Pesquisar neste blog:

segunda-feira, 26 de outubro de 2009

Qual a posição Igreja Católica com relação a Nova Era?





ALGUMAS CONSIDERAÇÕES REFERENTE AO DOCUMENTO DO VATICANO SOBRE ESSE MOVIMENTO: “A NOVA ERA - JESUS CRISTO, PORTADOR DA ÀGUA VIVA”

Infelizmente muitas pessoas caíram no erro de afirmarem que essa coisa de Nova Era é loucura de quem não tem o que fazer ou de cristãos que passam o tempo todo lendo a Bíblia ou rezando, por exemplo. Mas desconhecem muitas verdades pregadas ao longo da história da Igreja pelos santos, papas e até mesmo nos inúmeros documentos existentes da Igreja Católica sobre esses assuntos polêmicos. Há até aqueles que estão por aí dizendo que não existe céu ou inferno, não há possessão de demônios (é coisa ultrapassada do século anterior) e que o demônio não existe.
Embora que no nosso meio ainda existam esses conceitos até mesmo entre muitos líderes, coordenadores e pastores da Igreja que estão nas coordenações de movimentos, conselhos de capelas e paroquiais, a Palavra de Deus deixa muito claro que Jesus está preparando um lugar para nós nos céu e quando o tiver preparado voltará para buscar os seus eleitos e onde Ele estiver estaremos também nós, os eleitos de Deus (Jo 14,3-5). O relativismo religioso, o ateísmo disfarçado em supostas teorias religiosas e o relaxamento de muitos cristãos na fé tem contribuído e muito para que os elementos da Nova Era esteja até mesmo nos lugares sagrados da Igreja Católica dentre as suas pastorais e movimentos.
Queremos destacar aqui algumas considerações iniciais que nos deixa o documento do Vaticano ao estudar a Nova Era:
 Segundo o documento, a Nova Era não tem nada de novo. O nome parece ter-se difundido através dos Rosa-cruz, e da Marçonaria, no tempo da Revolução Francesa e da Americana, embora sua variante a que se refere é uma variante contemporânea do esoterismo ocidental;
 A Nova Era é atraente e sedutora sobretudo por que muito do que oferece satisfaz aspirações, muitas vezes não satisfeitas pelas instituições oficiais;
 A eficácia pastoral da Igreja, no terceiro milênio, depende, em grande medida de proclamadores eficazes da mensagem evangélica;
 Pelo fato de um grande número de pessoas misturarem Cristianismo e Nova Era, percebe-se nas igrejas cristãs alguns elementos da Nova Era, tais como: cultura empresarial, “Evangelho da prosperidade” e cultura consumista.


Quando se estuda sobre Nova Era, sistema filosófico e satânico em que se tem o desejo de se implantar o reino de Satanás e sua doutrina através de várias maneiras (desenhos animados, filmes, novelas, marcas, símbolos...), muitos acham que não há fundamentação no Magistério da Igreja. Além de haver um documento do Vaticano em que se estuda esse movimento/fenômeno, percebe-se que há sim a denúncia e preocupação da Igreja Católica em alertar os fiéis: 

Palavras do Santo Padre o Papa João Paulo II aos Bispos norte-americanos em 28/5/93:

"As idéias do movimento `New Age' (Nova Era) conseguem, às vezes, insinuar-se na pregação, na catequese, nas obras e nos retiros, e deste modo influenciam até mesmo católicos praticantes que, talvez, não tenham consciência da incompatibilidade entre aquelas idéias e a fé da Igreja. Na sua visão sincretista e imanente, esses movimentos para-religiosos dão pouca importância à Revelação; pelo contrário, procuram chegar a Deus mediante a inteligência e a experiência, baseadas em elementos provenientes da espiritualidade oriental ou de técnicas psicológicas. Tendem a relativizar a doutrina religiosa, em benefício de uma vaga visão mundial, expressa como sistema de mitos e de símbolos, mediante uma linguagem religiosa. Além disso, apresentam com freqüência um conceito panteísta de Deus, o que é incompatível com a Sagrada Escritura e com a Tradição cristã. Eles substituem a responsabilidade pessoal das próprias ações perante Deus por um sentido de dever em relação ao cosmo, opondo-se, assim, ao verdadeiro conceito de pecado e à necessidade de redenção por meio de Cristo."

