Pesquisar neste blog:

segunda-feira, 2 de novembro de 2009

O SEU OUVIDO É PINICO? E O SEU CORPO É TAMBOR DE LIXO?




É meu caro, estamos vivendo num mundo muito barulhento: carros voando com alta velocidade, muitos deles trazendo barulhos de som muito alto e desrespeitando muitas vezes as leis e as pessoas que estão perto, muito barulho de motos, pessoas com objetos na mão, no centro da cidade encontramos propaganda de todo tipo e com, também, toda uma altura desnecessária e o pior é que quando se tem festas na cidade as ruas ficam uma verdadeira bagunça quando a ordem do silêncio que deveria acontecer.
Mas não é disso que estou falando. Embora vivendo num mundo barulhento, se cada um quisesse, ainda teríamos paz. Isso é um fato!
Conversando em um outro aspecto quanto a esses barulhos, você já parou para pensar que tipo de ruído, barulho, voz, música, conversa... o teu ouvido esculta?
Nós nascemos para a glória de Deus e em tudo devemos dar graças a Deus! Mas muitos de nós temos nos comportados como se fôssemos verdadeiros pagãos quando expomos os nossos ouvidos a ouvirem “qualquer coisa” como se ouvir essas imundícies fosse vontade ou agradassem o nosso Deus.
Estou falando dos irmãos que, infelizmente, estão a torta e a direita ouvindo músicas mundanas. Eita! Já tem gente que tá mandando eu me calar! Pois é! Se ao menos eu fosse profeta e pregador de Satanás eu faria isso. Mas sou um eleito de Deus para ser trombeta do Evangelho aqui na terra! No céu não vai ter esse tipo de música mundana e imoral. Muitas delas, são verdadeiras profanações para com Deus e para com o nosso próximo e para conosco mesmo. Quantas mulheres dançaram e se esbaldaram com a música: “só as cachorras...”! Que ensinamento nos traz essa música? É de acordo com os ensinamentos dos Evangelhos? Foi alguma revelação ministrada no poder do Espírito Santo nos momentos de Oração no Grupo de Oração ou nas reuniões de orações? Claro que não! É uma verdadeira profanação e desrespeito para com as mulheres.
Primeiro: As mulheres não são cachorras e sim imagem e semelhança de Deus! Filhas amadas pelo Deus que morreu numa cruz para salvá-las. Segundo: A maneira que se dança essa música é um ritual de prática para o ato sexual. Terceiro: A roupa que se usa é uma espécie de chamativa para que os que olharem apetitarem a mulher que está dançando. E quarto: Os lugares em que se dançam, as festas, na maioria dos casos, não é um lugar permitido por Deus por que não é lugar de cristão pisar e está. E se alguém disser que não há problema em ir pras festas, essa pessoa tem que dar uma voltinha na festa de João 8,44.
Meus irmãos, por que ouvir esse tipo de música se desagrada a Deus? O nosso ouvido foi feito, sobretudo para escutar a Palavra de Deus: Quem tem ouvidos para ouvir, que ouça (Mt 13,9).
Muitas delas têm levado jovens a ilusão e ao desespero. Antes, a música era voltada mais para o lado do romantismo. E muitas meninas caíram nas garras do encardido ao ouvirem esse tipo de música e por conta de ser um romantismo barato e anti-bíblico se entregaram ao seu namorado cedendo ao ato sexual. É uma sistematização categórica e socializada ao pecado.
Hoje, Satanás já conseguiu elevar a música para a categoria do desrespeito ao ser humano, da imoralidade e para o despertar ao prazer sexual. Ou você mãe e pai acham que os seus filhos de 10,11 e 12 anos pensa o que e sente o que no seu corpo quando escuta alguma música de forra, por exemplo? É um verdadeiro despertar para o ato sexual. E muitas crianças já são programadas pelo sistema social atual para se tornarem verdadeiras prostitutas, também, e, sobretudo, por conta da hoje normal prática do fica. É uma verdadeira escada ou teia de aranha: uma coisa leva a outra.
Outra observação: pense aí num ambiente de festa. Música alta e sensual, o povo se drogando, homens e mulheres prontos e ansiosos para praticarem o ato sexual. A final de contas a roupa que as mulheres usam e as músicas com o recheio do ambiente e das bebidas e demais drogas que lá se consomem tem um único objetivo: levarem as pessoas que lá estão para desrespeitarem primeiramente a Deus, segundo: ao próximo, e terceiro: a si mesmo!
No outro dia, após a festa os comentários são tremendos. Porém, os estados físicos e psicológicos estão acabados. As tristezas estão de volta e os problemas não forma embora. E ainda em muitos casos não há mais dinheiro para o dia seguinte uma vez que já foi gasto na festa.
Pergunto: É isso que traz a felicidade? 5 horas de festa além de não trazerem a felicidade, traz-nos um verdadeiro arrependimento de ter-mos desagradado ao nosso Deus ao cultuarmos o seu inimigo número 1: Satanás! Ele sim, fica mangando dos otários que pisam nesses lugares para exporem seus membros ao seu serviço!
Pergunto: Isso agrada a Deus e traz mesmo felicidade? Sentimos-nos mesmo alegres e contentes como se isso fosse uma “coisona”?
A Palavra de Deus nos adverte: “Tudo me é permitido. Mas nem tudo me convem”( I Cor 6,12).
O mais incrível é que muitos que praticam rotineiramente isso tudo são verdadeiros túmulos tristes e ambulantemente infelizes. Seus semblantes refletem carga pesada e seu olhar declara que nem vai tudo bem.
Tenho sempre pregado por aí que quando nos convidarem para esses lugares a nossa resposta tem que ser: Alto lar! Sou lavado e remido pelo sangue do cordeiro!
De fato, se somos filhos de Deus e Imagem e Semelhança do seu amor, por tanto herdeiros do céu, não são essas coisas que nos preenchem. E sim as que vêm de Deus! O apóstolo Paulo escrevendo aos Colossenses gritou:

