDO: Estudai e praticai os fundamentos cristãos, que temos divulgado através da internet, em particular no blog de Arnaldo Ribeiro ou Israel e no Site: arnaldoouisrael: (TB.5.21) FAZEI BOA JORNADA, E DEUS SEJA CONVOSCO NO VOSSO CAMINHO, E O SEU ANJO VÁ EM VOSSA COMPANHIA:

    ResponderExcluir
  16. DEUS È AMOR

    QIEM EXERCE O PODER DESTE AMOR ETERNO EM PROL DO BEM COMUM PROVA A EXISTÊNCIA DE DEUS EM SI:

    (JR.5.21) Ouvi agora isto, ó povo insensato que tendes olhos e não vedes, tendes ouvidos e não ouvis; (1TS.4.3) pois esta é a vontade de Deus: A vossa santificação, que vos abstenhais da prostituição; (LS.1.12/13) porque Deus não fez a morte, nem se alegra na perdição dos vivos: Não queirais buscar ansiosos a morte, no descaminho da vossa vida, nem adquirais a perdição com as obras das vossas mãos:
    (HC.2.19) Ai daquele que diz ao pau: Acorda! E à pedra muda: Desperta! Pode o ídolo ensinar? Eis que está coberto de ouro e de prata, mas no seu interior não há fôlego nenhum: (AT.3.15) Dessarte, matastes o Autor da Vida, a quem Deus ressuscitou dentre os mortos, do que nós somos testemunhas: (JB.7.48) Porventura creu Nele alguém dentre as autoridades, ou algum dos fariseus? (RM.3.3) E daí? Se alguns não creram, a incredulidade deles virá desfazer a fidelidade de Deus? (JB.3.23) Ora, o seu mandamento é este: (MC.12.33) Amar a Deus de todo o coração, de todo o entendimento e de toda a força, e amar ao próximo como a si mesmo:

    (JB.4.23) Mas vem a hora e já chegou, em que os verdadeiros adoradores adorarão o Pai em espírito e em verdade; porque são estes que o Pai procura para seus adoradores: (LS.19.23) E há quem fala francamente e não diz senão a verdade, (RM.4.3) pois que diz a escritura? (JB.4.24)Deus é Espírito;e importa que os seus adoradores o adorem em espírito e em verdade, (RM.1.20) porque os atributos invisíveis de Deus, assim o seu eterno poder, como também a sua própria divindade; claramente se reconhecem desde o principio do mundo, sendo reconhecidos pelas cousas que foram criadas:
    (HB.11.1) Ora, a fé é a certeza de cousas que se esperam, a convicção de fatos que não se vêem: ((SL.100.3) Sabei que o Senhor é Deus, foi Ele quem nos fez e Dele somos; somos o seu povo e o rebanho do seu pastoreio: (CL.3.23/24) Tudo quanto fizerdes, fazei-o de todo o coração, como sendo para o Senhor, e não para homens; cientes de que recebereis do Senhor a recompensa da herança: A Cristo, o Senhor, é que estais servindo; (DT.1.38) porque Ele fará com que Israel a receba: (SL.32.11) Alegrai-vos no Senhor e regozijai-vos, ó Justos, exultai-vos, todos que sois retos de coração; (1TS.3.8) porque agora vivemos, se é que estais firmes no Senhor: (1cO.15.38) Portanto, amados irmãos, sede firmes, inabaláveis e abundantes na Obra do Senhor, Sabendo que no Senhor o vosso trabalho não é vão: (AP..21.8) Quanto, porém, aos covardes, aos incrédulos, aos abomináveis, aos assassinos, aos impuros, aos feiticeiros, aos idolatras, e a todos os mentirosos; a parte que lhes cabe será no lago que arde com fogo e enxofre, a saber; a segunda morte:

    (LE.12.13) De tudo o que se tem ouvido a suma é: Temei a Deus e guardai os seus mandamentos;porque isto é dever de todo Homem: (JR.21.8) Eis que ponho diante de vós o caminho da vida e o caminho da morte: (JB.14.6) Eu sou o caminho a verdade e a vida: (LV.19.4) Não vos virareis para os ídolos, nem vos fareis deuses de fundição: Eu sou o Senhor Vosso Deus: (IS.41.4) Quem fêz e executou tudo isto?(DT.27.26) Maldito aquele que não confirmar as palavras desta lei, não as cumprindo: (IS.46.8) Lembrai-vos disto e tende ânimo, ó prevaricadores; (LS.14.12) porque o culto aos ídolos é o princípio da corrupção da vida:
    (AT.3.17) Agora, Irmãos, Eu sei que o fizestes por ignorância, como também as vossas autoridades; (IS.9.16) porque os Guias deste povo são enganadores, e os que Por eles são dirigidos, são devorados:(TG.121) Portanto, despojando-vos de toda impureza e acumulo de maldade; acolhei, com mansidão, a palavra em vós implantada, a qual é poderosa para salvar a vossa alma:

    ResponderExcluir
  17. ADVERTÊNCIA AOS LOBOS QUE SE TRAVESTEM DE CORDEIROS PARA DIZIMAR O
    REBANHO INDEFESO ENTRE CRISTÃOS CONSCIENTES:

    (JB.1.29)- Eis o Cordeiro de Deus que tira o pecado do mundo: (MT.15.10)- Ouvi e entendei: (JR.11.19)– Eu era como um manso cordeiro que é levado ao matadouro; porque eu não sabia que tramavam contra mim, dizendo: (MT.10.16)– Eis que eu vos envio como ovelhas para o meio de lobos; sede, portanto, prudentes como as serpentes e símplices como as pombas: (MT.7.15) – Acautelai-vos dos falsos profetas, que se vos apresentam disfarçados de ovelhas, mas por dentro são lobos roubadores; (IS.9.16) -porque os guias deste povo são enganadores, e os que por eles são dirigidos, são devorados: (1Rs.22.17) - Vi todo o Israel disperso pelos montes, como ovelhas que não tem Pastor; (SL.78.22) – porque não creram em Deus nem confiaram na sua salvação: (AP.12.11) - Então, ouvi grande voz do céu, proclamando: (OS.4.6) - O meu povo está sendo destruído porque lhe falta conhecimento; porque tu sacerdote rejeitaste o conhecimento, também eu te rejeitarei, para que não seja sacerdote diante de mim, visto que esqueceste da lei do teu Deus, também eu esquecerei de teus filhos. (1SM.2.35) - Então suscitarei para mim um sacerdote fiel, que procederá segundo o que tenho no coração e na mente, edificar-lhe-ei uma casa estável, e andará Ele diante do meu ungido para sempre. (ML.3.18)– Então vereis outra vez a diferença entre o justo e o perverso, entre o que serve a Deus e o que não serve: (MC.6.15)- É profeta como um dos profetas, (AT.15.23) - escrevendo por mão deles: (LC.17.30) – Assim será no dia em que o Filho do Homem se manifestar: (JÓ.12.16) – Com Ele está a força e a sabedoria (RM.2.6) – que retribuirá a cada um segundo o seu procedimento. (1CO.10.12) – Aquele, pois, que pensa estar em pé, veja que não caia; (JÓ.19.25) – porque eu sei que o meu redentor vive e por fim se levantará sobre a terra: (IS.44.28) – Ele é meu Pastor e cumprirá tudo que me apraz: (HB.12.25) – Tende cuidado, não recuseis ao que fala; (EZ.18.32) – porque não tenho prazer na morte de ninguém, diz o Senhor Deus. Portanto convertei e vivei. (1PE.4.8) – Acima de tudo, porém, tende amor intenso uns para com os outros; porque o amor cobre multidão de pecados.

    ResponderExcluir
  18. ADVERTÊNCIA AOS LOBOS QUE SE TRAVESTEM DE CORDEIROS PARA DIZIMAR O
    REBANHO INDEFESO ENTRE CRISTÃOS CONSCIENTES:

    (JB.1.29)- Eis o Cordeiro de Deus que tira o pecado do mundo: (MT.15.10)- Ouvi e entendei: (JR.11.19)– Eu era como um manso cordeiro que é levado ao matadouro; porque eu não sabia que tramavam contra mim, dizendo: (MT.10.16)– Eis que eu vos envio como ovelhas para o meio de lobos; sede, portanto, prudentes como as serpentes e símplices como as pombas: (MT.7.15) – Acautelai-vos dos falsos profetas, que se vos apresentam disfarçados de ovelhas, mas por dentro são lobos roubadores; (IS.9.16) -porque os guias deste povo são enganadores, e os que por eles são dirigidos, são devorados: (1Rs.22.17) - Vi todo o Israel disperso pelos montes, como ovelhas que não tem Pastor; (SL.78.22) – porque não creram em Deus nem confiaram na sua salvação: (AP.12.11) - Então, ouvi grande voz do céu, proclamando: (OS.4.6) - O meu povo está sendo destruído porque lhe falta conhecimento; porque tu sacerdote rejeitaste o conhecimento, também eu te rejeitarei, para que não seja sacerdote diante de mim, visto que esqueceste da lei do teu Deus, também eu esquecerei de teus filhos. (1SM.2.35) - Então suscitarei para mim um sacerdote fiel, que procederá segundo o que tenho no coração e na mente, edificar-lhe-ei uma casa estável, e andará Ele diante do meu ungido para sempre. (ML.3.18)– Então vereis outra vez a diferença entre o justo e o perverso, entre o que serve a Deus e o que não serve: (MC.6.15)- É profeta como um dos profetas, (AT.15.23) - escrevendo por mão deles: (LC.17.30) – Assim será no dia em que o Filho do Homem se manifestar: (JÓ.12.16) – Com Ele está a força e a sabedoria (RM.2.6) – que retribuirá a cada um segundo o seu procedimento. (1CO.10.12) – Aquele, pois, que pensa estar em pé, veja que não caia; (JÓ.19.25) – porque eu sei que o meu redentor vive e por fim se levantará sobre a terra: (IS.44.28) – Ele é meu Pastor e cumprirá tudo que me apraz: (HB.12.25) – Tende cuidado, não recuseis ao que fala; (EZ.18.32) – porque não tenho prazer na morte de ninguém, diz o Senhor Deus. Portanto convertei e vivei. (1PE.4.8) – Acima de tudo, porém, tende amor intenso uns para com os outros; porque o amor cobre multidão de pecados.