Esse ensinamento do Papa foi explicado e comentado pelo Pe. Joãozinho, SCJ, em seu livro "Nova Era e Fé Cristã", Edições Loyola (com Imprimatur). Tudo isso é muito importante porque, como diz o Papa, essas idéias anti-Cristãs têm se infiltrado dentro da Igreja Católica. Especialmente no Brasil, como escreve o Pe. Joãozinho:

"Até mesmo algumas pessoas que já foram ligadas à Igreja Católica têm se apropriado do lucrativo filão de idéias da Nova Era. Uma dessas pessoas é o Pe. Lauro Trevisan, de Santa Maria, no Rio Grande do Sul. Seus livros sempre mostraram tendências New Age. Ultimamente ele tem se tornado mais explícito e ousado [por exemplo, publicando o livro "Aquarius: A Nova Era Chegou"].
Lauro Trevisan adapta-se perfeitamente às três categorias de adeptos da Nova Era: militante, simpatizante e oportunista!
Em janeiro de 1991, Trevisan promoveu o Congresso Internacional do Poder da Mente. O evento foi chamado de "Festinvita". Seu grande lema: "A Nova Era Chegou!" Esse congresso repete-se todos os anos em janeiro, com grande afluência de esotéricos do mundo inteiro. Usando e abusando do título de padre, Lauro Trevisan atrai e confunde muitos cristãos que não estão bastante seguros da doutrina católica. É necessário esclarecer que Lauro Trevisan está totalmente à margem das atividades oficiais da Igreja Católica. Suas publicações não são autorizadas. Já foi advertido diversas vezes, mas preferiu manter-se como bem-sucedido empresário da Nova Era."

Também o Bispo Dom Orlando Brandes, da Diocese de Joinville, em um ensino aos coordenadores de catequese sobre a Nova Era, em 23/11/95, disse que Lauro Trevisan não é cristão, e usa o que é católico para levar os católicos à Nova Era.

Lauro Trevisan e outros falsos profetas, como lobos em pele de cordeiro, divulgam essas doutrinas que o Papa diz ser "incompatíveis com a fé da Igreja". Divulgam, principalmente, a teoria de que nossa mente teria um "poder infinito", ou seja, que nós somos potencialmente onipotentes, todo-poderosos, como Deus. É a antiga tentação da serpente: "Vossos olhos se abrirão e sereis como deuses." (Gn 3,5). 

Tem se levantado contra a doutrina cristã, um grande movimento que visa pregar um novo pensamento, uma nova doutrina. Este movimento de alcance mundial, porém ainda muito sutil, chama-se “nova era”. Mas, também é conhecido por “new age”, nova consciência, nova ordem mundial, era de aquário, conspiração Aquariana, etc. No entanto, apesar do nome, seus pensamentos e doutrinas são antigos, e totalmente contra a fé cristã. Suas doutrinas, por serem copiadas de outras religiões, existem mesmo antes do judaísmo.
A nova era se baseia na crença de que, de tempos em tempos, se ergue na humanidade um cristo, um avatar, um ou mais, ungidos ou iluminados, que guiam os rumos da fé no mundo. Krishina, Buda, Maomé, e Jesus Cristo, teriam sido alguns desses líderes. O desenho “avatar” mostra muito bem essa idéia budista. Agora aguardam a quem chamam de senhor Maytrea ou Saint German, que seria aquele que realizaria a segunda volta de Jesus. Jesus, segundo a nova era, veio pela primeira vez, há 2.000 anos, num período do tempo, chamado pela astrologia de “era de peixes”. No terceiro milênio, o mundo já estaria numa nova época astrológica, uma nova era, chamada de “era de aquário”, na qual, o pensamento religioso assume outra posição. Jesus voltará sim uma segunda vez, mas não para pregar novamente e muito menos para pregar coisas novas e que anda por cima contrariam o que pregou nos evangelhos.
“Antes do advento de cristo, a igreja deve passar por uma provação final que abalar a fé de muitos crentes. A perseguição que acompanha a peregrinação dela na terra” desvendará o “mistério de iniqüidade” sob a forma de uma impostura religiosa que há de trazer aos homens uma solução aparente a seus problemas, à custa da apostasia da verdade. A impostura religiosa suprema é a do anticristo, isto é, a de um pseudo-messianismo em que o homem glorifica a si mesmo em lugar de deus e de seu messias que veio na carne.” (catecismo da igreja católica 675)


Cássio José: Pregador da Renovação Carismática Católica de Camocim.

6 comentários:

  1. Olá Cássio! Parabenizo pelo blog. Mas discordo com a Igreja Católica, assim como a bíblia diz:

    "Não farás para ti imagem de escultura, nem semelhança alguma do que há em cima no céu, nem em baixo na terra, nem nas águas debaixo da terra;" Deuteronômio 5:8.