“Se, por tanto, ressuscitastes com Cristo, buscai as coisas lá do alto, onde Cristo está sentado à direita de Deus. Afeiçoai-vos com as coisas lá de cima, e não as da terra. Por que estais mortos e a vossa vida está escondida em Deus”. (Cl 3,1-3).

Mas, tem uma coisa: “SE ressuscitastes com Cristo”. Ressuscitar significa morrer para o pecado e reviver para Deus. Buscar vida nova. Os que assim procederem em Cristo, buscarão as coisas do alto. Esse vai ser o próximo passo. É impossível buscar as coisas do alto estando preso no túmulo do pecado e nas garras das trevas e de Satanás. É preciso primeiro: RESSUSCITAR! É o primeiro passo. Logo então, dá para fixar, fitar os olhos no alto: que é o Senhor Jesus (Hb12, 2). E essa ressurreição não pode ser distante de Jesus. Pelo contrário: É nEle! É ele que ressuscita.
No decorrer do Evangelho, percebemos que Jesus ao converter as pessoas que o buscavam, dava-lhes a ressurreição de uma vida nova: Zaquel, tornou-se filho de Abraão e se salvou quando antes, era escravo da riqueza e idólatra; Maria Madalena, de marginalizada pela sociedade por seus atos de prostituição, nunca mais caiu nesse erro quando teve um encontro pessoal com Jesus, recebendo o perdão dos pecados e indo em paz para não tornar mais a pecar, Levi ou Mateus; de coletor de impostos, tornou-se uma dos discípulos de Jesus e autor do primeiro Evangelho...
A todos eles já nesta vida, Jesus concedeu a Ressurreição. Podemos até concluir que Jesus Cristo antes de ressuscitar os mortos, ressuscitou os vivos!
Ele quer fazer isso com você hoje: Não permitas que teus ouvidos ouçam outra coisa senão, igual a Samuel, ouvir a voz do Senhor (I Sm 3). E não deixes de forma alguma que o teu corpo torne-se um tambor de lixo, uma vez que ele é Templo do Espírito Santo (I Cor 3,16).
É importante sabermos que somente os santos (Hb12, 14) habitarão os céus. Ser santo não significa ausência de pecados e sim eleição e separação para Deus: Somos inteiramente do Senhor nosso Deus e pronto (Dt 18,13). Consagrados e território santo é o que somos! Lavados e remidos pelo sangue do cordeiro! Vestidos com vestes brancas do alto para erguermos os nossos braços e gritar-mos: Glória a Deus!
É isso que temos que ter em mente uma vez que nesta terra nós somos estrangeiros e o nosso lugar é o céu! Temos que aspirar o céu e sentir saudades do trono de Deus onde dia e noite estaremos eternamente para com o Senhor.

Cássio José
(cassiouab@hotmail.com)

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Total de visualizações de página