    ResponderExcluir
  19. DEUS È AMOR

    QIEM EXERCE O PODER DESTE AMOR ETERNO EM PROL DO BEM COMUM PROVA A EXISTÊNCIA DE DEUS EM SI:

    (JR.5.21) Ouvi agora isto, ó povo insensato que tendes olhos e não vedes, tendes ouvidos e não ouvis; (1TS.4.3) pois esta é a vontade de Deus: A vossa santificação, que vos abstenhais da prostituição; (LS.1.12/13) porque Deus não fez a morte, nem se alegra na perdição dos vivos: Não queirais buscar ansiosos a morte, no descaminho da vossa vida, nem adquirais a perdição com as obras das vossas mãos:
    (HC.2.19) Ai daquele que diz ao pau: Acorda! E à pedra muda: Desperta! Pode o ídolo ensinar? Eis que está coberto de ouro e de prata, mas no seu interior não há fôlego nenhum: (AT.3.15) Dessarte, matastes o Autor da Vida, a quem Deus ressuscitou dentre os mortos, do que nós somos testemunhas: (JB.7.48) Porventura creu Nele alguém dentre as autoridades, ou algum dos fariseus? (RM.3.3) E daí? Se alguns não creram, a incredulidade deles virá desfazer a fidelidade de Deus? (JB.3.23) Ora, o seu mandamento é este: (MC.12.33) Amar a Deus de todo o coração, de todo o entendimento e de toda a força, e amar ao próximo como a si mesmo:

    (JB.4.23) Mas vem a hora e já chegou, em que os verdadeiros adoradores adorarão o Pai em espírito e em verdade; porque são estes que o Pai procura para seus adoradores: (LS.19.23) E há quem fala francamente e não diz senão a verdade, (RM.4.3) pois que diz a escritura? (JB.4.24)Deus é Espírito;e importa que os seus adoradores o adorem em espírito e em verdade, (RM.1.20) porque os atributos invisíveis de Deus, assim o seu eterno poder, como também a sua própria divindade; claramente se reconhecem desde o principio do mundo, sendo reconhecidos pelas cousas que foram criadas:
    (HB.11.1) Ora, a fé é a certeza de cousas que se esperam, a convicção de fatos que não se vêem: ((SL.100.3) Sabei que o Senhor é Deus, foi Ele quem nos fez e Dele somos; somos o seu povo e o rebanho do seu pastoreio: (CL.3.23/24) Tudo quanto fizerdes, fazei-o de todo o coração, como sendo para o Senhor, e não para homens; cientes de que recebereis do Senhor a recompensa da herança: A Cristo, o Senhor, é que estais servindo; (DT.1.38) porque Ele fará com que Israel a receba: (SL.32.11) Alegrai-vos no Senhor e regozijai-vos, ó Justos, exultai-vos, todos que sois retos de coração; (1TS.3.8) porque agora vivemos, se é que estais firmes no Senhor: (1cO.15.38) Portanto, amados irmãos, sede firmes, inabaláveis e abundantes na Obra do Senhor, Sabendo que no Senhor o vosso trabalho não é vão: (AP..21.8) Quanto, porém, aos covardes, aos incrédulos, aos abomináveis, aos assassinos, aos impuros, aos feiticeiros, aos idolatras, e a todos os mentirosos; a parte que lhes cabe será no lago que arde com fogo e enxofre, a saber; a segunda morte:

    (LE.12.13) De tudo o que se tem ouvido a suma é: Temei a Deus e guardai os seus mandamentos;porque isto é dever de todo Homem: (JR.21.8) Eis que ponho diante de vós o caminho da vida e o caminho da morte: (JB.14.6) Eu sou o caminho a verdade e a vida: (LV.19.4) Não vos virareis para os ídolos, nem vos fareis deuses de fundição: Eu sou o Senhor Vosso Deus: (IS.41.4) Quem fêz e executou tudo isto?(DT.27.26) Maldito aquele que não confirmar as palavras desta lei, não as cumprindo: (IS.46.8) Lembrai-vos disto e tende ânimo, ó prevaricadores; (LS.14.12) porque o culto aos ídolos é o princípio da corrupção da vida:
    (AT.3.17) Agora, Irmãos, Eu sei que o fizestes por ignorância, como também as vossas autoridades; (IS.9.16) porque os Guias deste povo são enganadores, e os que Por eles são dirigidos, são devorados:(TG.121) Portanto, despojando-vos de toda impureza e acumulo de maldade; acolhei, com mansidão, a palavra em vós implantada, a qual é poderosa para salvar a vossa alma:

    ResponderExcluir

Total de visualizações de página