    E sabemos que já o Filho de Deus é vindo, e nos deu entendimento para conhecermos o que é verdadeiro; e no que é verdadeiro estamos, isto é, em seu Filho Jesus Cristo. Este é o verdadeiro Deus e a vida eterna.
    Filhinhos, guardai-vos dos ídolos. Amém. 1 João 5: 20 e 21.

    Me explique o que a Igreja católica diz sobre estas passagens da bíblia. E tantas outras a cerca de deuses feitos de barro ou madeira.

    Por favor, não quero propagar a confusão entre evangélocos e católicos, mas apenas entender uma das questões que nos separam tanto. E é uma coisa muito séria, que faz diferença.

    A paz em Cristo meu irmão!

    ResponderExcluir
  2. odeio passoas como essas que sao evangelicas e nao gostam de imagem de santos como essa mulher que deixou esse comentario muito besta ta

    ResponderExcluir
  3. Sou Catolico...
    maiis confeso que muitas vezes fico supreso
    com
    pessoas que fazem sacrificios para alguns santos
    pra mim não faz sentido :S
    coisa de loko

    ResponderExcluir
  4. Deixar de adorar Deus para adorar xamãs, santos, OVNIS, bruxas, forças da natureza, sol, lua, animais, orixás, espiritos,simbolos,piramides, incensos, budas, krishnas, etc, etc e etc é sempre uma coisa imbecil. Apenas adorar Deus deve ser o correto, se tem gente que prefere adorar bodes ou outras coisas estupidas que nao chamem os comentarios corretos de bestas.

    ResponderExcluir
  5. Sinceramente não consigo entender porque nossos irmãos protestantes insistem, em julgar nós católicos a respeito de imagens até mesmo quando o assunto não está voltado para isso !!!???

    Acho que antes de tudo, devemos falar sabendo profundamente a respeito do que estamos falando. As imagens foram criadas na igreja católica não com o intuito de serem adoradas. Mas como uma forma de evangelização, pois não me lembro o século direito,a igreja começou a usar as imagens para explicar as pessoas analfabetas da época o que cada santo representava ou o que fizeram e automaticamente, apresentando-lhes as imagens foram associando a figura as histórias santas deles tomando-as como exemplo para suas vidas, já que não sabiam ler nem escrever. Por isso também das imagens de cristo e os crucifixos !!!

    Parecido como fazemos com as crianças. Em um livro infantil vamos encontrar mais figuras do que palavras, exatamente para a criança associar a história aquela imagem...
    Por causa disso nós católicos temos como lembrança sim e muito orgulho as imagens ou fotos dos santos homens e mulheres que fizeram a diferença em nome de Jesus... e isto não significa que fazemos adoração a imagens. A pessoa que faz isso e se diz católica, não é católica e ainda não entendeu a essência de ser Católico Apostólico Romano!!!

    Agora irmãos Protestantes ao invés de ficarem julgando, lhes lembrarei também que Deus diz em Lucas capítulo 6, versículos 36 a 38.

    "Sede misericordiosos, como também é misericordioso vosso Pai." "Não julgueis, e não sereis julgados; não condeneis, e não sereis condenados; perdoai e sereis perdoados; dai, e dar-se-vos-á; boa medida, recalcada, sacudida, transbordante, generosamente vos darão; porque com a medida com que tiverdes medido vos medirão também."

    Da mesma forma que nos julgam serão julgados pelo nosso pai. Então para sua própria salvação irmãos pare de nos julgar definitivamente.
    E irmãos católicos vamos começar a estudar mais para não nos calarmos frente aos ignorantes da nossa fé !!!

    A paz de cristo e o amor de Maria.

    ResponderExcluir
  6. UM TEXTO MUITO BOM. ESCLARECEDOR E ALGUMAS PESSOAS QUE,INFELIZMENTE, NÃO ENTENDEM O QUE ACABAM DE LER, POSTAM COMENTÁRIOS SOBRE IMAGENS, ETC,ETC. FALA SÉRIO! O ASSUNTO SE DESVIOU PORQUE VCS INSISTEM NA PARANOIA DE "ADORAMOS IMAGENS"? E DAI? O PROBLEMA SERIA OU NÃO DOS CATÓLICOS? VOLTEMOS AO ASSUNTO E APRENDAMOS O QUE VERDADEIRAMENTE PODE DESTRUIR O QUE CRISTO PEDIU A TODOS NÓS. EVANGELIZAÇÃO! FALAR DELE E ANUNCIAR ELE! ESSES CHATINHOS DE PLANTÃO QUE VIVEM INFILTRADOS NOS SITES CATÓLICOS, TEM COMO OBJETIVO DESVIAR OS ASSUNTOS. PRESTEM ATENÇÃO!

    ResponderExcluir

Total de visualizações de página